Uma dívida que precisa ser paga – Blog do Marlon
Sócio torcedor - Apelo emocional x oferta de vantagens
Por que os jogadores desejam tanto o retorno do futebol?

Imagem do TBT com Silva – Reprodução TV Pajuçara

 

Somos uma sociedade sem memória. Esquecemos com facilidade de feitos, de conquistas. Não fomos educados para isso. No esporte o esquecimento é proporcional a emoção. Essa dívida com o passado precisa ser paga. É dentro deste  cenário que surge o TBT da bola.

O TBT é uma abreviação de Throwback Thursday, expressão em inglês que é traduzida como quinta-feira do retorno. Quando fui convidado por Daniela Sarmento para integrar o time do Balanço Geral Alagoas,  o TBT tinha como ideia o comentário em cima de uma foto ou vídeo, de algo que tivesse acontecido. Visualizei ali uma possibilidade de começar a pagar uma dívida com nomes importantes do nosso futebol.

O ponta pé inicial foi dado com Ivanildo, ponta arisco que infernizava defensores.  Essa dívida tinha juros altos a serem pagos. A partir desde ponta pé homenageamos nomes como Joãozinho Paulista e Jacozinho. Fomos de Roberto Mendes a Silva. Buscamos César e Peu. E tantos outros contando lindas, marcantes, emocionantes histórias.

Corte do TBT feito com o craque Lino – Reprodução TV Pajuçara

 

Se a sociedade, o torcedor não tem memória, os nossos clubes também não tem. O que possuímos hoje é na lembrança, nos recortes, nos arquivos de duas pessoas: o mestre Lauthenay Perdigão e Walter Luis, uma espécie de discípulo de Lauthenay. É muito pouco. Os nossos clubes não possuem esta memória, não possuem parte da sua história.

REVEJA O TBT DA BOLA COM SILVA

 

O TBT da bola trouxe orgulho, um conforto, uma emoção para tantos jogadores que ao longo de sua carreira fizeram muito pelos clubes. O quadro exibido as quintas-feiras tem a necessidade de uma grande produção. É preciso resgatar imagens, envolvemos familiares e tantas outras personalidades, como jornalistas do peso de PVC e Márcio Canuto e de ídolos como Zico que participaram do quadro.

REVEJA AQUI UM TBT DA BOLA

 

Dizem que ‘Santo de casa não faz milagre’, mas neste caso faz sim. Temos Vera Valério que tornou-se produtora e editora do quadro. Além do empenho da nossa equipe técnica. Não foram poucos os momentos que todos na Pajuçara acompanharam a emoção dos convidados nos estúdios e nos bastidores estiveram com os olhos marejados pela emoção dos homenageados. Eu mesmo, revendo alguns programas pensando neste post, confesso ter chorado com a emoção de que recebeu uma simples reconhecimento, um simples ‘muito obrigado’.

Vamos seguir, assim que tudo isso passar. Precisamos resgatar também nomes do nosso esporte amador. Toroca, Cabral, Chico do Handebol, Sônia Gouveia precisam ter seus feitos reconhecidos.

Sé é verdade que uma sociedade precisa ter memória, vamos seguir resgatando personagens, trazendo história, pagando estas dívidas, que reconheço, tem juros altos, mas que compensa na emoção de pessoas como Freitas, Jorge Siri , Eninho , Souza e de tantos outros que choram e nos fazem chorar pela simplicidade de reconhecimento de tantas alegrias proporcionadas.

 

 

  • CSA POVÃO

    Bacana demais esse quadro, Marlon.
    Concordo tbm que o CSA deixa um pouco a desejar em não homenagear esses caras que fizeram muito pelo clube

  • Luiz Gustavo

    Bela iniciativa do Blog. Creio que nosso esporte precisa desta homenagem e lembranças. Valorizando os atletas e personagens do nosso Estado. Parabéns

  • Silvio Leonardo Nunes de Oliveira

    Parabéns Marlon pela iniciativa.
    Precisamos lembrar sempre das coisas boa que aconteceram no Esporte Alagoano e principalmente dos esportistas alagoanos.

  • Pedro filho

    Jamais esquecerei como o ponta Silva, cruzava na medida para o centroavante meter pro gol.
    E o Canaviera(CRB), e o Arcanjo e o Duda(cêsiá)? Cracaços.

  • Interiorano

    Torcedor do CSE e quase da mesma idade dele, encontrei o Silva poucos dias atrás, na entrada daquela CEF que fica na Avenida Álvaro Calheiros! Reconheci o imediatamente e o cumprimentei! Grande jogador! Para mim, um dos maiores ponta esquerda do futebol alagoano e quiçá do futebol brasileiro! Grande Silva!

  • Silva

    Gostava ver o Edson,nos tempos de ponteiro acabava com qualquer defesa.

  • Luciano da Silva

    Parabéns! Há ainda outros fenomenais jogadores que fazem parte da história do futebol alagoano: Assis, Everaldo, Miranda, Índio, Anselmo, Lima, Zé preta, Chico, Ivan, Jorge siri , Carlinhos Marechal, Zezinho, Tiago, Filho…….. tantos!

  • carlos francisco de farias

    Bacana iniciativa do blog em refrescar a memória dos torcedores alagoano com nomes de craques do passado que ainda estão entre nos.Como também seria de vital importância refrescar a nossa memória com nomes de craques do nosso futebol como o de Ronaldo Brito,Roberto Meneses,Misso,dentre outros,que estão jogando no céu.

  • ivo

    Ouvir e ver essas feras da bola, me traz boas recordações. Era o ingresso bem pago.