O desempenho infeliz não destrói o trabalho feliz – Blog do Marlon
CSA ‘salva’ final de semana de Alagoas após CRB e ASA serem derrotados
CSA tropeça novamente e expõe necessidade de encontrar um caminho

Foi mera coincidência, mas no final de semana, tivemos os técnicos de CSA e CRB vivendo jornadas infelizes em seus respectivos jogos. Obviamente que o torcedor cobra o desempenho diretamente do treinador e no caso do final de semana, a cobrança recaiu sobre o técnico Ney da Mata que teve uma estratégia bem mais equivoca.
Mas esta avaliação é apenas o senso comum impregnado no torcedor, no dirigente e em nós da imprensa. É normal ter restrição ao trabalho de um técnico. Eu, por exemplo, não me agrada a postura do CSA quando joga em casa. Entendo que o time precisaria ser mais agressivo.
Mas a minha restrição, a restrição do torcedor ou do dirigente não pode ser em detrimento de reconhecer o grande trabalho que os dois treinadores estão realizando.
Dado Cavalcanti recebeu o CRB esfacelado, sem confiança, vindo de cinco derrotas e na zona de rebaixamento. Conseguiu – em pouco tempo, diga-se de passagem- mudar o astral da equipe, implentar uma maneira equilibrada e eficiente para o time jogar, reconduzir o grupo para um status de confiança, ganhar jogos e passar a brigar na parte de cima de tabela.
O mesmo serve para Ney da Mata. Ele recebeu o CSA fracassado. O time foi o lanterna na sua chave do Campeonato do Nordeste, caiu na 1ª fase da Copa do Brasil com uma goleada e repetiu o cenário do ano passado ao perder os dois jogos decisivos do Alagoano. É verdade que recebeu um novo elenco, mas com o desafio de construir o time em meio a uma competição. Com dois meses de trabalho, o CSA é líder do grupo, pontuou em dez dos onze jogos disputados, tem o melhor aproveitamento entre os 20 times da Série C.
Será que estes dois ‘currículos’ não possuem méritos? Entendo que possuem muitos méritos e que devem ser devidamente valorizados e elogiados pelo que fizeram até agora. Equívocos todos, absolutamente, todos nós cometemos, ainda mais um profissional que toma decisões sobre um grupo , um elenco inteiro. O senso comum questiona, reclama, xinga mas a razão diz que os dois times estão muito bem entregues. Se atingirão os objetivos traçados com o trabalho realizado, ah, isso são outros ‘quinhentos’ que veremos um pouco mais adiante.

  • Luiz R S Filho

    Todo torcedor de futebol é também um Treinador de futebol, sabe tudo. Critica e julga que o Treinador do time escalou errado ou substituiu errado com uma precisão impressionante. Evidente que em muitas oportunidades o torcedor tem razão. Mas o que o torcedor treinador costuma não saber (a maioria) é o dia-a-dia do Clube, o que acontece nos treinamentos, a relação jogador/treinador em assimilar/aceitar a proposta de jogo e me arrisco a dizer que a maioria dos jogadores são indisciplinados taticamente. No treinamento até aceitam/concordam com o Treinador…..chega no jogo não cumprem o combinado. Durante todos os últimos 50 anos que entendo um pouco de futebol (me incluo no rol de torcedor treinador) formei o juízo que dois elementos num time de futebol não podem falhar……o Treinador e o Goleiro…os demais são perdoados quase sempre.

  • José Oliveira

    Bom dia Marlon e leitores, quero aproveitar sua matéria para agradecer o Adalberto, jogador inteligente como ele é, provável leia seu blog e veja nossos comentários e dos torcedores, o agradecimento é porque há duas semanas atrás fiz um comentário e pedi a ele por aqui, em escanteios e faltas que são feitos cruzamentos ele ficasse fora da área e só se projetasse depois que a bola estivesse sido chutada, evitando as marcações dos zagueiros assim saberia a onde a bola iria cair, certamente subiria com mais impulso para cabecear do que os zagueiro que estavam parado na área e sem marcação, assim ele fez no gol contra o Guarani. Os atacantes tem papel importantes nessa jogada porque são eles quem seguram os marcadores adversário para nossos zagueiros que vem de trás. Nosso papel de torcedor é de torcer e dar dicas para melhorias quando CRB ganha todos nós ganhamos, futebol é emoção, mais feito com inteligência dar mais resultado. Parabéns.

