Por óbvio, Arthur Lira deveria saber que a pressa é inimiga da transparência, principalmente quando se trata do Legislativo, o mais democrático de todos os poderes.

Ao dar a desnecessária celeridade à chamada PEC da Impunidade, o presidente da Câmara Federal só ajudou a confirmar a expectativa que – ainda – se tem sobre sua atuação como dirigente da Casa do Povo. Se ele não tiver cuidado, esta se torna a PEC do Arthur.

Confesso que muito me incomoda a judicialização da atividade política, notadamente das ações congressuais, mas considero muito pior transformar o mandato eleitoral num biombo para criminosos de toda ordem.

Aquilo que for do mandato deve ser amparado na imunidade parlamentar, mas não há de entender que assassinato, roubo e ameaça à vida de autoridades esteja no pacote a ser protegido pelo instrumento tão precioso da democracia.

O ideal seria que o próprio Congresso – e demais casas legislativas – tivesse a capacidade de se expurgar suas próprias excrescências.

Não tendo, que o Judiciário livre a sociedade do perigo de criminosos que buscam a atividade política para ser o que são – criminosos.

 

 

Teresina tem o dobro de crianças matriculadas na Educação infantil de Maceió
Filho de Luciano Barbosa se prepara para disputar vaga de federal fora do MDB
  • Carlos

    O eleitor sabe de tudo isso e vota com o argumento de que ” todos” são iguais mesmo se tratando de alguém que postulantes pela primeira vez ao cargo público. Vende o voto e os mesmos que continuam na política de pai pra filhos e netos…acham uma maravilha o povo pensarem assim.
    Aqui em Alagoas,mudança é só uma palavra.
    Os Calheiros, Liras, Beltrão , Albuquerques, Toledos, Barbosa , Barros e outros nomes da família agradece o povo pensarem assim.

  • Antonio Carlos Barbosa

    A PEC da IMPUNIDADE do Presidente Arthur Lira e seus iguais (praticamente todos os parlamentares), mostra que sua estatura moral o fazia andar de cócoras, agora anda rastejando.
    Brasil sem futuro.

  • Sebastão Iguatemyr Cadena Cordeiro

    DUAS OBVIEDADES CHOCANTES . A PRIMEIRA ME DIZ RESPEITO . ANTES MESMO DO PERSONAGEM DE FILMES DE TERROR USURPAR A PRESIDÊNCIA DESTA REPÚBLICA DE . . . EU O APELIDEI DE BIOMBO , QUE FOI O TERMO FISICA E MATEMÁTICAMENTE ENCONTRADO EM MEIO AO MEU INTRICADO CONJUNTO DE NEURÔNIOS , PARA ESTEREOTIPAR ESTE ESCORREGADIO PERSONAGEM DA CRIMINOSA POLÍTICA NACIONAL . A SEGUNDA SE REFERE À MIGRAÇÃO BASTANTE NOTÓRIA E PROGRESSISTA DE TUDO QUE NÃO PRESTA NESTE PAÍS DE . . . PARA AS FILEIRAS DO EXÉRCITO DA PERDIÇÃO , ATOLANDO CADA VEZ MAIS QUALQUER RESQUÍCIO DE CIDADANIA E VIRTUOSES HUMANITARIAS NO PÂNTANO DA DEVASSIDÃO . TENHO DITO !

  • Zezim sabe de nada inocente.

    Não vi um unico bolsominion reclamar dessa pec
    Nenhum paladino da moral e dos bons costumes
    Porque será?????

  • Perdro

    Mesmo no caos, há um cem números possibilidades de escolhas. Porém, o que se observa no Brasil é uma divisão masoquista. De um lado, a esquerda torcendo para seus iguais; do outro, a direita apostando no quanto pior melhor, ao centro, um grupo mofino esperando sua vez (igual aos abutres). Essa trempe de espinhos sustenta um panelão de enxofre borbulhante. É nesse cenário que a utilidade (não de todos) de pastores, padres e demais “gurus”, cada um com seu Cérbero de estimação, se revela: levar ao caldeirão infernal todas as formas de bípedes, sejam elas ruminantes ou não. Na agonia, esses anunciadores do apocalipse sempre estiveram em alta. Hoje não seria diferente. Sugestão: cuidem-se, fiquem longe dessa trupe!

    • Santos

      Brilhante resumo da ópera… exatamente assim!

  • Há Lagoas

    “A pior ditadura é a ditadura do Poder Judiciário. Contra ela, não há a quem recorrer”.
    Rui Barbosa