Começo esse novo texto pedindo desculpas pelo meu sumiço neste mês de setembro, as ultimas semanas foram dedicadas a minha ambientação na cidade do Porto, aqui em Portugal, terra a qual chego para fazer Mestrado em Temas da Psicologia, na área de Psicogerontologia, pelos próximos dois anos, no mínimo. Experimentar coisas novas tem sido o que mais tenho feito aqui em terras lusitanas e esse será nosso papo de hoje.

 

Por vezes escolhemos fazer as mesmas coisas, voltar para casa pelos mesmos caminhos, conversar com as mesmas pessoas, assistir os mesmos tipos de filmes, vestir sempre o mesmo estilo de roupa e quando nos damos conta, nos tornamos imensamente previsíveis, facilitado até que alguém nos sequestre rsrs. Sim, eu sei que fazer coisas diferentes dá trabalho e exige energia para fazermos acontecer, mas lhe garanto, você vai se encantar.

 

Ai você se pergunta, “Certo Vitor, você volta e meia nos estimula a fazer coisas novas, mas o que eu ganho com isso?”. Muitos dos meus pacientes me fazem essa pergunta e vou responder para você, sempre que escolhemos sair da rotina a nossa mente se expandi e cria novas conexões cerebrais e expandi nosso senso criativo. Além de que podemos conhecer novas pessoas, novos caminhos, novos lugares e acima de tudo, descobrir um novo Eu no Mundo.

 

Estamos tão acostumados a ser quem somos que esquecemos que podemos ser nossa melhor versão no mundo. Isso implica e se permitir deixar nosso antigo eu para traz, que está fora de moda muitas vezes, e podemos seguir em frente sem medo de ser feliz. Entenda que isso é possível e só depende da sua vontade de ser o que sempre sonhou.

 

Visite lugares que nunca foi, fale com estranhos, coma algo que nunca comeu, sinta o que ainda não sentiu (isso inclui felicidade e tristeza), seja quem sempre sonhou e ainda não teve espaço para ser. Não há mais tempo a perder, muito se passou e talvez pouco tenha sido feito. A vida é agora e não teremos outra chance, viva!

Essa foto foi no dia do Jogo de Futebol aqui no Porto. Como não gosto de futebol, resolvi fazer algo diferente. Amei!

Atualmente não há comentários.