Chegamos ao limite! Vamos reagir ou aceitaremos em silêncio? – Blog do Marlon
Empate digno do público não ter assistido
CRB vence, CSA empata e ASA perde e pouca coisa muda no Alagoano

 

O clássico entre CSA x CRB é o momento mais esperado do futebol alagoano a cada temporada. Esperado por nós (Imprensa), torcedores, jogadores, comissões técnicas e dirigentes.

Hoje seria mais um dia especial, mas não será assim. Não tenho lembrança, nem dados históricos para afirmar, mas creio ser inédito uma partida entre os dois com portões fechados e sem a presença de torcedores.

Apesar do absurdo de jogar nestas condições, sou favorável a punição. Ela é didática, força que dirigentes e torcedores se questionem sobre os motivos que levaram a isto. É hora de todos repensarem os caminhos que estão sendo tomados.

Sempre existiu no ar, a sensação de impunidade. Quantas vezes não ouvi “isso não vai dar em nada”, ou eles ‘não vão mexer com CSA e CRB” e ainda o pior de todos “vamos dar aquele jeitinho, estamos falando de CSA e CRB”. Muitos destes pensamentos encontram abrigo até mesmo dentro da imprensa.

Até aproveitando o momento vivido pelo país, não houve – se é que poderíamos dizer – ‘jeitinho’. Eles deram um ‘jeitinho’ de no prazo final trazer o jogo para Maceió quando ele já havia sido marcado para Coruripe. Mas me atendo a punição, não houve arrumadinho, os clubes vão ter que pagar. Os remédios jurídicos foram trocados pela imposição da penalidade.

O Alagoano é apenas um alerta para esta situação de violência que está ficando intolerável. Em breve teremos os campeonatos brasileiros e nossos clubes podem pagar caro, muito caro, sobre qualquer insanidade que possa ser criada ao longo da Série B e da Série C.

Nós da imprensa não podemos silenciar. Tudo isso também é conosco. Se esconder, não querer opinar sobre o assunto ou simplesmente baixar a cabeça para a violência não é o nosso papel. Chegamos ao limite e não podemos ficar no silêncio. É hora do futebol como um todo reagir.

  • Frank Oliveira

    Já disse e repito, em alagoas não tem um juiz ou promotor que tenha ”coragem” de tornar ”torcidas organizadas” em crime hediondo, pq só encontro essa definição, agora tenho que mentir pra o meu filho o pq dessa aceitação, é ridículo, que ”marginais da comando e da mancha” nos der essa ”lição de quem é que manda” e todos vcs são culpados, por achar lindo quando esses animais estão nos estádios, todos são, imprensa, justiça, policia, clubes e nós que ficamos assitindo…

  • Cristiano

    Tá tudo como tem que ser, punem-se os clubes, os torcedores de bem. E os marginais organizados livres e tranquilos por ai pra aprontarem nos próximos jogos, por isso que faz mais de 10 anos que não vou a CSA x CRB, quem tem que ser punido não é.

  • Pablo Manoel Martins

    Marlon apesar de toda a confusão entre as torcidas, ainda tem gente que usa símbolos dessas quadrilhas.

  • flavio fernandes

    Não sou favorável a esse tipo de punição,deveriam ser punidos os baderneiros que causaram a confusão e não os clubes e os que são realmente torcedores que vão ao estádio pra vibrar e torcer pelo seu clube do coração.

  • José Ricardo Batista

    REAGIR SIM. NUNCA! JAMAIS ACEITAR EM SILÊNCIO. APESAR DO CRESCIMENTO POPULACIONAL DE FORMA DESORDENADA, DOS CONFLITOS DE FACÇÕES INSERIDAS NAS COMUNIDADES CARENTES, DA FALTA DE INVESTIMENTOS EM POLÍTICAS PÚBLICAS E SOCIAIS, NÃO TEMOS O DIREITO DE NEGAR PARA NOSSOS FILHOS O DIREITO DE VIVER EM PAZ E TER A TRANQUILIDADE, O PRIVILÉGIO DE FREQUENTAR O ESTÁDIO DE FUTEBOL PARA COMPLETAR O PRAZER DE CURTIR A PAIXÃO DE TORCER PELO TIME DO NOSSO CORAÇÃO. POR CAPRICHOS, A LEI PUNE NÃO SOMENTE O CIDADÃO DE BEM, MAS FERI A PRÓPRIA CONSTITUIÇÃO NO QUE TANGE O PRINCÍPIO DA ISONOMIA, QUANDO TRATA DOS DIREITOS IGUAIS. POR FIM, A PUNIÇÃO É DEVIDA PARA QUEM NÃO TEVE A OBEDIÊNCIA EM TOMAR OS CUIDADOS DEVIDOS PARA PROTEÇÃO DO CIDADÃO, NUNCA AGIR DE TAL FORMA QUE PREJUDIQUE A SUA GRANDE MAIORIA QUE NÃO NADA HAVER COM OS FATOS OCORRIDOS.

  • luizian amancio

    isso nao passa de incompetencia das forças de segurança publica
    aw por causa da violencia , vai tmb se proibir os blocos de carnaval ?
    Pra eles e mas facil puni o CNPJ , do punir o CPF das pessoas envolvidas na confusao .
    pergunto a vcs, dakele confusao do classico ano passado , quantos estao presos , quantos estao pagando pelos seus crime ?
    nenhum , sabem por que , so fizeram akela operaçaõ pa da uma resposta a socieada, mas a violencia continuou, e voltou parece com mas força .
    isso e o reflexo da socieade que vivemos,falta de oportunidades, falta de emprego, falta de escolas , so vai gera uma juvebtude cada vez mas perdida , e isso vai se reflentir em todos setores nao so no futebol , mas nas escolas, no trabalho, nos blocos de carnaval ..
    eu kero ver se vai proibir os blocos de carnaval por causa das brigas , das confusoes.

