CSA evolui mas ainda precisa ter eficiência – Blog do Marlon
Inspirados, técnico e goleiro foram decisivos para vitória do CRB
Empate com sabor de derrota deixa CRB fora do G4

CSA pderia ter vencido a 1ª fora de casa: faltou eficiência – Foto: Matheus Pimenta – ASCOM CSA

 

CSA evoluiu? Sim. Fez um jogo interessante? Sim. Precisa evoluir? Sim.

O time mostrou um plano de jogo interessante, com força defensiva, bem compactado e com saídas, com estocadas, que poderiam ter dado a vitória ao CSA.

No entanto, falta eficiência. Em pelo menos três chances claras, o time azulino poderia ter vencido o jogo.

Quando o jogo trouxe a característica de ofertar espaço, entendi que o CSA poderia trazer um atacante de lado, mas Argel preferiu manter a ‘casinha’ fechada e acabou usando todos os volantes que tinha a disposição dentro da partida.

Se tem um melhor aproveitamento na finalização poderia ter vencido o Vasco, conseguindo a primeira vitória fora de casa e marcar o primeiro gol fora de casa, mas faltou eficiência.

O jogo tático

O CSA enfrentou o Vasco dentro daquele campeonato que ele já denominou como campeonato da permanência. Contra Vasco, Chapecoense, Fortaleza, Avaí , Fluminense , Botafogo, entre outros.

O time azulino veio para o jogo modificado, com João Carlos, pela suspensão de Jordi, com o retorno de Apodi e por um problema clínico de Ricardo Bueno, Argel trouxe Alecsandro, mais experiente, mas com menos mobilidade.

O Vasco veio com o mesmo modelo que atuou contra o Palmeiras. Maranhão buscava travar a melhor opção ofensiva vascaína que era Yago Pikachu. Talles Magno que era o homem a quebra linhas, a usar velocidade, tentar o drible, sempre buscava dialogar com Bruno César, que jogava como um falso 9, tentava flutuar nas costas dos volantes, mas não conseguia dar sequência de assistência para finalização .

CSA começou o jogo de maneira muito interessante, marcando de forma alternada , alto e médio atacando o homem da bola. Logo aos seis minutos, Apodi chuta e Fernando Miguel defende. Logo depois, Maranhão aciona Jonatan Gómez, que dentro da área, bate para nova defesa do goleiro vascaíno.

Neste panorama, até os 20 minutos, CSA estava muito bem. O Vasco marcava  distante , o time azulino tinha a bola. Jonatan Gómez e Maranhão faziam um bom primeiro tempo. Quando veio o comando do banco do Vasco para o time marcar mais alto e o time da Cruz de Malta conseguiu ser mais agressivo na marcação e até surgiram finalizações de média distância, com  Raul, Talles, Marony, mas  todas por sobre o gol de João Carlos.

No final do 1º tempo, a avaliação que o CSA começou bem, mas terminou a etapa conforme já havíamos visto: time marcava bem, tinha compactação, mas não tinha transição, não conseguia organizar para atacar. Esperava um mudança no Vasco. Seria a saída de um volante e a entrada de um meia atacante. Luxemburgo fez justamente isso. Sacou o apagado Marquinhos e trouxe Marcos Junior. Com isso, o Vasco começou o segundo tempo com uma blitz, com a entrada do Marco Júnior o time começou mais dinâmico e com o CSA marcando ainda mais baixo. Didira já não conseguia acompanhar Henrique, que inclusive subiu, cruzou e Carlinhos quase marca contra e Argel trouxe Dawhan para o jogo. Ele chegou como falso extremo e conseguiu estancar as subidas do Vasco.

O Vasco já não conseguia agredir com eficiência e surgia espaços para o CSA encaixar uma transição forte. Até que aos 26 minutos, Jonatan Gómez ganhou a bola no meio campo, avançou pelo corredor central e já na entrada da área, ele faz o passe em progressão para o Dawhan entrar sozinho como homem supresa. Ele perde a passada e ai só tira do goleiro, não consegue dar força e o zagueiro afasta.

O jogo parou por 15 minutos. A partir daí, o CSA passou a recompor o corredor central. Novamente os volantes não aguentam jogar os 90 minutos. Nilton saiu chateado muito pela adrenalina da lei do ex.Mas fez um bom jogo.

Neste momento faço uma critica ao Argel. O jogo colocava o espaço como característica. Ele poderia trazer Dawhan para o corredor central e vir com Victor Paraíba, para em uma arrancada e com velocidade tentar vencer , mas Argel preferiu assegurar o ponto, usando todos os volantes que trouxe para o jogo.

Durante a partida, o Vasco ainda reclamou uma penalidade em um toque de mão de Naldo dentro da área. Achei pênalti, não marcado pelo árbitro.

