Conheço muitas pessoas que usam a expressão “eu me cobro muito” e eu sempre paro para refletir, qual a razão de nos cobrarmos além do natural? Eu entendo que os outros criam expectativa sobre nossos avanços e prosperidade, mas precisamos compreender de uma vez por todas que não temos a necessidade de alimentar a ilusão que as pessoas constroem sobre nós. Se você acredita que se cobra muito, então esse texto é para você!

A vida vai passando e a depender das experiências que temos o nosso grau de exigência vai aumentando e nossa tolerância segue na direção contrária, reduzindo-se ao que aprendemos ser bom, adequado, razoável e justo. O desafio consiste quando alcançamos um determinado nível de desenvolvimento e tudo a nossa volta está sempre aquém da nossa expansão de mente, visão de mundo e alcance intelectual.

Talvez se fizermos o exercício de olharmos para trás poderemos nos dar conta do quanto já avançamos e o que tudo isso representa para nossos familiares e amigos. Na eminência de atender expectativas inatingíveis adotamos uma competição interna gigantesca, o que acaba por gastar nossas energias além do necessário. Quando isso acontece certamente teremos dificuldades de reconhecer nossos limites e acabaremos nos esgotando emocionalmente. Preserve o que você possui de mais precioso, seu equilíbrio interno, sem ele não poderemos ir muito longe.

Acredito que seja importante termos uma autocobrança, para que possamos nos manter no ritmo necessário para avançar, nem muito devagar, nem muito lento. Esse movimento nos ajuda a entendermos o que precisamos e nos faz reconhecer as coisas que são dispensáveis. Nunca esqueça que o pensamento dos outros a nosso respeito são apenas opiniões imbuídas de preconceitos, julgamentos e achismos.

Para se livrar da cobrança excessiva, exercite:

  • Tenha opiniões claras sobre você mesmo.
  • Escute aqueles que já construíram algo.
  • Encontre seus limites
  • Estabeleça onde deseja chegar.
  • Aprenda a descansar.
  • Se o que planejou não deu certo, está tudo bem.
  • Repense sua conduta.
  • Aprenda a se tratar com mais carinho.