A mesma competição, mesmos problemas e com novidades – Blog do Marlon
Um na cola do outro
Investimentos fortes agitam começo de temporada em Alagoas

Vai começar o Campeonato Alagoano 2020. A maior e mais importante competição promovida pela Federação Alagoana de Futebol promete acirrar rivalidade e mexer com a emoção do torcedor.

No entanto, a competição começará com os mesmos problemas de sempre e com uma grande questão que já havia sido solucionada pela FAF e este ano tem tirado o sono do presidente Felipe Feijó.

Uma das principais conquistas da FAF foi assegurar a transmissão do Alagoano pela TV. Desde que as transmissões foram iniciadas não houve interrupção. Este ano, a FAF segue lutando para assegurar a transmissão. O desfecho ainda não aconteceu mas nos bastidores se trabalha para viabilizar o processo. Até porque o Alagoano foi comercializado pela FAF e precisará ofertar aos clientes a transmissão.

Os outros problemas são os de sempre. Estádios com condições precárias, clubes buscando inscrições de jogadores, a rodada inicial ainda sem a definição dos locais. Nenhuma novidade mas sempre é desconfortável que na semana que antecede a abertura da competição estas definições ainda não estejam devidamente equalizadas.

  • ivo

    Parece-me que falta competência na nossa federação esportiva, o comentarista diz que trata-se da mais importante competição, para no final do comentário trazer um desfecho negativo. Se é importante como não faze-la de forma organizada, será que falta tempo ou competência.Tempo nós sabemos que não é, competência talvez! Simples; contrata quem entende do assunto para organizar, um profissional da área resolve. Agora para atender a todos os caprichos dos participantes, não tem condições, fica essa bagunça, os estádios em sua maioria não atendem ao padrão Fifa, e isso não é novidade, não atendem e nem irá atender, porque não tem tem condições para tal, esperar o que de um campeonato de cartas marcada e deficitário para quem joga três meses e passa o resta do ano parado. A nossa Federação vive longe da realidade, quando digo de cartas marcada, falo da estrutura de CRB e CSA, muito afrente dos demais, foi-se o tempo que uma equipe do interior fazia frente aos grandes da capital. Vamos curtir essa bagunça, e, como se diz; Quem não tem cachorro, caça com o gato.

  • Almeida

    Os estádios não atendem nem o padrão do campeonato alagoano, quanto mais o padrão Fifa. Esse campeonato sem interesse, sem estádios, sem gramado que preste, sem motivação, sem público; enfim, sem estrutura e sem novidades, já deveria começar com a final CRB x CSA, pronto, quem ganhasse era campeão e o campeonato acabava. Simples assim!

  • Decio Pinto

    Sou favorável que todos os clubes disputasem o alagoano com o sub 23 pois seria uma disputa mais justa e o orçamento dos clubes para o campeonato seria mais igualitário.

  • Azulino

    Não dá para bancar um time de futebol pagando R$ 10,00 no valor do ingresso.
    Ainda assim, muitos torcedores não tem o dinheiro ou lhe falta mesmo a vontade de querer assi o time do seu coração.
    Os torcedores precisam “abraçar”os seus times. Literalmente.
    E, nesse quesito, parabenizo a fantástica nação azulina – que nunca abandona o nosso CSA.
    Um salve para todos que fazem o nosso azulão.

  • Luiz R S Filho

    Venho dizendo à um bom tempo, os Estaduais irão acabar. Sómente em São Paulo há condições de razoáveis pra boas de sobreviver.
    No restante do País é deficitário.
    Não há recursos para bancar os Clubes menor porte fora das Capitais.

  • Felipe M.

    Concordo com o companheiro Almeida. Está mais do que claro que essa final acontecerá novamente entre CSA x CRB. Infelizmente, nosso campeonato é muito fraco – acredito que seja mais fraco que o campeonato sergipano – deveria pelo menos fazer um campeonato só com os times do interior, e classificavam os 2 melhores que disputariam as semi – finais com CSA e CRB. Assim, seria mais atrativo e interessante.

    Avante Azulão!

  • AZULINO BEBEDOURO

    A FAF precisa de uma reengenharia profunda! Como uma federação não consegue organizar sequer o Campeonato Alagoano, que está em decadência há décadas! Todo ano é a mesma ladainha, faltam laudos dos estádios, melhores condições para os envolvidos com o esporte mais popular do mundo e o resultado final é esse. Um campeonato que não dá lucro, que não desperta interesse dos torcedores só pode mesmo não ser transmitido. Qual emissora vai querer comprar os direitos de transmissão? Qual diretor de marketing vai querer investir em um campeonato falido e sem retorno financeiro? A FAF se tornou um feudo onde uma só família manda. Está na hora de mudanças de ares. A referida federação não soube aproveitar o bom momento do CSA na Série A para faturar! Eu mesmo nem me interesso mais pelo alagoano, por mim essa budega nem existia mais! Melhor é assistir a Copa do Nordeste, esse sim é um campeonato que dá gosto de ligar a TV, com estádios cheios, com bons times e com boa audiência!!! Campeonato Alagoano não me faz falta e não me interessa, SIMPLES ASSIM!

  • Alissom Farias

    Enquanto a amadorismo,o interesse pessoal e político eleitoral estiverem intrínsecos ao comando da casa do futebol Alagoano será essa cantilena todos os anos. E enquanto setores da sociedade alagoana cruzam os braços e assistem essa bagunça nosso prazer esportivo segue fadado a ser medíocre.

  • Marcondes

    Em Alagoas não existe futebol de vergonha. S´ó existem mesmo CRB e cessiá! Antes tinha o asa, mas hoje não faz medo a ningu´ém, fora que nunca esteve um nível acima do campeonato local, então quem carrega esse estado são os dois clubes já citados.

    Um Campeonato desse não incentiva nenhum clube, não tem nada atrativo nem aos pequenos e muitos menos aos clubes que serão representantes na Série B. Os clubes grandes do estado, apenas no estado, gastam muita grana pra tentar surtir efeito nos campeonatos nacionais e regional. A FAF deveria sair da mesmice e buscar verbas para injetar nos clubes, pois só é o tal de “venha a nós”.

    Enquanto isso, não há futebol em nosso estado, e sim, dois clubes que vivem com as p´róprias pernas (através dos seus presidentes e dinheirama que ninguém sabe como os clubes irão pagar após saída de cada um).

  • Felipe M.

    A culpa disso tudo deve-se ao Csa e Crb. No mesmo instante em que os dois maiores clubes do Estado se negarem a jogar ou colocar apenas o sub-20 pra jogar, vão começar a investir no campeonato.

  • Almeida

    As imagens das condições do campo do ASA na decisão de ontem contra o CEO são deprimentes. São o exato retrato de como os dirigentes estão tratando o campeonato alagoano. Campo praticamente abandonado, mal cuidado, careca, arquibancadas sujas; enfim, um visual horrível, péssimas condições. E olha que estamos falando da 2a maior cidade do estado, que tem como seu representante um clube conhecido nacionalmente. Pior que já fazem reformas nesse estádio de futebol há pelo menos uns 3 ou 4 anos. Ainda querem que o torcedor vá ao estádio.