Jonatan Gómez foi o craque da partida. O garçom foi Talles Magno.

  • Antônio R.

    Eu discordo da evolução do CSA, sabe porquê, vamos lá, continua do mesmo jeito do Marcelo Cabo, sem um matador e com uma agravante, quê é a postura do técnico, errou feio nas substituições, como por exemplo, tirou Didira e tirou o Nilton, aí o CSA começou a perder a segunda bola e deixou em campo o Vitor, já cansado e com cartão amarelo aí perdeu o meio de campo prá o Vasco e tem mais o Alecsandro tá morto, parece uma barata tonta, não ataca, não defende, e olhe que o CSA teve vários contra ataque e o centroavante de brinquedo nuca chegava na área a tempo de finalizar e teve um lance de contra ataque do azulão e quem tava na área prá cabecear era o Didira, o centroavante não tinha perna prá acompanhar, num outro contra ataque, chegou o Dauan e o centroavante nuca tava na área, não deu um chute a gol, resumindo tudo isso, nas trocas erradas, deixou o Maranhão morto em campo e teve quê tirar o Vitor, também morto, porém se fosse um técnico inteligente tinha feito o seguinte, tinha deixado o Didira e Nilton e tinha tirado o Vitor, com cartão amarelo e já cansado, tinha colocado o Paraíba no lugar Maranhão e Jean Cléber no lugar do Vitor e colocava o outro jogador no lugar do não faz nada do Alecsandro e tem mais, o Vasco estar armado prá o contra ataque e ainda não aprendeu jogar no ataque, por isso levou mais de 60 minutos prá dá um chute no gol do CSA e olhando isso o técnico do CSA não percebeu as brechas que o meio de campo do Vasco deixava prá o time do CSA, se o nosso técnico fosse interligente tinha dado um sacode no Vasco e fazia o que o Bahia fez com Flamengo, só contra ataque de almanaque, porém deve salientar que lá o técnico era o Roger, aí meu amigo a diferença é abissal e porquê o Vasco deu tanto contra ataque ao CSA, sabem porque, o Luxemburgo, sabendo quê o seu time é fraco, preparou o seu time só jogar no contra ataque e quando tinha quê atacar, não sabia como e se mandava todos prá o ataque e infelizmente por o CSA ter um técnico burro o AZULÃO deixou de ganhar 3 pontos e também querer quê um jogador, quê estava na segunda divisão, na reserva, onde o time dele o São Bento tá na ribeira, lutando prá não cair, querer quê esse cidadão resolva a situação de gol no CSA, numa série A, é demais, só a diretoria amadora do CSA acredita nisso, saudações azulinas.

  • O maior de Alagoas

    Diretoria Amadora? Você é um brincante, essa diretoria tirou o CSA da lama e botou na série A, só por isso já é digna de todo reconhecimento. Lógico que falhou no planejamento pra série A, mas é normal, é um terreno novo para todos, provavelmente vai cair, mas não tenho dúvidas de que subirá de novo. Parabéns ao Rafael Tenório e toda equipe, os verdadeiros azulinos serão eternamente gratos.

  • Jr Malafaia

    Mudança na promoção do Massagueirinha.
    Em jogos do CRB, nada muda: gol do Galo é rodada de cerveja por conta da casa.
    Agora em jogos do cessiá, como o dono do bar está com muita vontade de dar cerveja, e pra ser justo com os azulinos, a rodada de cerveja é liberada se sair gol do adversário.

    Sobre a demissão do técnico do Goiás, uma fonte segura me garantiu que as duas derrotas por 6×1 (para flamídia e Santos) foram só o pretexto.
    A demissão mesmo se deu devido a derrota para a mundiça de 1×0.
    A diretoria considera que isso sim foi uma vergonha.
    É verdade esse bilhete…

  • Antônio R.

    Eu sou azulão desde de 1956, já muitas glórias do meu AZULÃO, desde os tempo da verde e saia da Ponta Grossa, junto com o Rafael e outros azulinos, passava por dentro, hoje chamada de Leste Oeste e pegava a linha do trem, muitos azulinos, todos a pé, e o quê escrevi aqui, falo também pessoalmente, porém meu amigo azulino, quando eu disse, diretoria amadora, eu quis de quê foi fácil de enganar, contratando o técnico que estava desempregado a quase um ano, ou você não sabe pesquisar, você conhece uma tal de internet, lá tem tudo e aceitou trazer jogadores de outra série, onde os clubes quê esses jogadores, muitas vezes bem na reserva ficavam e os clubes quê eles faziam partes, brincando prá não cair, é Amadora ou não é, porém meu amigo se não fosse o CSA, esse técnico de brinquedo ainda tava desempregado, digo isso, porquê, quando O Marcelo Cabo saiu do CSA, foi mesmo foi convidado por seis clubes, e já quê esse técnico é bom porquê os clubes brigaram pelo Marcelo Cabo, porquê não contrataram ele, eu amigo, quando falo, falo com base, azulino igual a mim, não existem mais hoje, são mais de 60 anos vendo alegria e tristeza, mais ainda tenho esperança por coisa boa, dessa minha vida chamada AZULÃO, minha religião e meu alimento nos dias de jogos e os últimos dias da minha vida. Saudações azulina

