Carro flex no inverno: já revisou as velas?
Lama e aventura marcam etapa de Maceió da Copa Troller

ch015_010th

Ao completar 90 anos de vida, a Chrysler anunciou que irá trazer ao Brasil o novo 300C, um dos sedãs mais emblemáticos do mundo.

O moderno Chrysler 300C foi reestilizado para a linha 2015 e começará a chegar às concessionárias brasileiras em julho.

A dianteira mudou significativamente, com uma nova e maior grade, que passou a abrigar a asa estilizada que forma o símbolo da marca. A entrada de ar inferior também foi refeita, ladeada pelos faróis de neblina, que passaram a ser de LEDs.

2015 Chrysler 300C

 

Internamente, o volante é novo e o painel evoluiu com a adoção da tela multifuncional de TFT de 7 polegadas no quadro de instrumentos e do seletor giratório do câmbio, a exemplo do recém-lançado Dodge Durango 2015.

As rodas de aro 20 exibem novo desenho, mesclando esportividade e requinte. Na traseira, as alterações são mais sutis, mas reforçam a personalidade do 300C, como o contorno de LEDs nas lanternas e a faixa cromada que percorre a parte superior do para-choque.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Moderno e eficiente, o conjunto mecânico conta com o motor Pentastar V6, de 3,6 litros, que ganhou 10 cv e agora entrega 296 cv, além do câmbio automático de oito marchas.

História da empresa

A Chrysler foi fundada em junho 1925 por Walter P. Chrysler, e foi o comprometimento dele com o público que fez a marca entregar aos consumidores veículos com qualidade, beleza, desempenho, conforto, classe e ótimo custo-benefício. Ao longo dos últimos 90 anos, esta vem sendo a missão da Chrysler. Hoje, a marca é a expressão moderna dessa visão de seu fundador.

75th

“Há 90 anos, Walter P. Chrysler sedimentou a base para a filosofia que ainda é empregada hoje – qualidade, design, inovação e tecnologia, tudo por um preço acessível”, disse Al Gardner, presidente e CEO da marca Chrysler. “Essas premissas ecoam ainda hoje tanto nos produtos da Chrysler, como o sedã grande 300C e a minivan Town & Country, quanto em seus consumidores”.

No final de 1925, bem antes de a empresa completar um ano, a então chamada Chrysler Corporation tinha mais de 3.800 concessionárias, acumulando 100 mil carros vendidos, e era a quinta maior do setor nos EUA.

O maior sucesso era o Chrysler Six, que tinha motor de seis cilindros de alta compressão e sistema hidráulico de freios nas quatro rodas – de série, algo inédito num carro de passeio.

ptchrome

Muitas inovações viriam nos anos seguintes, como o sistema Floating Power em 1930 – novo método de posicionar o motor, de modo a isolar a vibração da carroceria.

Em 1936 foi a vez do primeiro teto conversível com acionamento automático. Em 1940 surgia a patente de um pneu que não se soltava da roda quando furado, e em 1959, os primeiros retrovisores internos com sensores para uso automático da função dia/noite.

1957_Chrysler_300C

Isso sem falar em avançadas soluções aerodinâmicas e de distribuição de peso para a época, como o impressionante e fluido Chrysler Airflow, de 1934, que teve mais de 50 unidades de desenvolvimento testadas nos primeiros túneis de vento. Ou ainda as inovações estilísticas que ditaram moda nos anos 50, como os carros desenvolvidos pelo genial designer Virgil Exner, contratado em 1949 junto à Studebaker, e que criaria clássicos para a Chrsyler até sua aposentadoria, em 1962. Ele é o pai do celebrado sedã 300, de 1955, entre outras lendas.

Com assessoria

Atualmente não há comentários.