O blog Meu Bichinho traz hoje uma receitinha para melhorar ainda mais a saúde do seu pet e deixá-lo super forte. Que tal um patê feito com pés de frango e outros itens que muitas vezes são descartados?

Fiquei sabendo que o pé de galinha é uma excelente fonte de colágeno, uma proteína que desempenha um papel fundamental na saúde da pele, cabelo, unhas, articulações e ossos. O colágeno ajuda a manter a elasticidade da pele e pode retardar o aparecimento de rugas e linhas finas, contribuindo para uma aparência mais jovem.

Segundo a médica veterinária Valéria Bentes, a receita de patê feito com pés de frango e outros itens desta ave são ótimos para animais que possuam doenças articulares, locomotoras e paladar seletivo. “O patê traz diversos benefícios aos pets, mas é importante ofertar este alimento de maneira moderada”, explicou.

A protetora independente de animais, Alexandra Lima, cria diversos cães e um deles, a Jade, tem problema de displasia coxofemoral, e no tratamento além de um medicamento específico que foi receitado pelo médico veterinário, o condotron, ela incluiu este patê caseiro e a cadelinha apresentou uma grande melhora. “Ela ia precisar de cirurgia, mas depois de iniciar este tratamento, ela melhorou muito e isso me deixou mais tranquila”, disse.

Depois desses depoimentos, vamos de receita?

Patê com pés de frango e itens da ave que geralmente são descartados:

1 quilo de pé de galinha (tratado e lavado)

2 peças de pertence (podem ser encontrados em supermercados, são outros pedaços de frango)

1 colher de açafrão

1 litro e meio de água

Coloca tudo na panela de pressã e deixa por 30 minutos. Depois verifique se a pressão saiu toda. Coloque mais 1 litro de água e deixe pegar pressão por mais 30 minutos.

Após a pressão sair por completo divida em duas partes para passar no liquidificador por 3 minutos. Logo em seguida peneire para que não fique nem um ossinho.

Rende dois potes de sorvetes. Você também pode colocar em cubos de gelo e dar diariamente a depender do porte do seu pet.

Este patê é um excelente complemento alimentar para cães e gatos.m e pode ser ofertado da seguinte forma:

Cães de pequeno porte, filhotes e gatos: 1 cubo ao dia.

Cães de médio porte: 2 cubos ao dia.

Cães de grande porte: 3 cubos ao dia.

O que fazer em caso de envenenamento de cães e gatos?
Ossos cozidos!? Não. Saiba mais em relação ao uso dos ossos crus, carnudos ou recreativos
Atualmente não há comentários.