Quantos de nós ao longo da nossa vida sonhamos em falar um novo idioma, conhecer um país diferente, viver uma experiência fora da nossa cultura e muitas vezes conhecer novas pessoas. Os anos vão passando e vamos alimentando esses desejos, muitos realizam e outros se perdem no meio do caminho. A depender do caminho que trilhamos passamos a acreditar muito nos outros e quase nada em nós, o que talvez nos faça conectar ao pouco e esquecer que podemos ser abundantes.

Todo mundo conhece alguém pessimista, que não acredita que as coisas vão dar certo, que sempre pensam que não vão prosperar e estão certos que quem está a sua volta não devem possuir essa sorte. Ter um funcionamento como esse não é um problema, afinal cada um escolhe ver a vida como lhe convêm, o segredo está em não se permitir influenciar por comportamentos os quais não combinam com meu estilo de ver e sentir a vida.

A depender dos comprometimentos e ausências que tivemos na vida podemos desacreditar que o sol brilhará no outro dia e que o melhor desta vida ainda estar por vir e nos conectamos ao pouco, as migalhas emocionais e muitas vezes aos sentimentos que tanto trabalhamos em terapia para fugir. Sabe aquela fase na infância que aprendemos a dividir as coisas e com muita dificuldade entendemos que é possível sim ser feliz compartilhando, pronto, é aqui onde muitas pessoas escorregam e entendem tudo errado.

Nossos privilégios foram feitos para serem compartilhados e permitir com que as pessoas menos privilegiadas possam desfrutar do que um dia usufruímos.

As vezes damos ouvidos as pessoas que não sabem nada sobre nossa história e não estão interessadas em nos ver crescer, acreditando que talvez o ponto de vista delas sobre nós seja real e legítimo. “Você nasceu pra ser um perdedor”, “Isso não é para você”, “Aceite sua vidinha e olhe de onde você veio”… Por favor, escolha não acreditar nisso e entenda que você pode ter mais a partir do momento que decidir ter.

Ser abundante é uma questão de escolha e sabedoria, ser abundantes de conhecimento, de boas histórias, de um ponto de vista inspirador, de uma postura prestadia, de uma conduta integra e acima de tudo, abundante de generosidade. A gente sempre pode ter mais e possuímos todas as ferramentas para conquistar isso, o que não nos impede de estudar mais um pouco, andar mais uma légua e entender que o contato com novas pessoas nos dignifica e nos faz enxergar o que verdadeiramente importa.

Portanto, escolha ser abundante e viver o melhor desta vida!

Atualmente não há comentários.