Em jogo que Cabo e Lisca procuraram a vitória, CRB e América fizeram um bom jogo sem gols – Blog do Marlon
CSA vence o Vitória apresentando um manual de como jogar de maneira reativa
Vitória importante e necessária para o começo de trabalho do técnico Mozart

CRB x América: bom jogo apesar do empate sem gols – Foto: Gustavo Henrique – ASCOM CRB

CRB e América fizeram um jogo interessante, apesar de uma partida sem gols, os dois treinadores procuraram a vitória. Eles passavam o feedback para seus comandados que era para buscar o gol, a vitória, mas acabaram parando no momento ruim na hora de finalizar das duas equipes e quando acertaram os goleiros evitaram que as redes balançassem.
O CRB visivelmente apresentou um forte desgaste, uma ausência de força física após ter jogada cem minutos com um jogador a menos e com um período muito curto entre um jogo e outro, incluindo uma viajem no meio.
Apesar de tudo isso, os times mostraram um bom espetáculo em um jogo que o 0 a 0 não foi chato de ver.

O jogo tático

O princípio ofensivo de mobilidade era muito executado , Alê 11 hora era meia mais à esquerda , hora era extremo esquerdo , Marcelo Toscano9 saia da referência dos zagueiros para aparecer nas costas dos volantes enquanto que Juninho 8 surgia sempre livre atacando espaços laterais . O CRB não conseguia trocar passes e abusava de acionar corredor esquerdo com Luidy 11 através da bola longa vindo dos zagueiros , o atacante sempre dominava para retardar o ataque e a bola acabava retornando de onde saiu , nos zagueiros , que tentava atacar direto via Leo Gamalho e assim o CRB pouco assustou e o America criou algumas situações, mas não finalizava no alvo.

CRB veio para o jogo com as situações já previsíveis com Hugo no lugar de Igor Cariús e Edson Mardden no lugar de Victor Souza, mas a formatação tática e a mecânica da equipe eram as mesmas.Já o América tem no corredor central uma equipe com muita qualidade na troca de passes, na mobilidade e no momento de organização ofensiva, ALê, Zé Ricardo e Juninho participam efetivamente. Alê era meia em um segundo momento era extremo, Marcelo Toscano saia da área, tirando a referência dos zagueiros do CRB e com isso, o Coelho envolvia o CRB no primeiro tempo. Essa troca constante de posições, principalmente no corredor central, conseguiu desorganizar o sistema defensivo do Galo. Porém o América repetiu algo que vem acontecendo, ele domina, consegue construir, desorganizar o adversário, mas não tem a eficiência na hora de atacar. Isso aconteceu contra a Chapecoense.
Para ilustrar a participação dos volantes , Juninho que entrou na área em uma arrancada, fez fila, cruzou e o Hugo cortou, depois Marcelo Toscano recebeu passe de Alê dentro da área, se jogou na bola, mas finalizou por cima e por fim, em uma saída errada do Moacir, o Felipe Azevedo roubou a bola, porem bateu por fora. O América teve volume mas o goleiro Edson Mardden sequer teve trabalho e acabou não fazendo nenhuma grande defesa. A única jogada trabalhada do CRB aconteceu já no finalzinho, Hugo fatiou a bola no lado esquerdo e já no bico da área, Léo Gamalho ajeitou de cabeça, Diego Torres também de cabeça deu sequência a jogada e por fim Moacir finalizou muito mal, sem levar nenhum perigo. Era o fim do primeiro tempo.
Falava na transmissão que o CRB deixava a impressão de um desgaste após ter atuado cem minutos com um jogador a menos, ter viajado no sábado, recuperar no domingo e já jogar na segunda. Era um time que demonstrava visivelmente a ausência de força. No intervalo, o Marcelo Cabo tirou o Gum e o Luidy trazendo Pablo Dyego para fazer sua estreia e o zagueiro Xandão.

Marcelo Cabo trocou Luidy por Pablo Dyego que fez sua estreia e deixou boa impressão , cabo posicionou melhor o corredor central e com isso o Coelho não tinha mais a facilidade que existia no 1º tempo, Pablo flutuava também para receber nas costas de Zé Ricardo – Imagem: Tatical Pad – Marlon Araújo

Aquio que o CRB não fez no primeiro tempo,No segundo conseguiu fazer o goleiro do América, Matheus Cavichioli trabalhar e, olha, que ele trabalhou muito. Diego Torres bateu rente ao poste assustando o goleiro, em seguida Pablo Dyego mostrou seu cartão de visitas ao receber um passe nas costas do volante e soltar um canudo, forçando o goleiro a fazer uma grandiosa defesa. Lisca viu o crescimento do CRB e trouxe jogadores de alta velocidade, o Coelho chegou com muita velocidade e em pelo menos duas oportunidades fazendo o goleiro Edson Mardden a fazer boas intervenções. Ainda teve uma finalização do Hugo já na reta final do jogo, que o goleiro do Coelho precisou espalmar.
Craque do jogo: Reginaldo Júnior (CRB) – Foi o dono do jogo. Atua pelo lado direito, pelo lado esquerdo e foi absoluto no sistema defensivo do CRB.
Garçom: Juninho (América-MG) – Premiar um meio campista de muita versatilidade, atua como volante, meia e até lateral direito.
Melhor treinador: Marcelo Cabo (CRB ) – ajeitou o time no intervalo. Conseguiu fazer com que o goleiro do América trabalhasse na segunda etapa e as mudanças foram pelo fato dos jogadores estarem desgastados ou por tática em busca do ataque.

  • Glorioso

    O futebol é interessante, os encarnados estavam eufóricos com a campanha zombando do Glorioso Azulão que em 3 vitórias consecutivas e 2 jogos à menos já se aproxima da pontuação do galinheiro. Vamos que vamos azulão.

  • José A de Oliveira

    CRB foi prejudicado pelo cansaço da série de viagens e jogos, mas tem outro problema que deverá fazer a diferença nos próximos jogos, será a ausência do Léo Gamalho se for concretizado a transação para o exterior, CRB nos últimos anos sofre com esse problema todos os jogadores que começam a se destacar saem do clube, diferente de outros clubes que estão até melhores do que o CRB, Cuiabá, Paraná e outros clubes que tem jogadores se destacando, fenômeno estranho que sempre ocorre. CRB precisava de outro centroavante antes da saída do Léo Gamalho, agora precisará de dois. Além disso a torcida do CRB que quer ser a maior do estado, não vejo um canal de torcedores no YouTube para cobrar e elogiar quando precisa, ao contrário dos torcedores do CSA, YouTube cheio de canais de torcedores do CSA, torcida do CRB parece até uma torcida de bunda moles, era para termos a torcida cobrando da diretoria agilidade nas contratações e jogadores que resolva e não essas malas que CRB está contratando.

Deixe uma resposta Glorioso
Cancelar reply