    • José Oliveira

      Essa jogada também pode ser feita com a bola rolando, nesse caso quando houver o cruzamento quem entraria na área para concluir seria os atacantes do meio de Campo ou os volantes. Dado Cavalcante é inteligente possívelmente já tenha percebido isso, basta ver o gol do ABC diante do Brasil de Pelotas e a entrevista do seu novo treinador.

  • Lucas

    Cutucada do rival.
    O futebol alagoano encontra-se em um momento digno de aplausos…
    Pois Tanto o Galo da Praia, como a equipe Maruja vivencia um momento muito bom nos respectivos campeonatos nacionais.
    Apesar de ter muitos jogos a serem realizados até o fim da competição, onde acredito que vai ter alterações de colocação a cada rodada (tanto na séria B, como na C) e os times que estavam numa crescente, vão ter uma queda de rendimento – algo que é totalmente normal.
    Citando a palavra rendimento, chego até o time do C.S.A. onde o já tão falado rendimento foi um pouco abalado, não por derrotas, mas pelos últimos resultados que terminaram empatados e o time como um todo jogando abaixo da média, pois o azulão não é aquele de início de competição, onde os seus torcedores via e presenciava um futebol convincente e até mesmo de uma certa qualidade técnica.
    Entretanto,numa opinião exclusivamente pessoal, já venho dando o alerta aos meus amigos azulinos, que esse filme eu já vi e não me engano, na hora do vamos ver o Centro Sportivo Alagoano – C.S.A., abre as pernas.
    Pois faz uma década que o time Marujo esta com esse costume, basta voltar um pouco a fita de vídeo e analisar os 5 últimos campeonatos alagoanos, onde o mesmo passou liderando a competição inteira e na hora H falhou feio perante o seu maior rival e um deles em pleno um mar azul de seus torcedores.
    Então vou cravar aqui minha opinião de forma amistosa e amigável, como deve ser trato o nosso querido futebol e podem printar -> O C.S.A. não sobe para a série B. Pode até chegar ao mata-mata, mas a torcida vai perder a esperança no primeiro jogo do confronto pelo acesso.
    Sem mais delongas…
    Um dos melhores blogs esportivo de Alagoas,por sua imparcialidade e suas poucas, mas sábias palavras.
    Parabéns Marlon.

    • Álvaro Costa

      Lucas, você só esqueceu que nós subimos ano passado ganhando do Ituano for a de casa e confirmamos o acesso em casa com um mar Azul! Vai agorourar o teu galinheiro e cuidado para não morder a lingua. Pois aqui deixo a minha previsão: CRB cai e CSA sobe. Vai ser lindo ver a cara dos regateanos no final do ano quando a ordem histórica do futebol alagoano for reestabelecida!

  • ivo

    Dizem os críticos, que um jegue carregado de açucar até o rabo é doce. Torcedor é um gozador, um tudo ele se acha expert. Quando o galo estava naquela fase terrível, só perdia, ninguém era o pai da criança, agora que o menino esta ficando bonitinho, tudo mundo quer ser o Dado Cavalcante, para com isso!Estamos vivendo um momento bom, antes li aqui reclamação de gramado da defesa e de muito mais, agora é só elogios, calma amigo, a roda gira, é preciso ter muita calma nessa hora.

  • José Oliveira

    Tem torcedor que calado ainda está errado, se não tem condições de dar boas sugestões e enviar boas vibrações melhor ficar calado, os torcedores que dão boas sugestões tem ajudado a equipe sair como saiu daquela situação, ninguém quer ser Dado Cavalcanti ele é o treinador é quem decidi e ganha para isso, mais qualquer comentário infeliz de torcedor pode influir no rendimento da equipe, os jogadores são pessoas bem informado e procura saber o que os torcedores estão pensando, o time pode ter o melhor esquema tático do mundo mais se não tiver vibração não adianta nada, um dos principais aspecto do sucesso ou fracasso no futebol é motivação na ausência dela o fracasso, ontem tivemos um exemplo, uma equipe do primeiro tempo igualzinha ao jogo contra o Londrina que o CRB foi goleado por 3×0. Somado o aspecto da vibração alguns jogadores estão abaixo da média, Diego não passa por um bom momento precisa ir para reserva, Gabriel é um absurdo que esse jogador ainda seja capitão também não passa um bom momento só serve para fazer numero em campo, mais no segundo tempo tivemos outra postura da equipe infelizmente Neto Baiano não ajudou. Para se ter uma equipe mais homogenia CRB precisa de mais um zagueiro e um centroavante para quando Zé Carlos não poder jogar, o treinador ter opção.