Revisão fora da concessionária? Projeto de lei quer proibir perda da garantia
Os mais vendidos: Confira o ranking dos veículos mais emplacados em Alagoas

O homem já tinha enviado muita coisa ao espaço, mas nunca um carro de passeio. Nesta semana isso aconteceu. Elon Musk, dono da Tesla, montadora especializada em veículos elétricos, lançou seu modelo Tesla Roadster ao espaço.

A ação tem por objetivo divulgar a empresa de transporte espacial SpaceX, também de propriedade de Musk e que vai comercializar o envio de cargas ao espaço.

A SpaceX conseguiu fazer o primeiro lançamento-teste do seu Falcon Heavy com sucesso no início da noite de terça-feira, dia 06. O veículo espacial decolou de uma base de lançamento da NASA no estado norte-americano da Flórida e era composto por dois propulsores laterais e um central mais poderoso.  Como era um lançamento de teste, o foguete não levava nenhum satélite ou carga científica. Em vez disso, o último estágio do Falcon Heavy levava um Tesla Roadster que pertencia a Elon Musk.

Carro no espaço

Dentro do Tesla Roadster foi posicionado um manequim vestido com o traje espacial oficial da SpaceX desenvolvido para sua futura tripulação. O carro e seu “Spaceman” entrarão na mesma órbita de Marte, circulando o Sol indefinidamente. A trilha sonora do carro é Space Oddity, de David Bowie, que está tocando em loop infinito no veículo.

“Eu adoro a ideia de um carro navegando aparentemente sem parar pelo espaço e talvez sendo descoberto por uma raça alienígena milhões de anos no futuro”, disse o empresário Elon Musk em seu twitter.

O evento de lançamento foi transmitido ao vivo pelo YouTube e foi assistido por mais de mais de 400 mil de pessoas simultaneamente. A base da SpaceX na Flórida recebeu toda a equipe da empresa para assistir ao lançamento, e milhares de espectadores e jornalistas do mundo todo viram a decolagem ao vivo há alguns quilômetros da plataforma de lançamento da NASA.

Encomendas por 90 milhões de dólares

O Falcon Heavy, da Space X foi projetado para transportar cargas úteis muito mais pesadas que um carro esportivo. A empresa garante que pode colocar cerca de 70 toneladas em órbita terrestre por um custo de US$ 90 milhões por lançamento.

Além de governos, a empresa pretende transportar passageiros para conhecerem o espaço nos próximos anos. E aí vai encarar?

Com informações de TEC Mundo

Atualmente não há comentários.