CRB inverte vantagem. E a culpa é de quem? – Blog do Marlon
Repetição
Chegou a hora do prejuízo!
Encaixe da marcação alvinegra. No detalhe , Cal (5)l marcando individual o atleta (10 )Fernando - Ilustração: Marlon Araújo - Tatical Pad

Encaixe da marcação alvinegra. No detalhe , Cal (5)l marcando individual o atleta (10 )Fernando – Ilustração: Marlon Araújo – Tatical Pad

O CRB deu um grande passo para chegar a final do Alagoano ao vencer o ASA por 2 a 0, ontem á tarde, no Rei Pelé. O resultado foi importante para o CRB pois jogará pelo empate em Arapiraca e até podendo perder por um gol de diferença. Para o ASA somente uma vitória por dois gols de diferença garantirá classificação para fase decisiva da competição.

Como todo jogo decisivo, as emoções estão mais afloradas. O ASA imputa a Francisco Carlos do Nascimento a derrota na partida e chegou a solicitar arbitragem de fora (?) após já ter sido escalado um árbitro na última sexta-feira.

Sempre muito centrado, Vica falou que reclamou ao Chicão que ele apita mais do que apitou ontem. Também reclamou em relação a mudança de critérios, entre os cartões dados ao ASA no tempo inicial para os cartões que não foram dados aos jogadores do CRB no segundo tempo.

O pênalti e a expulsão de Cal não foram contestados. Não acho que o ASA foi derrotado por isso. A derrota do ASA deu-se quantidade de gols perdidos pelo alvinegro, até mesmo quando estava com um jogador a menos. Mesmo considerando que o CRB reverteu a vantagem, ainda entendo que a decisão está aberta.

Jogo tático

Estreitamento - distância entre as linhas laterais - Paulo e João Henrique e a compactação distância do Gabriel para o mais avançado Zé carlos - Ilustração: Marlon Araújo - Tatical Pad

Estreitamento – distância entre as linhas laterais – Paulo e João Henrique e a compactação distância do Gabriel para o mais avançado Zé carlos – Ilustração: Marlon Araújo – Tatical Pad

O jogo começou estudado e com as duas equipes buscando a definição do encaixe da marcação . A iniciativa de propor o jogo ,oscilava , pois ambas equipes marcavam no seu campo e permitia a posse no campo de defesa do adversário , mas não surgiam grandes oportunidades.

Bem postado taticamente o CRB fazia com perfeição os princípios de jogo defensivo, Estreitamento , pressing e compactação , assim o ASA não chegava com perigo , e o CRB começou a melhorar devido à intensa marcação que a equipe fazia.

Aos 22 minutos o árbitro Francisco Carlos do Nascimento expulsou o atleta Cal (5) do ASA. Com um homem a menos, o ASA desequilibrou o sistema de marcação e sofreu o gol sete minutos depois. Fábio Alves derrubou João Henrique na área e Chicão marcou pênalti. Fernando bateu com capricho, com perfeição, no cantinho, Marcão foi bem, mas não pegou.

Percebam as linhas de quatro jogadores que o ASA montou a partir do momento que ficou com um a menos - Foto: Marlon Araújo

Percebam as linhas de quatro jogadores que o ASA montou a partir do momento que ficou com um a menos – Foto: Marlon Araújo

O segundo tempo começou com o Técnico Vica , arrumando sua equipe com 2 linhas de quatro e apenas o Alex mais avançado , ainda fez mais uma substituição, retirou o Max Carrasco (8) por já estar pendurado e colocou Glaydson (21), e logo aos 2 minutos teve uma grande chance para o ASA. Didira ficou livre com Julio Cesar e tirou muito do goleiro e acabou desperdiçando o gol.
O CRB voltou lento, aceitou a marcação imposta pelo ASA e o resultado era um time que atacava e outro se defendia.

ASA mostrou eficiência defensiva: linhas de quatro e um jogador mais a frente - Ilustração: Tatical Pad - Marlon Araújo

ASA mostrou eficiência defensiva: linhas de quatro e um jogador mais a frente – Ilustração: Tatical Pad – Marlon Araújo

O alvinegro demonstrava satisfeito em levar a derrota mínima para reverter em Arapiraca , o CRB ficava tocando a bola, mas Maxwell que entrou no jogo , fez um giro e aos 40, o garoto acertou um forte chute e definiu a vitória por 2 a 0 no Rei Pelé.

