Escolhi falar sobre esse assunto pois em momentos de isolamento acabamos passando mais tempo juntos ou separados daquelas pessoas as quais escolhemos para nos relacionar. Seja você casado ou em um namoro, o tempo que estamos vivendo pede uma nova configuração relacional e essa urgência é eminente. Entenda que se não fizermos a nossa parte, poderemos desperdiçar todos os esforços investidos até hoje.

Antes deste período de quarentena todos nós possuíamos uma rotina estabelecida, com horários para trabalhar, treinar, passear e inclusive não fazer nada. Mas com a chegada do Covid-19 todos nós fomos “obrigados” a ficar em casa e nos relacionarmos de maneira mais intensa, próxima e por incrível que pareça, presente. Aqueles casais que só se encontravam no jantar, agora possuem mais tempo ao longo do dia. Os namorados que se viam quase todos os dias estão se conectando digitalmente apenas. Essas mudanças nos revelam o quanto precisamos aproveitar o nosso tempo presente, afinal de contas não compreendemos o que virá amanhã.

A comunicação dentro do relacionamento é um dos pilares de sustentação de qualquer relação saudável. Se algo nos incomoda é importante que possamos falar, se não estamos nos sentindo bem diante de alguma coisa, precisamos buscar ajustar e se não estamos mais felizes, precisamos encontrar algumas medidas internas para resolver. Não espere que o outro seja o grande resolvedor do problema relacional, olhe para você e enxergue quais são suas responsabilidades diante da tempestade que está vivendo.

Hoje reservei algumas dicas para te ajudar neste processo de quarentena diante do seu relacionamento.

Para os casais casados:

  • Estabeleça rotina: isso o ajudará a não se incomodar com os horários do seu parceiro.
  • Se tem algo que te incomoda, converse: Um dos grandes desafios dentro da relação conjugal é guardarmos o incomodo e esperar que ele se resolva sozinho, cuidado!
  • Respeito o seu espaço e o espaço do outro: A depender do lugar que você mora, o espaço físico pode interferir. Existem momentos os quais precisamos ficar sozinhos, em silencio e sem a presença de outra pessoa. Caso você não entenda o porque disto, tente experimentar.
  • Não se autosabote: Por vezes desejamos tanto ser felizes que acabamos criando situações as quais nos levam a tristeza.

Para os namorados:

  • Entenda que a saudade é positiva: A depender da sua rotina de encontros, estar longe pode parecer uma tortura, mas nem sempre. Encontre neste período sua paz interior e reavalie sua conduta relacional.
  • Crie momentos digitais: Escolham dias e horários os quais vocês possam ter o tempo de qualidade um para o outro.
  • Aproveite para avaliar o relacionamento: Aproveita que cada um está no seu espaço e coloca na balança tudo que te faz feliz e tudo o que te entristece, ao fim veja se a conta bate.
  • Olhe para dentro e veja o que se tornou: Muitos relacionamentos nos tornam pessoas melhores e outros nos impossibilitam de evoluir, olhe para trás e se avalie. Depois olhe para seu presente e perceba se você tem chances de chegar no lugar que um dia sonhou.

 

Atualmente não há comentários.