A sacudida necessária e que ainda não aconteceu – Blog do Marlon
Apagão custou caro a um time desorganizado e sem confiança
Resgate do Azulão nas mãos de todos

O CRB fará hoje à noite no Estádio do Café, em Londrina, uma partida importante para evitar que a crise instalada no clube possa explodir, causando proporções inimagináveis.

Apesar de não haver uma justificativa para a troca de comando, o CRB esperava dar uma sacudida no grupo que o fizesse voltar ao trilho de resultados positivos ou no mínimo que evitasse riscos de nesta reta final brigar para não ser rebaixado.

O CRB ainda não conseguiu nem uma coisa, nem outra. Com duas derrotas no início desta sequência com Dado Cavalcanti, o técnico Mazola Júnior espera encontrar a recuperação do grupo a partir desta partida. Se assim o fizer conseguiria evitar a repetição da ‘quina’ – a sequência de derrotas no 1º turno para os mesmos cinco adversários – .

Não é normal, por exemplo, tantos jogos sem pontuar. Isto lhe leva diretamente para a briga na parte de baixo. Derrota para o Londrina poderá significar entrada na zona de rebaixamento ou no melhor das hipóteses igualar o número de pontos que a equipe da 17ª colocação teria.

O inverso também é verdadeiro. Uma série de resultados positivos mostra o time pegando o elevador expresso e indo para parte de cima. O Paraná poderá nesta rodada chegar aos cinco jogos seguidos com vitória e já está no G4.

Recuso, acuado, optando por trabalhar e sem falar muita coisa, o grupo espera dar a resposta em campo. Poucas notícias que chegam do interior do Paraná, mas as que chegam dão conta de mais algumas mudanças na formação do time.

A palavra desespero é forte, mas na busca de encontrar o rumo, o CRB parece ter perdido o que havia sido construído. É torcer que este novo caminho possa clarear a situação. A luz de alerta já acendeu e ao invés de indicar o caminho, ele está ofuscando, deixando o Galo sem enxergar o que está a poucos metros.

  • André CSA

    Acho que a luz que ofuscou é a luz azul, luz alta e intensa, típica de quando se está em alta velocidade, embalado e pedindo passagem, o buzinaço também incomoda. Saudações Azulinas!

    • um ALAGOANO

      Cuidado csa aprendam com erros bobos e repetitivos do crb ano após ano, primeiro não contratar ex jogadores em atividades, contatar um técnico casca grossa com rodagem nessa série e que tenhas ideias atuais e entender que são 38 jogos e não tem mata mata, ou seja planejamento pra cada jogo.

  • José A de Oliveira

    Marlon, concordo em tudo que você disse, permanecendo ou caindo para série C, se o CRB não formular uma política de revelação de jogadores da base, os próximos três anos será do mesmo jeito qualquer série que estiver. Uma equipe para crescer no cenário nacional principalmente quando não tem dinheiro dos grandes, precisa todo ano revelar dois ou três jogadores da base para serem titulares, praticamente vinte anos na série B e C, quem o CRB revelou? as contratações precisam serem feitas mas em geral são chutes no escuro tem ano que dar certo e outro não, um clube não pode depender só da base precisa contratar,logico mas também não pode depender só de contratações. Aproveitar a base para o ano que vêm não dará certo está muito em cima, pode até aproveitar algum jogador mas se colocar muitos jogadores da base é rebaixamento certo em qualquer série que tiver e o Alagoano vai para o ralo. Base tem que ter uma política de médio e longo prazo, precisa formular uma politica agora e começar a colher os frutos daqui dois ou três anos e não parar mais.

  • Luiz Gustavo

    Como sempre Marlon você preciso e imparcial, parabéns. fez uma leitura perfeita do atual momento do CRB.

  • um ALAGOANO

    Me passa a impressão que a Diretoria não quer o time na série A pois vê equipes bem mais capacitadas sofrerem quando chegam lá, aí faz essas bobagens achando que dá certo pq o sonho de consumo deles era o Mazola, o Dado tinha o time todo certinho só precisava de apoio da direção contra os pinguças mas não deram e apoiaram esses bocas de ponche. Acho que depois de 6 anos quando fez uma revolução na administração do clube tornando o mesmo viável está na hora de novas cabeças com outras idéias e isso faz parte de tudo na vida.

Deixe uma resposta Luiz Gustavo
Cancelar reply