CRB domina, mas Náutico é mais eficiente e vence a partida – Blog do Marlon
Lutar para não ser o pior entre todos
Vitória do CSA serviu para trazer tranquilidade e confiança no momento decisivo do estadual

Erik principal peça do CRB no jogo ‘um pra um’ mas teve pouco aproveitamento na finalziação da jogada – Foto: Pei Fon – TNH1

 

CRB começou o jogo tendo como principal novidade, a volta de Erik e começou com muita intensidade. O CRB aposta no duelo individual e Erik, como principal opção dentro desta característica, vencia todos os duelos, fosse com Hereda ou com Rafael Ribeiro.

Porém ao vencer não tinha qualidade no acabamento da jogada, quer seja na finalização ou na assistência para o gol. O CRB tinha o controle do jogo e o Náutico só chegava na bola parada com Jean Carlos

Até que veio o escanteio para o Náutico jogada elementar do futebol pois são colocados dois jogadores, um no poste e outro protegendo a primeira bola, mas Igor Carius e Léo Gamalho falharam, a bola passa e Leanderson faz o gol. CRB não deixou nem o Náutico gostar do momento e em uma troca de posições entre Luidy e Loguine, Luidy recebeu, chutou rasteiro, e empatou o jogo.

Mecânica do 2º gol do CRB: atenção para troca de posilções entre Longuine (10) e Luidy (7): jogada com encaixe perfeito de movimentação

Depois disto, o jogo pouco evoluiu. O CRB seguiu controlando a partida mas não conseguia ser efetivo. Erik seguia vencendo os duelos, mas não tinha qualidade no último passe, apenas alçava na área, não conseguia encontrar a assistência, servir um companheiro.

CRB voltou para o segundo tempo – novamente – controlando o jogo. Por sua vez o Náutico trabalhava apenas com a reatividade e demonstrava estar satisfeito com o empate.

O CRB fez uma troca tirando Lucas Mendes e colocando Léo Príncipe. Isto fez com que o CRB equilibrasse o corredor, pois Lucas pouco apoiava e Luidy flutuava demais.

Na primeira vez que o Léo Príncipe ultrapassou, trocou passe com Rafael Longuine, a bola foi até mais longa, mas diferente do que fazia o Erik, ele foi ao fundo e ao invés de fazer a bola por cima, procurando o Léo Gamalho, ele optou pela bola baixa, procurando quem tabelou com ele. Longuine bateu de primeira, fez o segundo gol do CRB. Esperava-se que aos 23 minutos, vencendo por 2 a 1, o CRB até baixasse as linhas e ia jogar nos espaços que o Náutico iria oferecer, principalmente nos corredores laterais, com velocidade, que o que o CRB mais gosta de fazer.

No entanto, surpreendentemente, o time baixou a linha e se livrava da bola. O CRB passou a dar bico para todo o lado, não conseguia reter mais a bola e até parecia que o jogo já estava com 45 minutos. O Náutico saiu para jogar, fez as mudanças, trouxe Jorge Henrique, que costuma a organizar, trouxe o Salatiel no lugar no apagadíssimo Kieza. Em uma jogada que não tinha feito ao longo de todo o jogo, Hereda fez fila, driblou três jogadores do CRB, serviu o Jean Carlos, o meia do Náutico é ‘protegido’ pela área, tenta finalizar, escorrega, mas encontra Jorge Henrique, que abre para o lado e já desequilibrado, bate para o gol e empata a partida: 2 a 2.

Após o empate, o CRB seguia com dificuldade e o Marcelo Cabo faz mais uma troca. Tira o Carlos Jatobá e traz o Dudu. No Santa Cruz, o Dudu chegou a jogar como meia e o técnico regatiano tenta adapta-lo a esta função. Com o Dudu ele fez um triangulo no meio, com um volante só, colocou Longuine como meia de um lado e Dudu pelo outro e ainda tinha Luidy, Erik e Léo Gamalho. Mas não funcionou.

