As diferenças e semelhanças entre CSA e CRB para o clássico – Blog do Marlon
CSA foi melhor, mas enfrentou um CRB que melhorou
Indicado pelo Barcelona, alagoano é contratado para jogar na China
O clássico das multidões sempre agita o torcedor - Foto: TNH1

O clássico das multidões sempre agita o torcedor – Foto: TNH1

 

Clássico sempre é um jogo diferente. A diferença é para todos os atores, imprensa, torcedores, dirigentes, jogadores e técnicos. Apesar de pensando em tabela, o clássico valer pouca coisa, a histórica rivalidade trás para o clássico uma necessidade de vitoria, que pode gerar zoações, instalar uma crise ou até mesmo dificultar um ambiente.

Para quem é da bola é inegável verificar que o CSA vive um momento melhor. Mas isto não significa favoritismo ou vitória. O melhor momento é só uma análise feita antes da bola rolar, quando o jogo começa, tudo, absolutamente, tudo muda.

Ano passado, o CRB tinha um time e um momento melhor que o vivido pelo CSA. Nos dois jogos, o CSA foi melhor, notadamente no segundo clássico, quando praticamente colocou o CRB para fora de campo. Vocês lembram o resultado? O CRB venceu os dois clássicos.

Vitória para o CRB significa dar uma resposta aos criticos, tranquilidade para o grupo e confiança para a semana difícil com América-RN (Copa do Nordeste) e ASA (Campeonato Alagoano).

Vitória do CSA significa a afirmação que o grupo está na briga por título e pelo tão sonhado calendário, além de deixar o torcedor com mais confiança e ainda com mais apoio.

CSA poderá optar por jogar sem um homem referência, deixando um homem flutuando

CSA poderá optar por jogar sem um homem referência, deixando um homem flutuando

 

As duas equipes tem semelhanças no sistema de jogo, mas diferenças claras na execução das proposições de jogo. O CSA já tem um time. Joga com forte transição, com mobilidade dos homens de meio para frente e rápidas trocas de passes.

 

Galdezani é homem surpresa. Ele sai de um posicionamento defensivo para armar o time e até finalizar

Galdezani é homem surpresa. Ele sai de um posicionamento defensivo para armar o time e até finalizar

Já o CRB ainda não possuí uma equipe formada. Tem uma equipe com jogadores que apresentam dificuldades para efetivar a proposição de jogo desenhada pelo treinador, não consegue uma boa recomposição e tem dificuldade na marcação.

Pela condição em que chegam para o clássico, imagino o CSA propondo o jogo, sufocando o adversário e impondo seu melhor momento. O CRB não consegue ser eficiente propondo o jogo, portanto, deverá optar por marcar baixo e aproveitar um erro azulino para explorar a velocidade de Erico Júnior e a força de Lúcio Maranhão.

QUALIDADES

Jean Cleber muda o posicionamento do CSA para o 4-1-4-1

Jean Cleber muda o posicionamento do CSA para o 4-1-4-1

CSA – Troca constante de posicionamentos entre os meias e atacantes. Jogador forte na bola parada, com destaque para Bismarck e Rafinha.

Com qualidade individual, o CRB busca agrupar, tentar evitar espaçamento entre os setores

Com qualidade individual, o CRB busca agrupar, tentar evitar espaçamento entre os setores

CRB – Qualidade individual de jogadores como Bocão, Galdezani e Lucio Maranhão. Tem uma forte bola parada com Diego e Jussani.

CUIDADOS
CSA – setor direito do sistema defensivo. Henrique Choco não é tão veloz e terá que se desdobrar para marcar o ágil Erico Júnior.
CRB – espaçamento entre os setores. Luis Soares é veloz e os zagueiros do CRB são lentos. Os dois tem dificuldade de marcar um atacante com mobilidade e velocidade.

FIQUE DE OLHO

CSA – Bismarck cresce nos jogos importantes. Luis Soares é rápido e tem uma finalização qualificada. João Paulo poderá fazer a diferença como uma peça que saia do banco para decidir o jogo.

CRB – Lúcio Maranhão é um artilheiro nato. Flavinho tem uma transição muito rápida e serve bem. Com poucas opções de mudanças, Mazola poderá ter em Gleidson Souza, o homem para mudar o posicionamento do time, permitindo que Diego joga mais a frente.

  • Ariano

    Sobre o número de confrontos entre as duas equipes acho que apenas os jogos oficiais devem ser contados e passados para o público.

    * Campeonato Alagoano: CSA 111, CRB 127 e empates 101;

    * Copa do Nordeste: CSA 4, CRB 0 e empates 5;

    * Campeonato Brasileiro: CSA 4, CRB 7 e empates 2;

    * TOTAL: CSA 119, CRB 134 e empates: 108;

    Bem mais profissional do que apresentar números infundados e começar a matéria dizendo: “esses números aqui são polêmicos”.

    Últimos jogos:
    CSA 0x1 CRB em 08/04/2015
    CRB 2×1 CSA em 05/04/2015
    CRB 1×0 CSA em 13/04/2014
    CSA 1×1 CRB em 19/02/2014
    CRB 0x1 CSA em 18/05/2013

  • Davi

    Estou confiante em uma boa vitória do CSA sobre o CRB (Galo imitação do Atlético Mineiro).

  • JAIR SANTOS DE LIMA

    Bom dia.

    Concordo com vc,marlon,sou AZULINO.nos torcedores temos que respeita as duas equipe,independente,de qualquer time seja,e tratando-se de classico CSAxCRB.Ai o bicho pega vamos aguardar o jogo e o resultado,porém espero que de CSA, e logico,vc não e comentarista e um artista na area do futebol.marlon araujo, um abraço,sempre estou ouvindo seus comentario na 103,7,as 16;00 estarei ligado.um forte abraço.

Deixe uma resposta Ariano
Cancelar reply