Ainda sem um time, CRB consegue arrancar empate importante em Itabaiana – Blog do Marlon
CSA e CRB conseguem vitórias esperadas e ASA crava 100%
CSA mostra evolução clara como o ‘azul do céu’ e passeia na estreia da Copa do Nordeste
Itabaiana e CRB ficam no empate sem gols no interior de Sergipe - Foto: Wendell Rezenda-AOI

Itabaiana e CRB ficam no empate sem gols no interior de Sergipe – Foto: Wendell Rezenda-AOI

 

O jogo com o Itabaiana mostrou claramente que o CRB ainda não possui um time no aspecto coletivo. Com pouco mais de 20 dias de treinamento é natural que a equipe apresente dificuldades físicas, problemas de entrosamento e até mesmo a indefinição sobre um formato e até mesmo sobre os jogadores que serão titulares.

Mesmo com todos estes problemas, o empate sem gols com o Itabaiana foi providencial. Pontuar fora de casa ajudará a brigar por classificação. Analisando friamente, o CRB tem jogadores que poderão dar muitas alegrias ao torcedor. Jogadores como Mailson, Jocinei e Jorginho podem se constituir em peças importantes. A ausência de um bom futebol dos meias Clebinho e Sérgio Mota, mesmo ressaltando que estamos falando apenas de duas partidas, preocupa o torcedor.

Vejo capacidade e tentativas claras de correções por parte do treinador do CRB, Léo Condé. Mas o tempo depõe contra a ausência de tempo e a necessidade de resultados. Léo Condé já demonstrou capacidade de trabalho em outros times e por isso está no CRB. Mas precisará atropelar algumas etapas para tentar chegar ao resultado. Novamente o time ‘afogou’ no tempo final graças a intensidade com que jogou no 1º tempo. O desgaste forçou o CRB recuar as linhas e a ser pressionado pelo Itabaiana que soltou seus alas para incomodar os laterais do CRB.

O grande destaque da partida foi o goleiro Genivaldo que fez pelo menos quatro defesas com alto grau de dificuldades, notadamente um no minuto inicial em belo chute de Flávio Boaventura e um segundo lance já nos acréscimos, quando Neto Baiano cabeceou para o chão e o goleiro do Itabaiana evitou o gol.

O técnico Ailton Silva trabalhou melhor. Fez a leitura correta, mudou o time no 2º tempo e mesmo com as limitações na formação da sua equipe e com a média de idade alta da sua equipe, quase consegue a vitória na estreia da Copa do Nordeste. O árbitro paraibano Pablo dos Santos Alves não comprometeu suas decisões técnicas e não teve um jogo que confrontou o lado disciplinar. Nota 9.

  • José Carlos Maradona

    Parabéns pelas avaliações,hoje,sem dúvida alguma, você é referência como comentarista de futebol profissional de Alagoas. E ,pelo jeito,está perto de revermos um filme antigo. Ou seja; Contratam errado e depois quem paga o pato é o Técnico. Isso se chama falta de planejamento. Abraço e Sucesso !

  • José Oliveira

    Eu não gostei do que vi principalmente no meio de campo, mais compreendo que tem muitos jogadores contratados e o treinador precisa manter a equipe para dar entrosamento, não é momento mais de contratar, só mais para frente caso algum jogador não se encaixe ou não corresponda. Jogadores como Adriano, Yuri e Sérgio Mota decepcionaram mesmo assim a equipe tem que ser mantida para saber se eles vão evoluir ou não, ponto positivo foi a defesa, mesmo pressionada não levou gols apesar dos chutões de jogadores já conhecidos e que tem categoria para sair tocando bola, como Diego e Flavio Boaventura.

    • José Oliveira

      Uma observação importante, se tem algum jogador que o CRB deveria contratar depois da Copa do Nordeste, seria esse goleiro Genivaldo do Itabaina, Juliano estaria bem acompanhado, excelente goleiro.

  • Jesualdo

    Muita conversa, nada de padrão, atividade física zero. Muitas contratações apostando outra vez no passado. O que vale é o presente. Também falta treinador. CRB é Clube grande não é tempo de testar treinador.