A Chapecoense cresceu ou já era grande? – Blog do Marlon
Façam suas apostas! Os camisas "9" já foram escolhidos!
Posse de Bola: Júlio César fala sobre campanha na Série B e escala melhor CRB em que atuou; confira
Chapecoense: cresceu ou já era grande?

Chapecoense: cresceu ou já era grande?

 

A tragédia ocorrida em Medelín na Colômbia, matando 71 pessoas no voo fretado da Chapecoense para a 1ª partida da final da Copa Sul-americana traz uma pergunta: a Chapecoense cresceu ou já era grande depois desta tragédia?

A resposta é muito simples. A Chape já era grande e nós acompanhávamos um time do interior de Santa Catarina na Série A sem conhecer seu real tamanho, sua real dimensão.

A equipe catarinense deu um salto com a tragédia, um salto involuntário, mas a forma de pensar, o jeito de agir, mesmo pós-tragédia, as falas claras ao se expressar publicamente, mostra o quanto a Chapecoense é um time grande.

A grandeza da Chapecoense é pautada na eficiência administrativa. O time tem um modelo administrativo eficiente que deverá fazer com que em pouco tempo, o time esteja novamente de pé.

A onda criada em torno da Chapecoense afirmando uma possível proteção para manter a equipe três anos sem sofrer risco de rebaixamento ou de serem ofertados jogadores ‘medalhões’ para atuar em Chapecó, são rejeitadas pelos novos dirigentes da Chape.

O clube está aceitando a solidariedade vinda de todos os lugares, mas continuará orientando seu caminho, determinando suas diretrizes em cima do planejamento traçado para o clube.

Tudo que aconteceu deixou marcas, mas mesmo assim, o clube não quer se ‘vitimizar’. Eles irão absolver a pancada, avaliarem os caminhos e seguir. Em meio a tragédia descobrimos um grande clube, do interior de Santa Catarina que poderá servir de modelo para tantas outras equipes espalhadas pelo país do futebol.

  • Abrahão Lincoln

    Verdade Marlon.

    Oro todos os dias pelos familiares, pelos sobreviventes e pelo povo de Chapecó.
    JESUS DE NAZARÉ nos prometeu: Não se turbe o vosso coração. Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas… (João 14:1-2). Deus recebeu nos seus braços as 71 vítimas em sua nova moradia. Eu creio que estão num lugar melhor do que aqui.
    “CHAPECOENSE TU ÉS GRANDE E AMADA POR TODOS OS BRASILEIROS”.
    DEUS SEJA LOUVADO NOS MELHORES E PIORES MOMENTOS DE NOSSAS VIDAS.
    Um forte abraço:
    Abrahão pai do Davi.

  • um ALAGOANO

    A competência do clube chapecoense em administrar muito bem as ações diante de tantos desmandos nos clubes brasileiros hoje é realmente espetacular, inclusive vai de encontro as desculpas esfarrapadas de dirigentes dos clubes em geral com as finanças nos clubes bastante combalida, o flamengo tbm é exemplo desse modelo com transparência e compromisso com a moralidade, não justifica os clubes receberem quantias vultuosas e ficam no vermelho quebrados, pagam salários exorbitantes a determinados jogadores de qualidade duvidosa o que gera muitas das vezes desconfiança da lisura de tsl contrato. Sou sócio torcedor Regateano sei que o CRB tem já condições de se tornar um clube próximo do conceito de Vitória, Bahia, Sport mas não precisa e não justifica e isso o puxa pra trás nessa ascensão quando se dezfaz de jogadores da base por 50 mil reais com a desculpa precisa desse dinheiro pra melhorar o CT, essa prática não leva a nada.

Deixe uma resposta um ALAGOANO
Cancelar reply