O desempenho apareceu, mas não foi correspondido com resultado – Blog do Marlon
O prejuízo de uma 2ª derrota seguida no momento decisivo
Necessidade de vitória na estreia da ‘última’ cartada da direção do CRB

CRB fica no empate com Coritiba: bom desempenho e resultado não  satisfatório – Foto: Pei Fon – TNH1

 

Gostei do que vi. O CRB apresentou uma mudança de postura, uma atitude diferente, um vasto repertório do time comandado por Roberto Fonseca.

A evolução foi latente. Faltou competência na hora de finalizar, se tivesse um pouco mais de precisão, o CRB estaria comemorando uma grande vitória. O futebol apresentado –  as chances criadas, foram 26 ao longo do jogo, mas apenas seis corretas -, traz uma esperança maior do CRB conseguir sua permanência.

Crb do 1º tempo ainda no modelo anterior do Doriva o 4-2-3-1 , apenas com Iago atuando onde ele rende mais pelo corredor esquerdo e W.santana pelo lado direito. Observe que tem dois volantes na contenção jogando lado a lado , Claudinei e L.Otavio – Imagem: tatical pad – Marlon Araújo

 

O time começou o jogo modelado na mesma formação de Doriva, no 4-2-3-1 mas na volta para o segundo tempo, o time tinha um 4-3-3, com apenas um volante e com dois meias e três atacantes.

Mais uma vez o time não venceu perto do seu torcedor, mas acabou sendo aplaudido pelo futebol apresentado, pela intensidade implementada. No entanto, em relação ao resultado, o CRB segue na zona de rebaixamento e agora precisa de um aproveitamento minimo de 50% para se manter, aproveitamento este, que será o índice necessário para as equipes da parte de cima da tabela que vão buscar o acesso.

Surgiu uma luz no fim do túnel, mas o caminho a ser percorrido neste túnel ainda é muito sinuoso, muito difícil de ser percorrido.

O jogo tático

 

 

Um grande jogo de futebol que iniciou muito aberto.

Crb no 2º tempo no modelo de jogo que Roberto Fernandes prefere o 4-3-3 com apenas um Volante centralizado CLAUDINEI e dois meias de criação à frente, Renan e W.Santana . Time teve alta intensidade e chegou ao empate , finalizou 26 vezes apenas 6 na direção do gol sendo 3 na trave e um gol – Imagem: tatical pad – Marlon Araújo

Argel blefou nas notícias pré-jogo que viria com três volantes, mas o treinador espelhou o jogo do CRB no 4-2-3-1. O Coritiba não conseguia encaixar a marcação no corredor direito do CRB com Edson Ratinho e Willians Santana e isso fez com que o CRB começasse muito forte, até mesmo de maneira arrasadora, empurrando o Coritiba para o seu campo.

Isso fez com que o CRB criasse diversas chances, teve duas bolas na trave, uma com Rafael Costa e outra com Renan Oliveira, além de pelo menos duas finalizações com muito perigo de Iago.

Mas veio a jogada fatal do Coxa: escanteio. Rafael Lima é o homem a ser marcado. Jogador muito forte, que ataca a bola. Ninguém marcou, ele subiu sozinho, cabeceou com muita violência, a bola bateu no travessão e caiu dentro do gol.

Mas o time não sentiu o gol, continuou com ímpeto ofensivo e até teve oportunidade de empatar.

No intervalo começou a aparecer o trabalho de Roberto Fernandes. A principal mudança no 1º tempo foi a colocação de Iago jogando no corredor esquerdo, onde ele rende mais. Na volta para o 2º tempo, ele começou a fazer o que havia prometido: usar o time no 4-3-3, mas com a formatação de apenas um volante, centralizado, e com dois meias. Tirou Edson Ratinho e trouxe Luiz Otávio para a lateral, com Mazola sendo a novidade.

O time foi absoluto, martelou até conseguir o empate. Até que Renan Oliveira criou a situação de um drible, finalizou na trave e no rebote, Mazola finalizou de primeira para o fundo do gol, trazendo justiça para o marcador.

O CRB seguiu buscando a virada, mas sem a mesma intensidade. Como tinha apenas um volante ficou um pouco mais exposto ao contra-ataque e em pelo menos duas oportunidades, o Coritiba incomodou, principalmente em uma linda finalização de Chiquinho e uma defesa excepcional do goleiro João Carlos.

