O fim da arrogante Era Mazola com um resultado previsível – Blog do Marlon
Calma! Foi apenas o 1º quilômetro; A estrada tem 38
Nunca a Série B gerou tanta expectativa

Mazola não é mais técnico do CRB – Foto: Pei Fon – TNH!- Arquivo

 

Mazola Júnior não é mais técnico do CRB. A sequência de resultados e a pressão do torcedor  determinaram a demissão do treinador .

A perda do campeonato para o CSA ascendeu o estopim da bomba. Pós derrota os questionamentos se multiplicaram e até o próprio presidente Marcos Barbosa chamou a responsabilidade para si, pedindo ao torcedor para lhe dar um crédito de confiança.

Mas a decretação da queda de Mazola aconteceu no jogo que marcou a estreia da equipe do CRB na Série B. A derrota por 2 a 0 para o Oeste foi um retrato do CRB nesta temporada: um time sem um plano tático fixo, escolhas equivocadas, trocas erradas e as mesmas características apresentadas desde o início da temporada: pouco poder de contenção, time espaçado, equipe reativa mas sem poder de fogo para atacar.

Estas sinalizações foram dadas em uma fase com adversários, que incomodavam, mas não tinham força para definir os jogos em seu favor. O ‘futebol de resultado’ funcionou nesta época.  Aliás é preciso ser justo: os números de Mazola neste ano são muito positivos. Metas foram atingidas e aproveitamento na temporada, notadamente no Alagoano, é um dos  melhores nos últimos dez anos.

Mas existe uma diferença entre resultado e desempenho, diferença esta que alertei, fiz observações, mas com os ‘resultados’, poucos foram os que enxergaram que a conta iria chegar. Em jogos ou competições de alta performance, resultado e desempenho são aliados e precisam estar absolutamente juntos, caso contrário, a conta chega.

O jogo tático

Oeste vence CRB na estreia da Série B por 2 a 0 : resultado previsível – Foto: Jefferson Vieira-Oeste FC

 

A derrota do CRB para o Oeste mostrou o time regatiano previsível, dentro do padrão esperado. Mazola não mudou o jeito de jogar: uma linha de quatro, dois volantes em linha, uma linha de três ou linha média, com um outro volante fazendo um extremo, um meia atacante que ainda não rendeu pelo lado ou jogando centralizado e um outro extremo reestreado e um atacante referência, pouco participativo do jogo. Estava na cara que o Galo enfrentaria dificuldades. Roberto Cavalo espelhou o Oeste, mas com mobilidade, deslocamentos, velocidade, participação dos volantes no momento ofensivo e laterais intensos nos dois corredores.

Nos cinco primeiro minutos, o time paulista quase abre o marcador. O CRB melhorou seu posicionamento e se não tinha força ofensiva, pelo menos estancou as investidas do adversário.

Mas em uma infelicidade de Ayrton, escorregou em um lançamento longo, o Oeste aproveitou o espaço dado e construiu a jogada que Carlinhos finalizou para defesa parcial de João Carlos e no rebote, Bruno Lopes mandou para a rede.

No último lance do tempo inicial, Ayrton construiu a melhor jogada: ofertando uma assistência perfeita, para Diego Rosa quase empatar.

O time regatiano voltou para o segundo tempo com a marcação mais alta, com Neto buscando o jogo, mas sem compactação ofensiva e o pior deixando espaços generosos para um time que joga com velocidade.

O segundo gol do Oeste mostra que algo está errado no posicionamento do time regatiano. Com três volantes em campo, o jovem Pedrinho rasgou toda a defesa do CRB, vindo pelo corredor central e entrando pelo lado esquerdo da defesa, levou sorte na jogada feita em cima de dois jogadores do CRB e tocou com qualidade para fazer 2 a 0.

