O segredo não é o plano, é a performance!
Recuar? Só se for para pegar impulso: carreira avante!

5-dicas-para-deixar-a-procrastinacao-de-lado-37-1241

Como combinado vamos falar de procrastinação, muitos já ouviram falar, uns só sentem os efeitos colaterais e outros já perceberam que precisam combatê-la. A procrastinação é o hábito de deixar tudo para depois, o problema que ela gera muitas consequência,  tais como: ansiedade, estresse, irritação, sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha (Post anterior). O primeiro ponto a ser avaliado é o quanto a procrastinação tem impactado negativamente a tua vida, pois ela é uma vulnerabilidade, por isso é tão importante falar dela, pois senão tratada vira uma interferência para tua excelência na performance (desempenho).

218

 

 

 

 

E essa é uma excelente época para auto avaliação, pois os resultados são sem dúvida reflexos da atuação da procrastinação sobre nós. Ao escrever esse texto, fui sendo tomada por uma sensação indescritível de vitória. Não deixar o texto para depois foi sem dúvida um exercício de coerência, aproveitei o máximo a vontade de escrever, consegui me conectar com a motivação, sobretudo com o futuro no presente. Parece difícil, mas explico, quando nossas ações de hoje são pautadas para o futuro, criamos na nossa mente a ilusão de não ser urgente, por isso passamos a escolher sempre ações que não nos tiram da zona de conforto primeiro. Então, se tiver que escolher entre ir pra praia ou escrever o seu livro, se você for um procrastinador, você escolherá ir para a praia, mesmo que tenha um sonho de ser escritor. Para escrever muitas emoções são mobilizadas: medo de não escrever bem, medo de ser rejeitado, medo de ser lido, medo de não ser lido e por aí vai. Logo, ir para praia mesmo não sendo prioritário se torna necessário, pois entra no sistema de recompensa que foi ativada pelo gatilho do medo.

Os procrastinadores são excelentes planejadores, geralmente são mais teóricos, mais complexos, mas perfeccionistas, o perigo é o alto grau de exigência consigo. Quais os profissionais que estão aptos a ajudar a trabalhar a procrastinação? Coaches, psicólogos e psiquiatras. O coach pode ajudar desde elaboração do objetivo aos desmembramentos das atividades para o atingimento dele. O coach pode desenvolver com o coachee a gestão de energia, reprogramação neural, dá ritmo as ações, monitorar o tempo em relação as ações definidas, em resumo pode ajudar na construção de novos hábitos. O psicólogo analisará de maneira mais profunda os danos em sua vida e as marcas mentais que estão sendo deixadas, quais as conexões da construção desse hábito com a tua história de vida e o que é possível reformular e trabalhar de forma cognitiva. O psiquiatra vai avaliar se o processo é fisiológico, de acordo com Douglas Dantas: “Pesquisas sobre as raízes fisiológicas da procrastinação, na sua grande maioria, focam-se no envolvimento do córtex pré-frontal. Essa área do cérebro é responsável por funções de execução cerebral como planejamento, controle de impulsos, atenção, e age como um filtro diminuindo estímulos que causam distração, que vêm de outras regiões do cérebro. Lesões ou baixa utilização dessa área podem reduzir a capacidade de uma pessoa de filtrar estímulos que causam distração, resultando em má organização, perda de atenção e aumento de procrastinação. Isso é similar ao papel do lobo pré-frontal no Transtorno do Défice de Atenção com Hiperatividade (TDAH), onde é comum a sua  subutilização. Pois bem, esses estudos  da neurociência demonstra de forma clara  a região do pré-frontal como atingida no processo de decisão  na pessoa. “

Se você já entendeu que você é um procrastinador, como então trabalhar isso? Posso te deixar algumas dicas baseadas em minha experimentação, que não é baseada na quantidade, mas sim na realidade e em leituras anteriores:

  1. Se observe quanto aos prazos, ao cumprimento de sua agenda, aos e não desmarque em hipótese alguma;
  2. Planeje sua agenda semanal e de maneira disciplinada dê baixa em cada tarefa realizada e celebre;
  3.  Procure achar prazer nas tarefas, sempre traga a sua mente para o momento presente, isso espantará a ansiedade;
  4.  Use os dias como unidade de medida, ao invés de colocar que falta um mês para uma determinada ação, faça a contagem por dias, assim traz mais realidade para seu planejamento;
  5.  Peça ajuda a amigos e profissionais citados acima, isso vai ter fortalecer e vai reconquistar sua auto confiança;
  6. Elabore pequenas tarefas para dar comandos ao seu cérebro que finalizou, assim vai construindo um novo hábito o de iniciar, desenvolver e finalizar;
  7. Remova suas distrações com os ladrões do tempo: uso das redes sociais em excesso;
  8. Defina três ações para semana, faça uma de cada vez e não coloque nenhuma outra, enquanto não realizá-las;
  9. Utilize alarmes para o gerenciamento do tempo em cada tarefa;
  10. Estabeleça a performance que você quer ter, pois quem procrastina está sempre usando sua capacidade mínima de potencial, imagine você rodando com a sua capacidade elevada.

15622184_10202643993856762_6553365884919981943_n

 

 

 

 

 

 

 

E agora a melhor pergunta: Por que deixar para o ano que vem o que você pode fazer agora?*  Que tal combatermos juntos essa tal de procrastinação? Você ainda tem 12 dias para realizar. Tenha força, coragem e se livre da culpa, lembre-se que tem o comando sobre a sua mente é você. Se eu posso você vai conseguir. Me conta como foi…

*Essa pergunta está sendo tema da campanha de marketing da ABRH Brasil para o CONARH 2017, eu achei inspiradora. Fazer a inscrição do CONARH de 2017 já pode ser um excelente começo.