Craque da partida foi Iago. O garçom foi Renan Oliveira e o melhor técnico foi Roberto Fernandes. A arbitragem é um caso à parte. Os dois lances, Willians Santana e É um árbitro que adora aparecer, foi covarde em não dar cinco minutos de acréscimos, árbitro que torce para um empate no jogo.

  • JPC

    Começaram as obras no Roteirão para a disputa da série C de 2019.

  • Alexandre

    Crb , vai mudar de nome agora é CRC.kkkkk

  • George Amorim

    A essa altura do campeonato o rendimento é o de menos, o time precisa vencer a situação é delicada demais. A sequência de jogos é dura mas ainda acredito em uma recuperação. Felizmente(ou infelizmente) o CRB é acostumado com essa briga contra o rebaixamento em suas participações na série B, então como alagoano e regatiano só me resta acreditar em uma recuperação na base da superação.

  • Gedson santos

    Muitos chutes de longe e nenhum atacante q chamw a responsabilidade de ir até o gol no drible e encarar o goleiro cara a cara pra meter no gol ………. e Neto baiano ja deu o q tinha dar e sempre foi bem pago pelos gols q fez e tomara q não faça falta nessa nova empreiteira de fim de campeonato e querendo ser o herói do crb

  • Gedson santos

    Aleluia mazola fez um gol

  • Vinícius

    Jogadores como Bruno Paulo e Rafael Cosa nem deveriam estar jogando no CRB mais. O time jogou bem, mas como sempre, pecou nas inúmeras finalizações. Evolução foi nítida, o técnico já deu uma nova cara ao time. Vamos com tudo pra cima do CSA e sair desse Z4! #AvanteCRB!

  • Alves

    Infelizmente tenho que salientar que a arbitragem influenciou no resultado em alguns momentos da partida conseguindo brecar os ânimos do crb mais faz parte e também um lance de penalti claro que não foi assinalado. mais houve uma evolução pelo futebol apresentado merecia sim a vitória se não fosse mais uma vez a determinação do goleiro de ser decisivo no momento certo! a bola foi difícil mais no movimento se nota que ele poderia alcançar a bola desviar para fora mais sempre o crb toma um gol sempre porque alguém não foi voluntarioso em um momento decisivo. mais estão todos de parabéns!!

  • Miral

    Acabou. Time continua sem vencer em casa (fora é pior ainda), e a lanterna tá logo ali. Fim merecido para um elenco tão medíocre.

  • Antônio R.

    Eu avisei, com esse goleirinho o AZULÃO vai ficar marcando passo, o cara é um péssimo goleiro, no gol do Guarani a bola era dele, aí ele deu aquele pulinho, não chegou na bola, resultado um a zero e quase leva outro, portanto, ou o AZULÃO muda de goleiro ou vai dá adeus o acesso.
    Na realidade prá mim esse mão de alface devia ir jogar no Jaciobá.

  • Cardoso

    Goleiro ruim da desgraça a bola que vai entra, mão de alface da desgraça, esse goleirinho tá acabando com o sonho do AZULÃO, desse jeito o AZULÃO vai ficar marcando passo, essa desgraça de goleiro levou em todas às partidas que participou e se chutar três duas entram é ruim demais, mais a culpa é do Marcelo Cabo e será que o Mota é pior do que ele, mais é bom que se diga o Mota tem crédito na casa e não está desgraça de goleiro tem o quê, raiva da torcida e queimando o acesso do AZULÃO.

    • Azulino

      Se o goleiro do csa não produz, veja quantos jogos o crb perdeu por um gol e de quem é a culpa? do goleiro! como o empate com o coritiba, era só fazer a parte dele pular e tentar alcançar a bola porque a bola do gol não foi forte, simplesmente ele achou que ia pra fora. é muito frio não tem explosão.

  • Sampaio

    O time já conseguiu a meta, agora relaxou!

  • Antônio R.

    Com um goleiro desse, jamais o AZULÃO vai empatar em 0x0, ele sempre leva gol, aí o AZULÃO não faz golel e perde o jogo, ou goleiro ruim prá chamar gol,pede prá sair praga ruim e vai embora, não tem uma partida quê esse cidadão não leve um gol e qualquer bola quê é um Deus nos acuda, mão de alface vai embora.

