Ao longo da nossa vida fomos ensinados a tratar todos os outros da mesma forma como gostaríamos de ser tratados, uma máxima importante em tempos onde cada um está preocupado com seus problemas e frustrações. O tempo vai passando e vamos entendendo a importância de estarmos conectados com aqueles a nossa volta, um vínculo necessário para crescermos, nos desenvolvermos e aprendermos coisas novas. Se tem algo que precisamos aprender diante de tudo isso é a nos tratar com carinho e respeito, lembrando que também merecemos isso.

Você lembra das vezes que comprou presentes caros para seus amigos, daqueles momentos que você foi gentil com um estranho, que cumprimentou o zelador do trabalho e que simplesmente ajudou uma idosa a atravessar a rua? Pois é, essas são situações genuínas de pura gentileza e generosidade. Mas qual foi a vez que você se elogiou no espelho? Que você se levou para passear? Que você escolheu se presentear fora de alguma data comemorativa? Que você escolheu cuidou dos seus pés cansados? Que você recebeu uma massagem após uma semana exaustiva? Acredito que estamos chegando à conclusão que nem o mínimo estamos fazendo por nós mesmos, não é?

Quando constatamos que não estamos nos tratando com carinho e paciência, podemos ter a consciência que algo pode ser alterado e essa mudança pode começar agora mesmo. Faça uma lista de todas as coisas que você acredita que podem ser oportunidades para se tratar bem, cuidar bem do seu corpo, acolher suas ansiedades e angústias e por fim, tome atitudes as quais se orgulhará de si mesmo.

Um último lembre e não menos importante, cuidado com aqueles que estão a sua volta e acreditam que você não merece se tratar bem. Quando passamos a cuidar mais das nossas próprias vidas diminuímos a atenção que antes investíamos nas pessoas, então é natural que elas sintam a diferença e passem a lhe cobrar atenção e assistência. Aproveita esse movimento e informa como as coisas serão daqui pra frente.

Atualmente não há comentários.