A vida vai passando e vamos aprendendo a fazer as coisas de um jeitinho todo especial, o nosso. Até ai não tem problema nenhum, os conflitos podem surgir quando passo a entender que esse é o único jeito de fazer as coisas e que ele é sempre o melhor. Então se você acredita estar sempre certo e que sua forma de conduzir os processos é a melhor, temos muito a conversar.

De fato acredito que durante muito tempo sua forma de conduzir as questões lhe ajudou a chegar até aqui e isso possui um valor especial. Provavelmente você já pensou, “ninguém cuida dos meus filhos como eu”, “jamais ninguém irá cuidar tão bem dos meus cães como eu”, “só eu consigo fazer o meu trabalho de forma tão excelente”, “jamais alguém o amará como te amei um dia”… Quando assumimos essa posição pretenciosa acabamos nos dando muito importância, um erro comum na vida daqueles que acreditam ser insubstituíveis.

Se todos nós fôssemos iguais talvez a vida não tivesse tanta graça e originalidade, há uma magia em ser diferente e confesso que isso é maravilhoso. Permita-se entender que não precisamos estar sempre certos e se isso acontecesse, seria uma tremenda chatice, ninguém nos aguentaria, há valor nas imperfeições.

Sobre ser feliz e ter razão, a primeira opção é a mais buscada dentre as pessoas. Não precisamos ter razão em todo o tempo, para onde isso nos levaria? Entenda que seu jeito que fazer as coisas é único e serve muito bem ao seu universo, mas talvez não se aplique o universo daqueles que estão ao seu redor. Mas se você acha que essa conversa ainda não é com você, tente reparar no que tem ouvido, “você quer que as coisas sejam do seu jeito”, “você nunca aceita o que digo”, “nunca posso falar nada que você acha algo melhor”…

Se você se identificou com esse perfil, vale procurar ajuda. Por vezes não percebemos nosso comportamento e acabamos afastando e sufocando aqueles que escolheram estar ao nosso lado. Reflita sobre suas escolhas e lembre que há valor na visão do outro, aproveite.

—————

Se você deseja ficar por dentro de mais dicas como essas, me segue nas redes sociais, Facebook e Instagram, Psicólogo Vítor Luz.

Caso deseje enviar sugestões, relatos e conversar, aguardo seu contato [email protected].

Atualmente não há comentários.