Na reta final do segundo turno, três integrantes do grupo da prefeitura de Maceió desfalcam a campanha de Alfredo Gaspar.

Culpa da Covid-19 (?).

Além do prefeito Rui Palmeira e do vice Marcelo Palmeira, também Tácio Melo, vice de Alfredo Gaspar, está fora de combate, pelo menos por enquanto.

Outros assessores do prefeito, incluindo Alexandre Mata, o Tatu, foram acometidos pelo coronavírus.

Do lado do governo do Estado, os secretários Maurício Quintella e Lima Júnior também são vítimas recentes da pandemia.

Todos se recuperam bem.

Renan Filho não pode ser vítima do próprio sucesso com a Covid-19
Já sem Coruripe, Marx Beltrão entra de cabeça na campanha de Maceió
  • Há Lagoas

    Espero que Alfredo Gaspar não acredite em mau agouro…

  • Carlos

    O vírus está aí livre e solto. Quem não acredita é só facilitar e correr o risco de pegar e se vai ser leve , modero ou severo…

  • Jorge

    ALFREDO, DEVERIA TER FICADO NA PGJ, FARIA MELHOR PARA A SOCIEDADE… SE ILUDIU COM RENAM ‘ S E RUINZINHO…

  • Paulo

    Acho que o Tacio Melo foi mais recomendação do marketing pra ele ficar de fora, perde 10 votos pra cada 1 que arruma.

  • Santos

    ENQUANTO ISSO… Os servidores públicos municipais e estaduais reforçam a campanha de JHC em resposta aos oito anos de desprezo das gestões de Rui Palmeira e Renan Filho com os servidores públicos. Infelizmente é a realidade e o voto dos servidores públicos da Prefeitura de Maceió e do Governo do Estado e de seus familiares farão muita falta a Alfredo Gaspar.

    *Não acredito que JHC será um bom gestor para os servidores públicos de Maceió, mas o voto em JHC é uma resposta ao prefeito Rui Palmeira e ao governador Renan Filho. Que sirva de exemplo aos futuros gestores.

  • Francisco Jose Souza

    Será que os covidados do Alfredo irão votar no dia 29 desrespeitando as orientações do TSE?