“Pressãozinha” tornou-se um problemão – Blog do Marlon
Só recupera se simplificar, Mazola!
O gigante cansou
A LEC sem a posse de bola os extremas Alípio 11 e Rafael Tavares 10 , faziam a 2º linha de 4 com os dois volantes .- Ilustração: Marlon Araújo - Tatical Pad

A LEC sem a posse de bola os extremas Alípio 11 e Rafael Tavares 10 , faziam a 2º linha de 4 com os dois volantes .- Ilustração: Marlon Araújo – Tatical Pad

Mazola Júnior referiu-se ao problema do CRB como uma “pressãozinha”. Ele desejou minimizar o efeito da pressão sofrida pelo CRB, bom lembrar que de dentro para fora, como se os jogadores tivessem obrigação de passar por cima do que aconteceu, até porque, muita coisa ainda virá por aí.

Não considero uma pressãozinha. Primeiro porque ela foi feita pelo presidente do clube, que indiscutivelmente, tem um peso diferente. Segundo porque com dois minutos de jogo, no primeiro erro de Saci e Paulo Sérgio, o torcedor já estava xingando e vaiando. Terceiro porque já percebi no cotidiano do trabalho, seja dentro de campo ou fora dele, que as pessoas reagem de maneira diferente quando pressionados, portanto, o resultado do conjunto também terá diferentes produtos finais.

O prejuízo de mais um empate, sem gols, está posto. Isto porque, o torcedor ampliou sua desconfiança e nem a bela estreia de Danilo Bueno apaga as dificuldades enfrentadas nos últimos três jogos, com a equipe pontuando apenas com dois empates, por sinal em casa, e com nove pontos disputados.

A sequencia do CRB é complicada e até o final destes jogos de ida, o CRB ainda terá equipes que estão na ponta da tabela, ou seja, outras “pressaozinhas” serão enfrentadas. Ao longo da Série B.

O jogo tático

LEC de posse de Bola projetava os volantes e Diego Rosa flutuava , time sempre tinha compactação ofensiva e apoios - Ilustração: Marlon Araújo - Tatical Pad

LEC de posse de Bola projetava os volantes e Diego Rosa flutuava , time sempre tinha compactação ofensiva e apoios – Ilustração: Marlon Araújo – Tatical Pad

A primeira etapa iniciou e logo ficou evidenciado o péssimo desempenho da equipe alagoana, Mazola Jr fez dois volantes, Gleidson Almeida e Olívio , com uma linha de 3 , Danilo Bueno na organização centralizada , os extremos Welington Saci pela Esquerda e Maxuell pela direita, com Daniel Cruz de referência na frente. Os laterais não participaram do jogo ofensivo, nem tão pouco os volantes. Em 47 minutos apenas 3 finalizações .

A Luverdense fazia um jogo interessante diferente do CRB sua linha de 3 , funcionava perfeitamente com Rafael Tavares pela direita , Diego Rosa centralizado e o veloz Alípio pelo lado esquerdo e. Tozin na referência , sem posse de bola. Os extremas faziam companhia aos volantes formando a segunda linha de 4 , e com posse de bola os volantes saíam para o jogo e a transição com muita movimentação ,velocidade e verticalidade , a LEC dominou e controlou toda 1ª etapa , mas não aproveitou o péssimo 1º tempo do CRB , o que gerou vaias da torcida que não gostava do que assistia. As melhores chances foram do Luverdense, ,o CRB desperdiçou com Wellinton Saci a principal oportunidade chutando por cima. No Verdão do Norte, Éverton zagueiro livre testou forte e Julio César fez grande defesa.

Começou o 2º tempo o CRB retornou com uma alteração – Clebinho no lugar de Saci -, Mazola colocou Maxuell para Esquerda e Clebinho na direita , foi um outro CRB , outra postura e logo começou uma pressão e em 15 minutos já havia finalizado cinco vezes , duas .a mais que todo o 1º tempo. O Galo chegou com real perigo , nas finalizações de Danilo Bueno e Clebinho., o goleiro Edson começou aparecer na partida.

Mazola terminou a partida no 4 – 2 – 4 , o Luverdense equilibrou a partida e fechou os espaços. Com mais posse de bola, o Galo pressionou e empurrou o adversário para o seu campo, mas o resultado persistiu 0 x 0.

. Votei no Craque da partida o camisa 3 Luis Otávio LEC, mas ressaltei o bom trabalho do goleiro Edson e do veloz Alípio , No CRB destaquei a excelente estreia do 10 Danilo Bueno e dos zagueiros Audalio e Gabriel. Arbitragem de Paulo Sérgio Santos – MA , recebeu nota 8 , se encaminhava para receber nota máxima, mas desconcentrou no final e inverteu alguns lances .

  • ANTONIO MARTINS

    Esse treinador do CRB é engraçado, só coloca a culpa nos jogadores. E ele?

  • Manoel Francisco

    Essee treinador é conversador, conversa de pressao esses caras são recem saidos da base, para temer pressao de torcedor e do presidente? O CRB,tá contratando jogador, tipo piloto de F1, que quando faz pit stops, ou para logo ou fica parado e depois tenta voltar e arriscar.
    O que mudou até agora, era treinador?
    Tem esquema de jogo? É ofensivo? Tem garra dentro de campo? Simplesmente é um time covarde até mesmo não pelos jogadores, mas pelo esquema de jogo do treinador, time que joga em casa e é covarde quer o que?
    Hoje os melhores e com garra são: Zé Carlos, Audalio e Maxsuel, por serem da casa.
    Kd o jogador diferenciado e de referencia?

  • ANTONIO MARTINS

    A pergunta que não quer calar: O presidente do CRB vai pagar apenas 50% do salário dos jogadores?

Deixe uma resposta Manoel Francisco
Cancelar reply