40º título do CSA tem ressurgimento das cinzas e simplicidade – Blog do Marlon
Irreconhecível CSA assiste Náutico dominar e decidir o jogo na etapa inicial
CRB superior mas sem transformar em gol: times não arriscaram

CSA campeão pela 40ª vez : diferença para o CRB chega a nove títulos Foto-Augsuto Olieria – ASCOM CSA

Um título é conquistado também com grandes histórias. Para ser campeão, o CSA construiu duas boas histórias. O goleiro Thiago Rodrigues defendeu dois pênaltis e ajudou com suas mãos que sua equipe tivesse vantagem e pelo menos , uma mão fosse colocada na taça. Thiago sofreu com contusões desde que chegou ao CSA.A virada veio com as duas defesa na cobrança de penalidades. Bruno Pivete ainda deve completar dez sessões de treinamentos para o time. Dentro de um desconhecimento mais aprofundado das características dos seus jogadores optou por simplificar e com isso ser um facilitador para o titutlo do time que ele comanda.

O jogo tático

As duas equipes já haviam feito um duelo na partida anterior e para o segundo jogo as novidades ficaram em relação a uma semana de trabalho e do que poderia ter de desfalque. Essa dificuldade residia em Frazan e Dellatorre. No CSA Dellatorre não veio para o jogo e com isso, Bruno Pivetti conseguiu encontrar um espaço para o Bruno Mota jogar mais a frente como centroavante e trazer Nadson para a equipe dando uma maior velocidade pelo corredor central. Já o CRB, por sua vez, Frazan não ficou fora. Roberto Fernandes surpreendeu trocando Lucão por Hyuri, um jogador que ofertava mais mobilidade, mas profundidade, pois ele se aproxima de um centroavante de velocidade em oposição a um jogador que faz mais o pivô.
O jogo se desenhava assim nas escalações, mas quando a bola rolou, o CRB tentava fazer um 4-2-4 mais o Diego Torres, camisa 10 foi deslocado para jogar como extremo direito e a mecânica do jogo passado – em que flutuavam Luidy e Calysson nas costas do volante, causando dúvidas nos laterias e Diego Torres finalizando, perdendo até um gol dentro da área – foi exterminada na ideia de jogo do seu treinador. Com 15 minutos chamava atenção que não conseguia entender como um jogador com a qualidade do Diego Torres estava marcando um lateral, dando pique, se desgastando e vindo disputar jogadas com o Victor Costa Essa foi a tônica.
O CSA fez um gol aos 26 minutos e com isso cresceu na partida. Gol de bola parada, jogada ensaiada em treinamento. Mérito na batida do Nadson e no posicionamento, no atacar da bola do jogador Bruno Mota, artilheiro do campeonato.
Diego Torres só foi devolvido ao corredor central, onde é seu melhor lugar de atuar , já no final do tempo inicial. Mas no corredor central, ele encaixou uma jogada, acionando Luidy de cabeça e o jogador do CRB só foi parado com falta. Diego Torres cobrou a falta e por muito pouco não empatou o jogo.
Achei que o Roberto Fernandes iria corrigir o erro no intervalo, mas ele manteve a mesma estrutura, só que com uma marcação mais agressiva, forçando o CSA a dar chutão e Frazan ganhando o duelo com Bruno Mota. Nisto , o CRB tem uma bola rápida e lateral, achaa o Guilherme Romão que cruza com perfeição, o Hyuri cabeceia e faz o gol de empate, logo no início do segundo tempo. O CSA sentiu o gol, mas Bruno Pivetti faz as duas primeiras mudanças trazendo novos extremos: Pimpao e Silvinho, nos lugares de Aylon e Marco Túlio. O jogo ficou mais picotado, mais parado e a partir daí vimos aquilo que estamos acostumados a ver: as equipes acionando o modo de segurança e visivelmente, até nas cobranças de tiro de meta, com mais lentidão, esperando os pênaltis. O jogo passou a ser um retrato do que vimos em relação ao campeonato alagoano: um jogo fraco, sem qualidade técnica e sem emoção.
O que faltou de emoção nos 90 minutos, neste momento brilhou a estrela de Thiago Rodrigues, que fez dus defesas e como o CSA só desperdiçou um , teve na frieza e na categoria do Silvinho, decidiu o título.
O momento vai passar e depois da euforia do título, a diretoria precisará observar as carências , a l imitação do elenco e um jogar longe de brigar por um acesso a Série A do Campeonato Brasileiro. Méritos para o presidente Rafael Tenório que conseguiu devolver a hegemonia do futebol alagoano. No CRB confesso que ainda não consegui entender a mudança de posicionamento do seu melhor jogador e visivelmente, o time não teve a mesma performance da 1ª etapa do jogo passado .

Craque do jogo: Thiago Rodrigues – Foi fundamental para a conquista do titulo azulino
Melhor treinador: Bruno Pivetti – simplificou

  • Pedro Filho

    Não são 40 títulos, são 42 com os títulos do rebaixamentos. Porque não contam? Vergonha?

    • Daniel Souza

      O choro é livre!!! Mimimi de perdedor. Parabéns por mais um vice campeonato! Quantos são? Já que gosta de história e estatísticas?