Depois disto, os dois times tiveram mais espaço e forçaram os goleiros a terem uma noite de grandes defesas. Tadeu (1-Oeste) e João Carlos (1-CRB) garantiram o placar sem novas alterações: Oeste 2 a 0.

  • Jotavece

    Realmente,a arrogância derrubou o Mazola, sou regatiano mas estava decepcionado com o treinador, antes admirava-o, porém ficou muito arrogante e me lembrou outro treinador: CUCA. Os mesmos defeitos de comportamento, para mim, ele é um “cuca pequeno”

  • Adeildo Santos

    Oliveira canidé !!!!!!!!!!!!

  • Ronaldo

    com: marcio passos, willian fernandes, claudinei, leilson, rafael bastos, marcão e willian santana o CRB cai pra série C, série D e……anotem aí.

    • Acorda Alagoas

      Falou tudo. São jogadores de nível bastante duvidoso pra uma acirrada série B.

  • Silvio

    Arrogante eu sempre achei que o Mazola é, mas competência também tem. Triste, Marlon, é vê um comentarista como vc altamente parcial que no início do texto entra em contradição várias vezes.Acho que nem dormiu hoje pra fazer esse texto

  • Lucianno

    Mazola faz sempre o óbvio, nunca sai do 4.3.3, as substituicoes sal sempre 6 por meia duzia, jogo a base do chutao, volantes que não ultrapassam, atacantes solitários e o velho esquema de cruzar na área. Nao a toa que os garçons sempre são os laterais ou ratinho. Marlon, 90% da torcida não concordava com Mazola, todos reclamavam nas arquibancadas, infelizmente ele tem mto crédito com os dirigentes, pois, sempre os exaltam nas rádios. No mais, já foi tarde!!! Ah, ja ia esquecendo, ainda mandou o torcedor tomar no c* ontem na arena barueri. Preste atenção nos melhores momentos – min 3.

  • Silvio Mario

    Espero que o CRB nao pense que serie B seja tapete pra treinadores e jogadores velhos…é hora de contratar jogadores jovens e com velocidade e trazer com urgencia um meia que saiba cadenciar o jogo e fazer com que os atacantes fiquem em condiçao de definir.Tchau Mazola.

  • Filipe

    Penso que no futebol atual não há mais espaço para volantes que só dentroem. Os volantes devem aparecer para jogar, elemento surpresa.
    Williams Fernandes nem é sombra do jogador que já foi um dia. Deveria ter sido desligado.

    Tinga deveria ser escalado de segundo volante. Aí sim sua característica individual iria aparecer, e não como ponta direita.

    Mazola cai porque não evoluiu. Morre com suas convicções. Deveria mesmo aproveitar e se reciclar: curso na CBF, Europa…

    Espero que o próximo treinador tenha uma filosofia mais atual. E que não seja tão teimoso com suas convicções.

  • José A de Oliveira

    Respeito o trabalho do Mazola, mais não tinha como continuar no comando técnico do galo, acertou a diretoria, alguns diziam que ele era o melhor treinador que passou no CRB nos últimos tempo, problema é que o CRB só tem contratado treinador fraco nos últimos tempo, não contrata um treinador de Ponta acostumado a ganhar títulos e subir às equipes na série B, Mazola tem sido o menos ruim suficiente apenas para evitar o rebaixamento, além, todos esses anos na série B os jogadores contratados são quase todos fracos, jogadores que tem dificuldades até de dominar a bola, aí junta treinador fraco é jogadores burros que não rende e se deixam dominar, fica difícil quando no outro lado tem treinador e jogadores inteligentes.

  • Diego Maradona

    Não deveria nem ter sido contratado, Dado Cavalcanti é muito melhor.
    Agora só falta sair o Presidente.