Mesmo destacando o bom jogo do Olívio , o garoto Maxwell foi o destaque da partida. Arbitragem do Francisco Carlos do Nascimento recebeu nota 9.. Os erros de Chicão em minha opinião foram na segunda etapa mudar o critério utilizado na primeira etapa, exemplo uma falta feita pelo Paulo Sérgio no Uederson e não aplicou o amarelo no atlet regatiano. Outro ponto que reputo negativo , é a forma ríspida e ameaçadora que se dirige para advertir os atletas. N]ao influenciou no resultado do jogo !

  • Raphael

    Esse pessoal do ASA deveria aprender a perder. No intervalo do jogo o goleiro deles fez declarações absurdas, insinuando que a arbitragem estava roubando descaradamente o ASA. Não acredito que toda essa difamação contra a arbitragem e o CRB ficará em vão. Eles têm que ser punidos.

  • Paulo Felipe Almeida

    Análise perfeita Marlon! Parabéns! Continua competente e imparcial!

  • Antônio Carlos

    Bom dia, não acredito que é normal que em vários jogos do CRB sempre um jogador do outro time é expulso, precisamos que árbitros de outros estados venham apitar os jogos do Alagoano e ver se isto vai continuar acontecendo ou não. Apenas uma opinião de uma pessoa que acompanha o futebol de Alagoas.

  • Dérik Almeida

    Só queria dizer para os torcedores do asa, que estão reclamando da arbitragem de ontem do Chicão, que esta chegando o campeonato da série c e com certeza o asa terá muitos problemas com árbitros principalmente quando for jogar contra américa, fortaleza etc.

  • marcelo

    Parabens! Comentário coerente.

  • Luciano Antonio

    Meu caro Marlon.. eu tenho o maior respeito por você e sua equipe.. porém acho que você está equivocado, eu vim o jogo revi pela tv e ouvi comentários de outros árbitros e em toda a opinião a expulsão do cal fio injusta, e ainda tem mais um agravante é que todos os jogos do crb há um jogador expulso do adversário é no minimo estranho…. talvez os jogadores do crb sejam mais experientes do que os árbitros, pois sempre as expulsões são cavadas é o goleiro que joga a bola no jogador e leva um totó, é jogador que dar mãozada erra e leva cotovelada, bom.. o revide sempre vem após uma agressão estou erado?.. cartão para os dois… está na regra.

  • Álvaro Costa

    Marlon, eu gosto de suas análises técnicas e acompanho o que vc escreve pq gosto de futebol. No entanto, discordo veementemente quando você diz que a expulsão e o pênalti não devem ser contestados. Houve, deliberadamente, favorecimento ao Crb (time da federação)! O Chicão começou o jogo amarelando todo o sistema defensivo do ASA. Era questão de tempo para a expulsão. O pênalti então, só se marca em terras caetes quando curiosamente o crb precisa ganhar. Receita repetida do jogo contra o Coruripe que eliminou injustamente o CSE. Este campeonato é uma vergonha…

  • AZULÃO

    Diz que o Marcos Delta esta tentando aprovar uma lei para todos os clubes que forem jogar contra o crb já entrarem em campo com um jogador a menos.

  • Álex Alberto

    Parabens! Comentário coerente, é facil reclamar da árbitragem quando o seu time perde, Eu sei que voçê TREME! O CHORO É LIVRE

  • Heitor

    só pra lembrar que em todos os jogos que o chicão apitou o CRB ganhou e teve um jogador do outro clube expulso,o Cal foi expulso,certo e por que não expulsou Paulo Sérgio que em 10 min fez 5 faltas no 17 do asa que entrou no segundo tempo, o Gleybson também fez 6 faltas seguidas no gabriel do asa e só levou um amarelo.
    o Chicão é um LADRÃO, TRABALHANDO PRO CRB.

  • Malafaia Jr.

    Marlon, fazia tempo que não visitava o Blog, e, ao voltar, fico feliz que ele seja ainda mais visitado e comentado.
    Sobre o Campeonato, não vejo outro time campeão que não seja o CRB. Todo respeito ao Asa, Coruripe e até o finado, mas somos Série B, elite do futebol nacional, e enquanto for assim, o CRB tem que vencer o Campeonato Alagoano todos os anos.

  • Moisés

    O choro é livre.

Deixe uma resposta AZULÃO
Cancelar reply