  • Jailton

    Infelizmente o torcedor de bem é quem paga pela irresponsabilidade dos vândalos e pela incompetência das autoridades oficialmente contituídas, que não conseguem identificar e punir, dentro da lei, esses marginais travestidos de torcedores. Aí, para dar uma satisfação à sociedade, pune os torcedores de bem que não têm nada a ver com o problema. A que ponto chegamos…
    Não fiquemos surpresos se, mais na frente, as autoridades nos imponham “toque de recolher”, sob alegação de que estamos incentivando os bandidos a nos roubarem, ao sairmos de casa com nossos pertences, pois é mais fácil punir um “cidadão de bem” que um “fora da lei” uma vez que um cidadão de bem as obedece, e assim as autoridades não terão problema algum em controlar a situação.

  • torcedor fanático

    Tudo isso esta acontecendo porque a Federação, MP e a policia querem!!!! Bastava vender o ingresso pela internet, onde o comprador teria que colocar o número da identidade e o CPF. E só poderia retirar o ingresso e entrar no estádio com a apresentação do documento oficial com foto Qual o marginal que vai querer se identificar?????
    A copa do mundo foi assim. Será que nem esse legado da copa do mundo será deixado pela copa!!!!

  • Jr. Malafaia

    Marlon, já que não é pra ficar em silêncio, vai aqui o desabafo de um torcedor que também é sócio, é que vai ao estádio desde de criança: agradeçamos, todos, por essa situação aos marginais da Mancha Azul e Comando Vermelho! Gente da pior espécie que não dá a mínima aos clubes. Apenas afastam o verdadeiro torcedor do estádio e dão prejuízo aos clubes. Fazem dos clubes pretexto para cometer roubos, usar e traficar drogas, assinarem pessoas. E a pior burrice que o Ministério Público fez foi proibir estes criminosos de entrarem no estádio com camisas e outros adornos das torcidas. Até porque camisa não briga. E os maloqueiros continuam freqüentando as arquibancadas. Já que eles continuam indo aos jogos, que vão uniformizados, pois na hora da confusão, fica mais fácil pra polícia identificá-los e, corretamente, descer o sarrafo!
    TODO os membros de TODAS as torcidas organizadas de TODOS os clubes são marginais, assassinos, traficantes, viciados, assaltantes e tudo mais que não presta!
    Se a lei estivesse em minhas mãos, seria crime usar camisa de torcida organizada. Isso mesmo! Vestiu, saiu na rua e a polícia viu? Cadeia!

  • Nelson

    Tudo neste país caminha pra um final triste e melancolico. O Brasil está se desintegrando numa velocidade impressionante. Aqui no Brasil a unica coisa que prospera é a violencia, a corrupção, a traição, a falta de respeito, a falta de educação em todas as esferas da sociedade. Nosso futebol agoniza, já teve jogos no maracana com 180 mil pessoas, vi jogos do corinthians com time do interior de São Paulo no morumbi com 140 mil pessoas. Hoje um clasico em São Paulo tem no maximo 30 mil. Aqui em Maceió já houve CSAXCRB com 35, 40 mil pessoas.hoje foi sem nenhum torcedor, qual é a graça num jogo de futebol sem torcida ? O Brasil é um jovem trem, mas está muito doente e caminha rumo ao fim da linha.

  • ivo

    Marlon, meu caro, nessa cidade todo mundo se conhece, os baderneiros são os mesmos, quem vai ao estádio já sabe onde eles estão, não gostam de futebol preferem outras coisas basta passar por perto para sentir o cheiro, agora me diga, o que eu vou fazer num lugar desses com minha esposa ou meu filho, seria um atentado contra a vida, pode nada acontecer mais que vai arrisca, não sei porque a justiça fecha os olhos para esses coveiros do nosso futebol, vontade me dá de ir ao estádio, mas me falta coragem.

  • Carlos

    O judiciario virou uma casta de privilegiado basta observar que recebem acima do teto constitucional, os regas bofe, aux.educ, creche, moradia, vestuário etc.nao esperem muita coisa dessa gente. Este são os homens de bem da nossa sociedade. Resumindo estamos todos lascado.

  • Giuseppe Gomes

    Concordar que os clubes sejam punidos por insanidade de “torcedores”, é o mesmo que punir o colunista por “insanidades” dos seus leitores. Há poucos dias, vimos uma matéria em rede nacional, onde um Juiz colocou em liberdade, um cidadão que havia assassinado o próprio pai. Dias depois de liberto, assassinou a mãe. E agora? vão responsabilizar o Juiz pelo crime? Essa legislação esportiva é do “tempo do ronca”, quando os clubes tinham 10 ou 20 torcedores. Aceitem a sugestão de venda de ingressos pela internet, com identificação dos compradores-torcedores, para que a alegria volte a reinar nos estádios. Quem não puder comprar pela internet, que compre em bilheterias onde seja imposta a identificação. Os clubes vivem de renda e através dela podem montar grandes times. CSA e CRB estão ridículos, recheados de jogadores medíocres, sem qualidade e sem expressão. O clássico de ontem mostrou isso.

  • torcedor de bem

    bem no meu ponto de vista, quem sai perdendo sempre sera o futebol e os torcedores de bem, tudo nesse pais tem quer doer no bolso, repassa as organizdas, cobravam delas, as responsabilidades em valores, mas como os clubes sao os responsáveis, e quem pagam.
    mas os próprios clubes sao coniventes, abrem os portoes para as mesmas.
    agora eu como sócio torcedor, nao posso ir ao estadio, e o meu prejuizo quem vai pagar, baniçao total.