    • LUIZ R S FILHO

      Pedro Filho….quando vc falar de VERGONHA (ou falta dela) do MAIOR DE ALAGOAS…..lembre-se que seu Clube de ROTEIRO….ainda que o MAIOR DE ALAGOAS, tenha sido rebaixado (palavra que é mel na sua boca e de outros) Vcs não conseguiram nem se aproximar de conquistas na 1a divisão do ALAGOANO…..Ficam só comemorando maior n´úmero de vitórias no clássico.

      Nem quero mencionar no rol das VERGONHAS, um TÍTULO BRASILEIRO, UMA FINAL COM VICE-CAMPEONATO INTERNACIONAL.

      Como diria o André Almeida…..EITA GOTA SERENA!!!!!!

    • Sérgio

      Então são 43, tem o título nacional!!

      • AZULINO BENEDITO BENTES

        SÉRIE A PRA VC É SÓ NO X BOX/ PLAY STATION! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • AZULINO BENEDITO BENTES

      Quer quarenta quer? Vou mandar pra sua casa quarenta pra vc comer galinha guisada?? São quarenta títulos do Alagoano, 01 campeonato brasileiro da Série C. Por falar em Série C, lembra do Joinville? CSA é o único time de futebol do Nordeste que disputou uma final internacional. Aceita que dói menos. CSA é o único time de Alagoas que disputou o Campeonato Brasileiro da Série A nos pontos corridos. Aceita que dói menos e se SE FICAR PUTO É PIOR! CHORA NÃO COLEGUINHA.

      Quer quarenta? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • TIMECO SEM SOFÁ

      EXTRA, EXTRA, EXTRA! NOTÍCIA DE PRIMEIRA MÃO! O TIME SEM TORCIDA, SEM TÍTULOS, SEM EXPRESSÃO NO FUTEBOL BRASILEIRO, E QUE FOI DESMORALIZADO NO CALDEIRÃO DO HUCK (ELES NÃO TEM COPA DO NORDESTE), AGORA NÃO TEM SOFÁ. TIRARAM O SOFÁ DO CLUBE RUIM DE BOLA! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. VAI TER PULEIRO É PARA AS GALINHAS? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. TIME SEM SOFÁ, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. ABRAM UM CREDIÁRIO NAS CASAS BAHIA PARA COMPRAR SOFÁ KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Luiz Gustavo

    Diz aí, vice, fala aí

  • Carnauba

    Carniça Pedro filho. Deixa de mi mi mi e pede bença ao teu pai azulino.

  • Marcos César Sampaio de Araújo

    Como costumo dizer, o CSA é campeão de tudo, até do que não gostaria se ser. O maior de Alagoas. Quanto ao rival deveria ficar feliz, afinal tem mais vice -campeonato do que títulos, e assim a vida segue.

  • Marcos César Sampaio de Araújo

    Quanto ao jogo, é impressionante como nos últimos três clássicos o CSA teve oportunidade de resolver o placar no primeiro tempo e não fez. Após o gol neste último jogo exerceu uma pressão que deixou o CRB atônito, ao ponto de revoltar seu treinador. Para a Série B precisa de alguns reforços, como nas laterais, um meia que organize o jogo ou que pelo menos ofereça uma opção ao treinador de mudar a forma de jogar em uma partida, um substituto para o Pimpão e um centroavante para disputar com Delatorre.

  • Azulão Amigão

    Galinha foi feita pra ciscar e botar ovo.
    Se ficar putinho é pior.
    AZULÃO CAMPEÃO! 🏆🥇💙

  • AZULINO BENEDITO BENTES

    CSA, O MAIOR DE ALAGOAS. 40 TÍTULOS DO CAMPEONATO ALAGOANO. O título coroou a melhor equipe do campeonato. Melhor ataque, melhor defesa, artilheiro do campeonato e um treinador que deu um nó tático nas no CLUBE RUIM DE BOLA DE ROTEIRO. Mesmo tendo altos e baixos, o Azulão mostrou o porquê que tem o melhor elenco e ficou claro ao longo do campeonato. Isso sem falar que o CSA é sempre prejudicado pelas escolhas esdrúxulas da FAF no quesito arbitragem, entre outras coisas que eu prefiro ficar em silêncio. O CSA mostrou que está em outro patamar e com reforços pontuais, vamos brigar pelas cabeças da Série B, anotem!!! CADÊ VC, CADÊ VC, CADÊ VC. E SE FICAR PUTO É PIOR.

    PS.: IVO vou mandar pra sua casa 40 quilos de quarenta para vc comer com galinha guisada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Ivo, quer quarenta????? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Glorioso

    Azulão o Papa Títulos de Alagoas(40), entrou para o Rol da Fama dos Quarentões ganhadores de Campeonatos Estaduais no Brasil. Aí o GALINHEIRO ALAGOANO DE BEIRA ESTRADA DO ROTEIRO chora: Auau! Auau!…………….

  • Carlis

    Como o clube que faz 4 pontos a menos que o CRB , consegue ser campeão, com a palavra os gênios da FAF