Nesta vida não somos obrigados a muita coisa, inclusive a fazer a vontade das pessoas quando desejamos fazer a nossa

Nossa vida é repleta de encontros e desencontros, dos quais temos a possibilidade de escolher avançar ou retroceder. Desde crianças aprendemos duas palavras mágicas, Sim e Não, elas são capazes de abrir portas, encerra ciclos, transformar sonhos em realidade e pesadelos em verdadeiros problemas de estimação.

Em minha prática clínica tenho percebido a falta de habilidade dos meus pacientes em dizer não. Os motivos são os mais variados, medo de desapontar, entristecer, irritar, contrariar e até mesmo desagradar. Pesquisadores afirmam que a negação impõe limites e permite com que o sujeito assuma viver suas próprias escolhas, de forma plena, consciente e primorosa.

Faça uma breve retrospectiva e busque lembrar quantas vezes você disse não querendo dizer sim… Agora pense o que teria acontecido se você tivesse negado aquele proposta, convite ou situação a qual se submeteu, pense nos benefícios que você teria conquistado. Esse é o segredo para ter êxito ao tentar falar não, respeitar sua própria vontade, considerar seus princípio e acima de tudo, assumir a autonomia das próprias escolhas.

Não há nada mais recompensador do que desfrutar da própria liberdade, aproveitar o direito de ir e vir, de ficar em casa assistindo um bom filme, comer brigadeiro com pipoca em dias frios ou até mesmo dormir até mais tarde porque sente-se cansado. Nesta vida não somos obrigados a muita coisa, inclusive a fazer a vontade das pessoas quando desejamos fazer a nossa.

A vida passa muito rápido e não podemos desperdiçar o nosso tempo e nossa passagem por esse mundo atendendo apenas aos desejos dos outros e deixar sempre os nossos de lado, além de não ser justo conosco, não merecemos tal estilo de existência.

Uma dica preciosa é saber o que se deseja, quando compreendemos o que verdadeiramente queremos, fica mais fácil não aceitar propostas indecorosas, convites fora de tempo e situações desagradáveis. Encontre suas prioridades, estabeleça um propósito consigo mesmo e acredite no seu poder de escolha. Isso fará toda diferença na próxima oportunidade em que você precisar dizer não e seja tentado a falar sim.

Confira uma entrevista sobre o assunto aqui.

—————

Se você deseja ficar por dentro de mais dicas como essas, me segue nas redes sociais, Facebook e Instagram, Psicólogo Vítor Luz.

Caso deseje enviar sugestões, relatos e conversar, aguardo seu contato [email protected]ail.com.

Atualmente não há comentários.