  • Gedson santos

    Pronto agora JÁ tem uma desculpa antecipada se caso e com certeza não conseguir o acesso. ….. foi culpa do GOLEIRO

  • Lopes

    Nem os Regatas Desce, Nem os Marujos Sobem. Esse sim é o Futebol Alagoano. O restante é Blá Blá Blá Blá Blá Blá….

  • Azulino

    O meu CSA está perdendo o fôlego.

    Pelo menos conseguimos os pontos necessários para a permanência na Série B de 2019.

    O time mostrou nos jogos contra o Vila Nova e Guarani que não vamos subir para a Série A.

    A empolgação foi boa enquanto durou…

    Infelizmente perde todos nós: CSA (caso não consiga o acesso) e o CRB (caso não permaneça na Série B) e a
    nossa Alagoas.

    Triste.

    • ivo

      É isso mesmo azulino, nós não temos equipes com formação de base, ninguém valoriza os garotos da terra, preferem trazer os medalhões de lata de fora, sem compromisso com a nossa gente. Se não vejamos: quantos jogadores da base tem em CRB e CSA, jogando? Pra que então manter uma base, só pra gastar? Falta visão profissional em nossos maiores clubes, terminar uma competição desse nível sem apresentar nenhuma promessa de revelação, viu apenas a banda passar. Espero que um dia o Capitão Marlon, faça uma matéria a respeito das nossas bases, já que a impressa só comenta desses pernas de pau que vem aqui só pra desfrutar das nossas belezas , ganhar um bom salário e receber em dia. É sombra e água fresca, só de vez em quando a torcida fez uma pequena pressão, mas fica por isso mesmo. A nossa impressa alienada aos caprichos dos mandatários do futebol alagoano, fica completamente omissa, esquece da nossa história, de quantos craques que saíram daqui pra nos representar. O último deles foi Peu, e isso já faz muito tempo! Eu não falo desses meninos que saíram sem vestir a camisa de CRB e CSA, sem disputar um cl´assico sequer, esses foram vendidos por merreca e verdes. Você aí que fica falando asneira como torcedor precisava assistir um CSA/CRB, com jogadores como: Zé Preta, Soareste, Jorge Siri, Peu- Rberto Menezes, Silva,Roberval, Joazinho Paulista, apesar do nome,foi revelado aqui e tantos outros, amigos, os caras amavam esses clubes, e nem ganhavam tanto, talvez essa seja a diferença.

  • Cardoso

    Ainda dá, só é o goleiro Frigeri voltar e a confiança chega, eu fui goleiro do juvenil do Guarani do Poço nos anos 70 e aquelas três bolas quê foram gols, duas contra o Vila Nova e a de ontem contra o Guarani e digo quê todas ela são defensaves, ele falhou feio em todas três. O primeiro ele devia ter antecipado, o segundo a defesa seria com os pés e terceiro seria um voo e esmurrar a bola prá o meio do campo. Ele falhou nos três gols e com isso o AZULÃO perdeu duas partidas e caiu para o terceiro lugar, mais ainda falta tempo.

  • José A de Oliveira

    Bom pelo menos o CRB teve raça, continuam intranquilos nas finalizações, Rafael Costa está intranquilo demais aquela bola perdida que foi ganha na raça ele sozinho chutou e bateu na trave, ele perdeu porque não tem tranquilidade mesmo tentando ter, é difícil para um centroavante que sabe fazer gol tendo chances e passar uma série B todinha e não marcar um gol, mais exitem técnicas para ele sair dessa situação de intranquilidade. O gol do Coritiba a cabeçada foi bem colocada mais não foi com força, era uma bola defensável a maioria dos goleiros que estão no G4 ou mesmo Édson Madden se viesse jogando defenderia aquela bola, mais para um goleiro cansado é mais difícil. Faltam dez jogos, cinco em casa e cinco fora, é preciso vencer em casa e buscar pontos fora também, afinal são onze contra onze é só continuar com essa raça os gols e vitórias vão sair.

Deixe uma resposta José A de Oliveira
Cancelar reply