Foi pensando em saúde e bem-estar sem a neurose da temida balança que decidi fazer algumas postagens sobre atividade física e nutrição para quem quer dar aquele passo de fé em si [email protected] e mudar de vida.

A série FIT não tratará da perda de peso (apenas), porque entendo que nossa satisfação não pode estar amarrada à balança. Para que um corpo seja bonito ele precisa de uma pessoa feliz dentro dele. Essa é a ordem na qual acredito: ser feliz e aceitar que somos ú[email protected] As pequenas diferenças é o que nos torna atraentes, o resto é pressão midiática.

Balança tornou-se tortura para quem persegue o emagrecimento

Para isso entrevistei especialistas de diversas áreas e o material foi tão rico que decidi dividi-lo, assim poderemos ir com calma. Sem agonias. Sem estresse. Cuidar da saúde de maneira desacelerada também é cuidar da saúde mental. Porque é disso que se trata: mudar de hábitos para viver melhor. Criar condições dentro de si para tornar-se sua melhor versão, independentemente da idade ou estrutura física.

Revilane Alencar, especialista em nutrição clínica, nutrição esportiva, nutrição clínica funcional e fitoterapia, com doutorado em Ciências Endocrinologistas pela UNIFESP, foi a profissional que me ajudou a entender como a alimentação interfere diretamente no funcionamento do corpo, e ajuda nos resultados de quem está suando a camisa – literalmente – nas academias.

Alimentação interfere diretamente no resultado de quem faz atividade física

Além dela, teremos dicas de educadores físicos e opções de alimentos regionais, que vão te ajudar a cuidar das refeições antes, durante e depois da atividade física. Também citarei as últimas novidades na área de suplementação: que tal chocolate e jujubas que ajudam no treino e dão aquela saciedade? Tudo com o acompanhamento atento do parceiro Ao Pharmacêutico Alagoas.

Reiterando que não farei apologia à magreza, mas à qualidade de vida que vai interferir diretamente na sua vida REAL.

Equilíbrio sempre.

  • Tereza

    Muito legal, já esperando as próximas matérias 🙂

  • Maria Dieldja

    Já um bom tempo faço atividade física e vejo a diferença de como eu era antes e como sou agora. Meu condicionamento físico é completamente diferente, a disposição e o bem estar que a atividade física proporciona é um combustível para continuar.
    Não defendo corpo escultural, mas minha auto estima melhorou bastante. Rsrsrsrs