A estratégia que começou com a Ponte e só terminará contra o Paysandu – Blog do Marlon
Punição pedagógica atingiu quem já aprendeu
CSA vence, chega aos 50 pontos, segue firme pelo acesso e dá uma ajudinha ao CRB

Não ouvimos isto do técnico Roberto Fernandes mas ficou claro que o CRB optou por ter força total, escolheu preservar jogadores titulares para o confronto direto contra o Paysandu. Em recente entrevista coletiva, o treinador do CRB já havia falado da importância deste confronto direto.

Com jogadores poupados, o CRB deu a sinalização que está  jogando com ‘todas as armas’ que tem, mas caso não consiga vencer o Papão, já na terça-feira, Roberto Fernandes deverá ser bastante questionado.

A equipe fez um primeiro tempo sem sofrer sustos, apenas em uma bola a Ponte chegou, mas no segundo tempo quando mudou a estratégia, não teve forças para segurar a Ponte.

No confronto nesta 30ª rodada, o CRB poderia ter saido do Z4 até com um empate, visto que os resultados foram excelentes. Mesmo com a derrota, a rodada foi excelente para o CRB. Não houve clubes que venceram e com isso, não conseguiram desgarrar, não abriram vantagem.

Mas é imperioso que o time vença jogos e diminua a necessidade de aproveitamento, visto que, o CRB está entrando na casa da somente garantir permanência se atingir mais de 50% de aproveitamento.

O Jogo tático

Roberto Fernandes deixou claro que ele poupou os jogadores para o confronto direto contra o Paysandu. Nesta condição, o time veio com uma proposta diferente

Quando a bola rolou, sem a posse de bola, o time fazia uma linha de cinco, com os alas recompondo com os três zagueiros. O time variava com outra linha de quatro e Diego Rosa a frente ou com três marcando com Rosa e Menezes jogando em linha.

Desta maneira, o time conseguiu controlar o jogo e surpeender a Ponte Preta. A linha de cinco tinha como objetivo bater os alas do CRB (Ratinho e Renato Carioca) com os laterais de Ponte, que são bastante agudos. Os extremos da Ponte eram marcados pelos zagueiros dos lados, visto que Lazaro jogava centralizado. Com isso, o CRB ficou consistente, compacto e não sofreu sustos. Em todo o primeiro tempo apenas em uma falha individual do Lazaro , que deixou a bola bater no terrreno, a bola ganhou velocidade com o gramado molhado e André Luiz quase marcou.

O primeiro tempo ficou claro que o CRB não vinha jogar, tinha como objetivo marcar e não deixar a Ponte jogar, tentando uma bola no contra ataque. Mas Felipe Menezes era muito lento, Diego Rosa e Willians Santana flutuava. Com a bola, o CRB avança os laterais, que ficavam ao lado dos volantes e o CRB passava a jogar no 3-4-3.

No segundo tempo, esperava os treinadores fazendo a leitura do que aconteceu para buscar possiveis mudanças. Esperava que Gilson Kleina tentasse algo para sair do nó tático aplicado por Roberto Fernandes. Logo de cara, Kleina veio modelado para quem enfrenta uma equipe com linha de três zagueiros: tira um meia, põe mais um atacante e com isso tira a sobra dos zagueiros. Saiu o Thiago Real e veio o atacante Roberto. A resposta do CRB foi desfazer a linha de três zagueiros, trazendo Everton Sena para fazer a lateral direita, Ratinho foi empurrado para mais a frente, Rafael Carioca também foi jogar como lateral. A intenção de Fernandes era ganhar o meio campo, mas foi um engano.

A Ponte definitamente matou as pretensões do CRB quando, Kleina tirou Hyuri, trazendo André Luis para jogar pelo lado do campo, lugar onde ele mais rende e colocou Junior Santos para jogar de centro-avante, o vice-artilheiro da equipe.

Depois disto, a Ponte dominou por completo. Até que em um escanteio no primeiro pau, André Luis desviou para o gol e garantiu a vantagem para Macaca. Este foi o gol da vitória. No final, o CRB ainda tentou um 4-2-4 e teve uma chance clara, com Elias.

Para cobrar uma ‘fatura’ de Roberto Fernandes precisamos esperar o jogo de terça-feira e ver se preservar boa parte do time titular para o confronto direto contra o Paysandu vai surtir efeito.

André Luis foi o craque do jogo. O garçom foi Lucas Mineiro e Ivan foi o melhor goleiro.

  • Emerson

    Caixão e vela preta pra galinhada!

    ⚰️🕯🐔

  • Antônio R.

    Esse timeco nunca foi uma galinha e sim uma franguinha.

  • Cardoso

    Cadê os rosinhas, não falam nada, cala tá, calada vai ficar, agora quando o AZULÃO joga, aí vem um monte retardado rosinha comentar o jogo do AZULÃO, não é seu Almeida e agora, comenta a porcaria do teu time, ou jogo ruim, dormi o jogo todo e tem mais, ou galinhada de sorte era prá ser quatro a zero, penalidade quê o juiz não deu e três bolas na trave, vai ser ruim na Coréia.

  • Miral

    Marlon, com todo respeito, acho que o seu comentário poderia ser mais resumido. Tipo assim: “CRB – jogou como sempre, levou gol no segundo tempo como sempre; perdeu como sempre (para a Ponte Preta, um time que não vencia há 8 jogos); permanece na zona de rebaixamento, como sempre neste campeonato.
    Existe algo mais previsível que o CRB na Série B desse ano?

  • Maior Campeão de Alagoas

    Não sei o que é melhor, os jogadores do crb ou a estratégia do técnico, jogou no lixo pontos contra a ponte pressionada a 8 jogos sem vencer, pra tentar ganhar do Paysandu que vai dar o sangue no jogo de terça. crb se afundando cada vez mais.

  • José A de Oliveira

    Não tem mais o que comentar, os torcedores já fizeram tudo que poderia ter feito, mais essa equipe é péssima, não reage perde gols incriveis e toma gols bobos, jogador como esse Diego Rosa não era mais para está no CRB, desde Júnior Rocha que eu pedia, coloca esse goleiro no banco, entrou e saiu treinador ninguém colocou, porque eu pedia? ele é um bom goleiro não costuma levar frangos mais leva gols faceis em momentos importantes do jogo e precisava ir para o banco por alguns jogos para descansar e recuperar a confiança, para completar não tem estrela, foi titular da Ponte Preta e a macaca foi rebaixada para série B, foi titular pelo CRB no Alagoano e o CRB perdeu o título depois de varios anos, continua titular e está sendo rebaixado para série C, agora nem adianta mais mudar, time todo é muito ruim estão sem confiança e não consegue reagir. Eles vão terminar a competição mudar para outras equipes e nós torcedores com nossa camisa vamos para terceira divisão.

  • Olympio

    SE FICAR PUTO É PIOR. RSRSRSRS…