A gente vai crescendo e temos a chance de aprendermos diversas coisas, como andar de bicicleta, nos comunicarmos, nos desenvolvermos profissionalmente e a nos relacionar com outras pessoas, mas quantos de nós foram ensinados a lidar com as adversidades? Essa é uma realidade que vamos nos adaptando ao decorrer da vida e essa é a mágica da evolução da humanidade. A pandemia que se alastrou no mundo inteiro trouxe vários ensinamentos e nos orientou o quanto precisamos aprender a nos adaptarmos.

Esse não é um texto sobre resiliência e sim sobre o processo de adaptabilidade mesmo, que consiste em criarmos estratégias, escolhermos comportamentos e tomarmos atitudes as quais nos ajudem a passar por circunstâncias ao longo da vida. Diante da pandemia existiram aqueles que esperaram sentados ela passar e também existem aqueles que fizeram acontecer e aproveitaram a crise para gerar oportunidades. Quando falamos sobre adaptação, estamos falando sobre o que, quando, como e quem precisamos ser e fazer para não sermos comprometidos com situações não planejadas que nos assolam.

Os sábios aprendem com os erros dos outros e os inteligentes aprendem com os próprios erros, essa é uma escolha que sempre podemos fazer seja que realidade você esteja vivendo. Hoje eu vivo em Portugal e por aqui já estamos vivendo a segunda onda do Covid-19, a Europa está buscando se adaptar a uma realidade já prevista anteriormente. A reflexão que trago hoje é: você está preparado para as próximas ondas de desafios?  Por vezes adiamos o ingresso em um estudo de idiomas, em uma nova faculdade, em algum curso de pós-graduação e no começar de um processo psicoterapêutico, por acharmos que amanhã vai dar tempo.

Vale lembrar que quanto mais adaptáveis formos, maiores serão as nossas chances de sucesso e prosperidade. De nada vale ansiar por dias melhores senão estou conseguindo fazer a minha parte hoje. A antiga premissa que versa sobre o plantar e o colher nunca falha e essa realidade nunca falhará. Como está hoje o seu plano de ação para não ser pego desprevenido? Quais são as formas que você tem criado para não ser surpreendido por uma nova crise mundial? Quais são suas desculpas de estimação para continuar onde está? Vale refletir sobre isso.

Atualmente não há comentários.