Série B mostra sua cara e CRB acaba goleado em jogo que até poderia ter goleado – Blog do Marlon
Repetição vista, nova derrota como castigo e a impressionante quantidade de gols perdidos
Atuação de gala com castigo no final
CRB foi goleado pelo Ceará:  jogo atípico - Foto: Douglas Silva - ASCOM CRB

CRB foi goleado pelo Ceará: jogo atípico – Foto: Douglas Silva – ASCOM CRB

A goleada sofrida pelo CRB para o Ceará mostrou um resultado atípico em um jogo equilibrado, onde o CRB criou mais oportunidades, mas mostrou mais uma vez, a ineficiência na finalização.

Claro que o goleiro Ewerson fez grandes defesas, notadamente em uma cabeçada de Luidy, mas o próprio Luidy, Gérson Magrão e Neto Baiano perderam chances com finalizações imperfeitas.

Além da deficiência nas finalizações, o CRB também mostrou problemas na qualidade das modificações. Os três jogadores que entraram no 2º tempo, não conseguiram render. Já no lado do Ceará, qualquer um dos três que entraram, seriam titulares na equipe regatiana.
O resultado trouxe um impacto, uma pancada em todos do CRB, mas mostrou como é o funcionamento da Série B

O jogo tático

Antes mesmo da bola rolar, já indicava a expectativa de sistema de jogo espelhado, com dois times voltados para a ofensividade. A partida começou bem equilibrada. O CRB com mais posse, mais iniciativa e o Ceará se defendendo e procurando “uma bola” para decidir.

No primeiro tempo, o CRB encaixou melhor. Conseguia jogar com força pelos lados, notadamente pelo lado direito onde Tomas Bastos não conseguia recompor e dava espaço para Bocão. As oportunidades foram surgindo e Neto Baiano, Dakson, Gérson Magrão e Luidy desperdiçavam chances.

Quando o CRB acertou com Luidy, o goleiro do Ceará mostrou eficiência e fez uma defesa de pegar ingresso. O segundo tempo começou com o time cearense mais encaixado, deixando menos espaços. O CRB ainda teve uma bola na trave com Dakson, mas depois passou a errar individualmente e nos posicionamentos. Jussani errou no recuo e fez um gol contra, Bocão ficou marcando Ewertonn Páscoa, que bem mais alto, subiu e fez o segundo já depois dos 40 minutos. Já nos acréscimos, Audálio ainda errou e Bill fechou o caixão. Ceará 3 a 0.

A partida mostrou a cara da Série B e no aspecto que mais o CRB cresceu nos últimos jogos, foi na solidez defensiva, pecou, errou e foi fatal.
O árbitro Joelson Nazareno Ferreira Cardoso (PA) teve uma atuação tranquila com nota 9. O destaque da partida foi o goleiro Ewerson (Ceará).

  • José Oliveira

    CRB jogou bem, problema está na finalização, Neto Baiano sem visão de jogo está sendo o maior problema para colocar a bola na rede, as finalizações do ataque estão péssima quando era bater por baixo chutavam pelo alto e quando era pelo alto chutavam por baixo, o goleiro do Ceará expirado tirava até com o pé. Mas eu gostei até o Diego Jussani fazer aquela besteira, lado positivo é que a equipe precisa de meio campista de criação, mesmo porque o CRB não tem banco, toda as substituições feitas assim como nos outros jogos, em vez da equipe melhorar, o time cai de rendimento.

  • José Oliveira

    O campeonato é longo, acidentes acontece, CRB não iria ficar até o final da competição sem perder, perdeu, agora é tirar lição dos erros de sábados e levantar a cabeça, não se abater por causa de uma derrota campeonato é longo, voltar a jogar com raça e coletivamente e ter tranquilidade na hora de colocar a bola para dentro, foi o que faltou no sábado, e a defesa está mais atenta, logico.

Deixe uma resposta José Oliveira
Cancelar reply