O quer aconteceu foi que a saída de bola piorou, o CRB não chegou mais eo Náutico acreditou e saiu para o jogo. Até que o Thalisson Kelven saiu errado, Jorge Henrique dominou, avançou, chutou e Mardden faz a defesa. Era um aviso para que o CRB tivesse cuidado com a saída de bola. Dudu veio buscar uma bola como um volante, como não sabe jogar de costas, no que recebeu a bola, viu o time do Náutico roubar e já próximo da área, o Rhaldiney roubou e foi derrubado na entrada da área. Na falta, Jean Carlos bateu fraco, mas com direção surpreendeu Edson Mardden que esperava a pancada, acabou falhando no lance e o camisa 10 do Náutico fazia o terceiro gol do Timbu, o gol da vitória já aos 47 minutos. O CRB dominou 68 minutos, mas parou de jogar, viu o Náutico avançar, crescer em 25 minutos e definir o marcador, conquistando uma bela vitória aumentando suas chances de classificação. Já o CRB diminuiu em muito a possibilidade de classificar.

Craque : Jean Carlos (Náutico)

Garçon: Léo Príncipe

Melhor técnico: Gilmar Dal Pozzo e sua comissão

  • Almeida

    Copa do Brasil 2020 – 3a fase

    ☆ CRB pega Cruzeiro
    ☆ Cessiá pega o controle da TV
    kkkkkkkkkk

    • Luiz R S Filho

      ALMEIDA…… Tá adiantado vc……. comentando a derrota (mais uma ) de Roteiro antes dela acontecer…..
      Arruma outra piada, mais engraçada.

  • Pedro filho

    Seu Marlon, seu Marlon, por favor o cêsiá ainda tem chances na copa do Nordeste?

  • Albino

    Eu não acho o time do CRB ruim, está controlando bem o jogo, estou apenas preocupado com a defesa que está levando muitos gols, mas, num todo, o galo toca bem a bola e em vários momentos, sai tocando da defesa para o ataque mesmo jogando fora de Maceió. Acredito neste time que ainda vai dar muitas alegrias.

  • ivo

    Que pena, o Galo não suportou o Naútico, deu adeus em casa à copa do nordeste, mesmo o CRB , sendo superior. É vida que segue! A defesa precisa melhorar muito, anda tomando muitos gols, vamos ver contra o Cruzeiro o que fazemos, aliás, os caranguejos estão saltites com esse resultado.

    • AZULINO BEBEDOURO

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, oooooooooooooooooooooooooooooooooooooo bichinho! Que pena que o time do interior não tem torcida. ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo bichinho! Que pena o time do interior e agora ele vai levar duas lapadas bem dadas do Cruzeiro! ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo bichinho! O poderoso Naútico eliminou o fraco time do interior de Alagoas, aquele time que não tem torcida, que não tem títulos de expressão, que não tem patrimônio (o terreno de Roteiro é ARRENDADO) E QUEM ARRENDA NÃO É DONO! Essas galinhadas são umas comédias mesmo, os verdadeiros iludidos do futebol alagoano. Ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo bichinho!

  • Jr Malafaia

    Apenas uma constatação: EU TORÇO PRA UM TIME DE CORNO!!!

  • José A de Oliveira

    Incrível tantas contratações, e um time tão limitado. CRB não tem banco, todas as vezes que o treinador tira Carlos Jatobá e o Luidy o time cai assustadoramente. Erick é um ciscador pra piorar ninguém encosta nele pra ter alternativas da tabela ou driblar para abrir espaço, Leo Gamalho fraquíssimo. CRB fica na dependência de três jogadores Longuine, Luidy e Carlos Jatobá. Na verdade as duas equipes de Alagoas estão fazendo feio na Copa do Nordeste. Decepção.

  • maksu

    O time do CRB não sabe jogar com a torcida.

  • Cardoso

    Meu amigo, nem terminou o jogo do crbosta e os rosinhas de comentar o jogo comentado, pelo Marlon quê passa uma banha danada prá o maior de roteiro, eles preferem meter o pau no AZULÃO, quê ainda nem jogar, não são todos, porém eles esquecem o jogo do time, portanto eu acho que os rosinhas ainda tem muita chance de ganhar a copa do nordeste, porém sua torcida tem quê se fixar nisso, ir ao trapichão e lotar o estádio, quanto a copa do Brasil, vai pegar o Cruzeiro, onde não vai ser fácil, também não será difícil, na verdade o crbosta é mais time do quê o Cruzeiro no momento, quanto ao alagoano, o unico impercilho será o Murici, porquê no fundo no momento o AZULÃO não faz medo a ninguém, quanto a série b, bem a série b, será outra história, então esqueçam o AZULÃO, se não vocês vão perder tudo, tá ok.

