Vitória importante, quebra de tabu e a recuperação de dois jogadores – Blog do Marlon
Coincidência triste em uma data feliz
Time que ganha não se mexe
Neto Baiano, autor dos dois gols, foi um dos destaques do CRB na vitória sobre o JEC - Foto:  Pei Fon-TNH1

Neto Baiano, autor dos dois gols, foi um dos destaques do CRB na vitória sobre o JEC – Foto: Pei Fon-TNH1

A vitória por 2 a 1 sobre o Joinville mantem o Galo na disputa do sonho da Série A. Mesmo com a situação para classificação ainda sendo muito difícil, o CRB aumenta as possibilidades e inflama as possibilidades de acesso.

O CRB foi superior sobre o limitadíssimo time do Joinville. Mudando a forma de jogar, sem meia centralizado, a equipe criou, mas poderia ter tornado o jogo mais fácil se conseguisse ser mais preciso nas finalizações. Mesmo assim, o resultado é fundamental para seguir na briga por acesso. Além de subir na tabela e reacender no torcedor a esperança, o CRB conseguiu quebrar o tabu de quatro partidas sem vencer em casa e recuperar o meia Roger Gaúcho e o atacante Neto Baiano. Após tantas críticas recebidas por uma estupida patrulha das redes sociais, Roger fez uma bela partida, sobressaindo-se dos demais. Neto mostrou poder de finalização e mesmo também sendo criticado, fez o gol de empate e em seguida assumiu a responsabilidade de cobrar a penalidade.

Não há tempo sequer para pensar pois amanhã, o CRB já estará em campo em um confronto difícil contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada. Por lá, o Regatas tem ido muito bem e vencer os dois jogos que disputou. Mas o jogo cresce em dificuldade por ser a reta final, por ser o Goiás e essencialmente, porque o time esmeraldino foi um dos que reforçou o elenco, qualificando a equipe. Para se ter uma ideia, o atacante Léo Gamalho já tem oito gols na Série B, jogando apenas o returno, tem um gol a menos que Zé Carlos em toda a Série B.

Pensando em acesso, o CRB continua praticamente sem margem de erro. Vai precisar somar treze pontos em 18 que irá disputar. É um tarefa difícil e permitirá ao CRB descartar apenas uma partida nas seis que lhe restam. Mas é lutar, jogar ‘jogo a jogo’ e ver até aonde o time poderá ir.

  • José Oliveira

    Bom dia Marlon e todos os leitores do seu blog, vencer as partidas que restam é possível, se os jogadores pensarem e se dedicarem a cada partida que está sendo jogado.É possível conseguir uma sequência de vitorias? é, o Náutico conseguiu seis seguidas e chegou entrar no G4, CRB no momento está com duas vitórias seguidas e precisa de outras por causa dos erros que cometeu em casa, mais isso é passado. Se o CRB jogar com a dedicação como jogou contra o Vasco e as peças definidoras como Zé Carlos e Gerson Magrão voltar a jogar bem, tem tudo para vencer. A equipe se aproximou do G4 mais depende dessa vitória contra o Goias para voltar a brigar por vaga, veremos se tem chance depois desse jogo. Importante é jogarem com dedicação mais não nervosos, como fizerem nesses dois últimos jogos.

    • José Oliveira

      Duas vagas estão praticamente certas no final do G4 Atlético-GO e Vasco, acredito que as outras duas ou pelo menos uma vaga, só será definida na ultima rodada, seria bom se o CRB conseguisse pelo menos um empate contra o Goias, para fazer um jogo de seis pontos contra o Náutico e continuar vivo no demais jogos, assim chegar na ultima rodada com chance. Digo, é preciso ter a raça e tranquilidade que tiveram nesses últimos dois jogos que venceram, sem se afobar mesmo quando leva-se gol. Pelo andar da carruagem pode ser que O ultimo colocado do G4 tenha entre 63 a 65 pontos.