Galo engole o Leão em goleada histórica na Série B – Blog do Marlon
CRB sofre derrota no Jaconi e precisa de recuperação em casa
O Renascimento Tático: O Papel dos Volantes na Reviravolta do CRB com Daniel Paulista

Fábio Alemão comemora o segundo gol do CRB: goleada historica no Rei Pelé – Foto: FRancisco Cedrim – ASCOM CRB

 

Uma vitória histórica. A tarde de domingo no Estádio Rei Pelé marcou um massacre do CRB contra o líder da Série B. O placar de 6 a 0  foi uma goleada impensável antes do confronto.

O CRB foi absoluto, jogou e não deixou o time rubro-negro jogar, mesmo ao levar em consideração os erros de escalação de Léo Conde e as dificuldades dos laterais do Vitória.

O CRB foi forte na estratégia e na execução do plano de jogo traçado pela equipe.

O resultado melhorou as possibilidades do CRB em chega ao G4 e hoje a perspectiva de brigar pelo acesso é algo concreto.

Jogo tático

 

Video mostra a superioridade do CRB no corredor central com Falcão jogando solto nas costas da linha rubro-negra

 

O jogo começou com um CRB muito forte na concentração e na atitude diante do adversário. Nas escalações, o Galo leva vantagem no setor de meio campo.

Léo Conde trazia um corredor central desprotegido com Thiago Lopes escalado para conter Hereda e Osvaldo jogando como um Falso 10 , Falcão livre todo tempo causava superioridade numérica no corredor central 3×2. Neste cenário, o CRB criava mais, era mais efetivo e deixava a impressão que o gol era questão de tempo.

E foi assim que o CRB chegou ao gol de abertura do placar aos 24 minutos com Lucas Lima. O permanecia com um melhor momento do CRB mas na reta final, em um espaço de quatro minutos, o Galo ampliou sua vantagem marcando mais dois gols e fazendo com que a vantagem passasse para 3 a 0.

Volta do intervalo ele desfez a invenção e espelhou o corredor central com dois volante um meia W.nem e dois pontas Zé hugo e Osvaldo na dele – Imagem: Marlon ARaújo – Tatical Pad

 

Para o segundo tempo, o Vitória desfez a invenção da escalação inicial e até cresceu no jogo criando um falso domínio, mas sem ter grandes oportunidades. Por sua vez, o CRB diminuiu linhas, compactou o time e iniciar as trocas voltou a ter intensidade, o que fez com após os trinta minutos, a equipe desenhasse os números finais da goleada, fazendo três gols em um intervalo de sete minutos e chegando ao impressionante placar de 6 a 0.

  • Interiorano

    Parabéns ao CRB, porém, é um resultado que raramente acontece entre duas grandes equipes! Se não estou enganado, desde o início do CRB no Campeonato Brasileiro, ele nunca aplicou um placar desses! Têm coisas no futebol, que provavelmente, só se repitam depois de muitos anos!