  • Azul $ branco

    Infelizmente csa e crb sao duas merda. Só faz vergonha a todos os alagoanos

  • MAIOR DE ALAGOAS

    Agora no Brasil tem duas pragas: CORONAVÍRUS E REGATIANOS. Daqui a pouco desaparece os dois, todo ano é o mesmo filme, a galinhada começa bem e termina mal e os apostadores não aprende, são 107 anos de sofrimento sem ganhar nenhum campeonato de expressão. Esse timinho de Roteiro é um mero figurante nas competições, infelizmente os apostadores nunca irá ver uma conquista nacional desse timinho, o êxito da galinhada sempre será chegar na final do fraquíssimo campeonato alagoano e se vacilar esse ano não chega. RESPEITA O MAIOR PAPA TAÇA DE ALAGOAS E ÚNICO TIME DO BRASIL A CONSEGUIR 3 ACESSOS CONSECUTIVOS!

  • paulo olivio

    Nunca mais tinha visto time ruim jogar, vi o meu CRB. Pior é ter perdido para um time pior. Marcelo Cabo errou nas substituições, ferrou o meio campo do time. O que esse Léo Gamalho faz nesse time ainda? Cara é um cone e dos piores. Nesse time só tem Luidy e Longuine, talvez ainda se salve esse Erik, se um dia treinar sério e deixar apenas de correr.

  • José A de Oliveira

    Quarta-feira CRB terá seu primeiro duelo contra o Cruzeiro, tem condições de vencer o primeiro jogo? Tem se o treinador não fizer tantas burrices como tem feito desde o jogo contra o América-RN, incrível como esse treinador tem cometido erros, desde o jogo de Natal, todas as vezes que faz substituições o time caiu de rendimento. O Cruzeiro não está bem, é uma equipe que o CRB irá enfrentar mais duas vezes na série B, se usar mais a inteligência nos treinamentos e soubesse se preparar adequadamente, CRB teria condições de já sair com a Vitória de Belo Horizonte e colocar pressão nos Mineiros. Para isso precisariam terem raça, tranqüilidade nas jogadas e inteligência nas conclusões.

    • José A de Oliveira

      Acho Marcelo Cabo um excelente treinador, um dos melhores desses equipes da série B, mas tem errado muito ultimamente, principalmente quando vai fazer substituições, até parece que nada é treinado antes. Mais inteligência Marcelo Cabo, você é um grande treinador.

  • Santos

    Quem não faz leva, esse é o lema no futebol, veja bem o GALO poderia ter matado o jogo, porém perdeu muitos gols, aí o náutico na sorte ganhou o jogo, maís na verdade o quê interessa é o jogo contra o Cruzeiro na quarta feira, aí sim jogo de dois gigantes do futebol nacional, onde um simples vacilo, dará um prejuízo enorme, porém eu acredito no meu CRB, no momento é muito mais time do quê o cruzeiro e se o cruzeiro vim de azul, aí sim quê a lapada vai ser grande, tenho certeza quê será no mínimo 2×0 , digo isso porquê quando o GALO vê a camisa azul, si vai pensar quê naoseiciar algo parecido com time de futebol, aí a lapada vai ser dá desgraça prá dentro, então o segredo de ganhar do cruzeiro e conseguir a classificação é não levar gol em casa, quanto a copa do nordeste, prá nós regateanos não tem nada perdido, vamos ganhar os dois jogos quê falta e vamos nos classificar, quanto ao alagoano, esse tá fácil demais, um mamão com açúcar.

    • Luiz R S Filho

      Santos……parei de ler o texto em ….”aí sim jogo de dois gigantes do futebol nacional”……kkkkkkk ah, sim um gigante de MG e do Brasil….o outro é gigante de Roteiro…kkkkkk…

      Eita Gota Serena!!!!!!

  • Santos

    Quem tem medo do nãoseiciar, nãoseiciar, nãoseiciar, ou time ruim, aí quando eu digo quê o alagoano tá no papo, quê é um verdadeiro mamão com açúcar, aliás o GALO não era pra participar do início do alagoano, o CRB só devia entrar na final, portanto os outros clubes Zé Aruelas jogavam entre si e aquele quê ficasse em primeiro disputaria o com o CRB prá vê quem seria o campeão alagoano, além disso o time quê fosse prá final já ia ganhando de 2×0, uma vantagem boa, aí o GALO tinha quê meter no mínimo de três, porém seria fácil, fácil o GALO meter 5, 6 ou 7, tamanha é a superioridade do CRB e se não quisesse levar uma goleada não ia pra o campo, perdia por 3×0, só assim não passava vergonha.

Deixe uma resposta Cardoso
Cancelar reply