Já não vivíamos dias tão desafiadores como no último ano há muito tempo, as incertezas por vezes tomam conta dos nossos pensamentos, a ansiedade surge e podemos nos perder no meio do caminho. Nunca se cobrou tanta autoresponsabilidade quanto neste momento em que o mundo está passando, precisamos entender que nossas atitudes impactam a vida das pessoas ao nosso redor e é imperativo que você ajuste a sua consciência individual ao coletivo, desta forma nos distanciaremos do egoísmo e alcançaremos a tão sonhada sociedade colaborativa.

Autoresponsabilidade é a capacidade ou competência de assumir a responsabilidade por cada evento bom ou ruim que acontece em sua vida. Certamente você já ouviu falar sobre ela ou até mesmo já a pratica. Com certeza você conhece algumas pessoas que nunca assumem a responsabilidade do que fazem e ainda por cima responsabilizam outras pessoas pelas falhas e erros cometidos. Quando não nos conhecemos tendemos a terceirizar tudo aquilo que devemos assumir, por isso o autoconhecimento é tão libertador, pois por meio dele podemos entender quem somos e o que devemos deixar de fazer, definitivamente.

Quando expandimos a nossa consciência e passamos a entender que cada escolha que fazemos tem uma consequência e por conseguinte, pessoas podem ser influenciadas e prejudicadas, precisamos pensar um pouco mais antes de decidirmos o que fazer. A depender do seu nível e influência, esse poder de construção ou destruição pode ser ainda maior. Mas ai você pode pensar “Então toda a decisão que eu for tomar, preciso pensar nos outros é?”, isso mesmo! É por não pensarmos nos outros que acabamos sendo egoístas, irresponsáveis e inconsequentes. A melhor forma de entender melhor tudo isso é quando alguém doente te adoece, você acha injusto e por vezes um absurdo, ou seja, a empatia vai salvar-nos.

Definitivamente, chegou o momento de nos concentrarmos no que desejamos, nos organizar, criar o nosso planejamento e agir.  Sempre lembrando que somos responsáveis pela realidade que vivemos e que ela pode ser modificada a partir do momento que redefinirmos as nossas escolhas.

Atualmente não há comentários.