  • Cardoso

    Mala e faia, eu já disse, não existe nosso senhor do bom começo e sim nosso senhor do Bonfim, e tem mais, macaquinho, vestido de rosa, não olha prá o seu rabinho, prefere olhar prá os dos outros, perdeu prá um time quê veio da terceira divisão, acenda o alerta, olhe prá o seu rabinho, se não você vai terminar perdendo ele e só vai achar o bichinho em outra série.

    • Jr Malafaia

      É Malafaia junto, Zé! Sou um só. Se eu fosse dois, seria o dobro de pesadelo e zueira com vocês…
      Kkkkkkkkkkkkkkkk

  • SANTOS

    12 jogos em casa 12×3 =36+8= 44 , será muito difícil , a permanência , principalmente com esse ataque .
    jogos fora nem vou contar porque nenhuma vão ganhar salve uns empates .

  • um ALAGOANO

    Marlon o lance do possível pênalti na minha opinião não houve pois ela primeiro resvalou na perna e esse item elimina a intenção, no replay mostra em câmara lenta mostra isso.

  • José A de Oliveira

    Jogo do CRB foi no sábado e o Marlon não publicou nada do CRB.
    CRB fez um dos piores ou o pior jogo da série B até o momento, culpa? do treinador, não estudou o adversário se estudou fez tudo ao contrário que deveria fazer, onde ele tirou que o Ewerton Pascoa faz a função que tentou fazer? Cuiabá colocava todos os jogadores atrás da linha da bola quando roubava saia em velocidade pegava o CRB correndo atrás, da forma como CRB jogou passaria três partida e não furava a retranca do Cuiabá que a todo tempo se atiravam na bola.
    Quero saber qual providência que a diretoria do CRB tomou no episódio Wiliam Barbio e Victor Ramos, no minímo tem que exigir que o Wiliam Barbio peça desculpa ao companheiro o correto seria a dispensa. Se a diretoria nada fez, mostra a inoperância dessa diretoria.
    Com relação ao goleiro Fernando Henrique, se eu fosse da diretoria chamaria ele agradeceria as duas partidas que fez e dispensaria, contraria outro goleiro.

    • Luiz R S Filho

      JOSÉ A. OLIVEIRA…….faltou vc registrar no seu comentário o CADÊ VOCÊ do Leandro Souza na saída pro vestiário no final da partida…..o Zagueiro Campeão Brasileiro na Série C, Vice- Campeão Brasileiro da Série B e Bi-Campeão Alagoano……lembra dele?????

      • Jr Malafaia

        Tem umas coisas que azulino cria pra zoar regatiano que só torcedor do CRB tabacudo pra pegar ar…
        Por exemplo: essa idiotice de “cadê você”. Inventaram isso no ano que o CRB foi campeão em cima do mangue e os jogadores do CRB suaram fazendo o tal do binóculo.
        Ou seja: inventaram uma zueira pra gente zuar vocês.
        Se eu fosse azulino (Deus me livre), arquivaria essa zueira.
        Outra: chamar de galinha.
        Só um regatiano muito desinformado e seboso pra ter raiva disso.
        O mascote do CRB é um passarinho chamado Galo de Campina. Nada tem haver com os galináceos.
        E mais nova: o tal do roteirense. Primeiro: o CT é na Barra de São Miguel.
        Segundo: a sede do clube continua sendo em Maceió. O endereço oficial é na capital.
        Terceiro: vários clubes do país tem seus CTs fora da cidade sede, mas dentro da região metropolitana. Mas explicar geografia pra analfabeto é tempo perdido…
        O CT do Atlético MG, a Cidade do Galo, não fica em BH, e sim, em Vespasiano, só pra citar um exemplo

        • ivo

          Jr Malafaia, tem um ponto que discordo do seu comentário, Galo de Campina tem muito a ver com os galináceos, sabe o que : PENA, isso que tenho muito da marujada lanterneira…Bola pra frente, já são 23 pontos, esse tonto que não conhece o Bom Fim, deve tá mordendo a fronha.

  • Luiz Carlos

    Leandrão mandou lembranças ao pessoal do Roteiro, aquele abraço….