  • Carlos André

    Desde de o início do alagoano que já comentávamos que mesmo vencendo, o galo não convencia. Acredito que o time também não ajuda. É verdade que alguns podem dá um pouco mais e quem sabe evoluir seu futebol. No entanto, existem jogadores que o Mazola usava como titulares, isso do meio pra frente, que são muito fracos. Eu já comentava que os dois jogos contra o CSA foram ganhos não pela qualidade do CRB, mas sim pela incompetência do azulão. A partir do momento que o galo saísse atrás do placar, não iria ter poder de reação.
    Em fim, Mazola saiu, porém será necessário trazer um cara pra ser dono do meio campo. Aí sim, o galo vai brigar por coisas melhores na série B.

  • CARLOS FRANCISCO DE FARIAS

    Como torcedor,entendo que o técnico Mazola deveria ter sido dispensado desde aquela derrota do galo no campeonato alagoano para o dimensão saúde.Já foi tarde!

  • NECO FERREIRA

    Vejam os senhores, quando um homem não avança e nem inova em sua profissão, exemplo é o Maxila, que tinha como assistente o João Brigado, esse evoluiu e é treinador da Ponte Preta,enquanto o Maxila… A direção esperou demais, os motivos eram óbvios.

  • ivo

    Pára com isso José de Oliveira, quando o csa perdeu a primeira partida, meio time não ficaria. bastou ganhar o campeonato, tem o melhor técnico e os jogadores mais inteligentes. Você acompanha futebol a muito tempo e sai com uma perola dessas. Parece que você e o Capitão analisam futebol jogado na lua. Dizer que o Mazola, tem um esquema previsível, eu concordo, mas esse ano o Crb lucrou muito com esse esquema, no alagoana, copa do Brasil e Copa do Nordeste, fomos melhores, apenas no alagoano em uma partida perdeu o campeonato, diga-se, com a melhor campanha, sejamos justos. O capitão Marlon, treinou o csa em uma época, durou muito pouco tempo, apesar da sua inteligência e capacidade, comentar é uma coisa, ir pras quatro linhas é outra, cada treinador aposta no seu trabalho, nas suas convicções, assim também como os comentaristas do futebol, se todos pensassem a mesma coisa e comentassem igual o futebol seria muito chato, talvez nem tivesse publico para assisti-lo. Um abraço aos comentaristas dos últimos minutos.

  • um ALAGOANO

    Realmente o mazola foi um desastre e até acho que após a reciclagem dele no curso da CBF ele piorou sua condição de técnico de futebol, sem planejamento tático, o time sem saída de bola, sem uma jogada sequer trabalhada ou seja um fiasco, mas como era o queridinho do presidente e o elogiava bastante então ficava no comando.

  • Raphael

    Mazola é um excelente técnico, mas futebol é assim mesmo. Essa “imprensa” vibra ao levar negatividade a tudo que é relacionado ao CRB. Como nosso técnico iria dar valor a um pessoal desses, como este blogueiro? CRB levou o nome de Alagoas sozinho por décadas, merece mais respeito. Se o técnico tem o perfil mais reservado, a imprensa deveria respeitar, mas queimar constantemente o filme do treinador. Notícia ruim vende mais!

  • lindomar

    Marlon, não gostei do texto e dos comentários, texto truncado e comentários que você fala e ao mesmo tempo apaga o que disse, sobre o Mazola.

  • Campeão dos Centenários

    O problema está no Alarcon e Marcos Barbosa que são responsáveis pela contratação de técnicos ruins e jogadores em fim de carreira … tudo máfia, tem muito torcedorzinho cego também que não vê isso. A prova disso foi a demissão do Dado e contratação do Mazola, até hoje isso não me conforma.

  • JOCÉLIO DA ROCHA CAVALCANTE

    O único comentarista esportivo da imprensa Alagoana que não têm medo de falar a verdade, principalmente do CRB!As outras têm medo do presidente do vermelho e você não tem. Qual quer deslize dentro do CSA, era o maior criticas negativa dos outros comentaristas e radialistas de outras emissoras. Em Maceió só você Marlon e Valmari Vilela falam com coragem e independência. Parabéns!