Um diamante que se foi – Blog do Marlon
O impasse e as necessidades do CSA
Contagem regressiva...3.2.1.

O atacante Wanderson não vestira mais a camisa do ASA. Experiente no futebol e com a vivencia do dia-a-dia, o técnico Vica já foi claro ao dizer que não conta mais com o jogador.

O atleta que pediu dois dias para revolver “problemas particulares”, esteve em Campinas para realizar exames médicos. Um grupo de investidores assume a carreira do jogador.

Wanderson até aparece no BID da CBF com contrato com a Penapolense. Claro que a Lei Pele prejudicou os clubes de uma maneira geral, mas também existe o lado do jogador. No caso de Wanderson, ele não mais interesse em jogar no ASA, ai ficaria preso no clube até quando surgisse algum clube com interesse em pagar o que ASA pedia.

Já nesta situação ao encerrar o contrato com o ASA no mês de maio, Wanderson ira embora sem deixar um real para o clube. Nem tanto, nem tão pouco.

Faltou a direção do ASA ter uma visão de mercado para tentar ampliar o contrato tanto do Wanderson, como o de Thalysson, evitando que os dois saíssem sem o ASA receber nada.

Wanderson chegou ao alvinegro como uma joia bruta, conseguiu uma lapidação e transformou-se em um diamante. Mas envolvido com maior projeção na disputa do Campeonato Paulista deslumbrou e não tem mais interesse em atuar pelo ASA.

O jogador tem um direcionamento de carreira equivocado. Já no ano passado demorou a ser apresentar. Este ano relutou em vir para Arapiraca, mas foi apresentado com a clara intenção de apenas passar por aqui. Sua cabeça já estava em São Paulo.

Wanderson não permanecera no ASA

Wanderson não permanecera no ASA

  • jose luiz de oliveira e silva

    A ganância se instalou na cabeça do Wanderson.Infelizmente está cuspindo no prato que comeu,na minha opinião,será apenas mais um bom jogador fadado a esquentar o banco de reservas do seu novo clube,a exemplo de muitos outros que passaram por esse vexame.