É possível até que a judicialização crescente das eleições em Alagoas inspire mais emoção do que as campanhas, propriamente.

E ela atinge as duas maiores cidades no estado de Alagoas – Arapiraca e Maceió – envolvendo as candidaturas mais cotadas para uma futura vitória.

Na capital, JHC e Alfredo Gaspar mostram suas armas eleitorais através de seus competentes e dinâmicos escritórios de advocacia, a cada dia com uma nova denúncia e/ou ação judicial.

Não que não haja matéria-prima, e não é o caso, mas paulatinamente a disputa política e de ideias (?) vai cedendo espaço à retórica do fumus boni juris.

Em Arapiraca, para desespero de uma população sempre engajada nas disputas municipais, o imbróglio acontece na Vara, dependendo dos votos dos juízes.

Marcelo Victor antecipa para terça-feira sua reeleição na presidência da Assembleia
Adversários miram tirar Luciano Barbosa do guia e da campanha de rua
  • Williams Roger

    Infelizmente, já não temos mais vontade própria, no que diz respeito ao sufrágio. Assim afirmou o, herói nacional, ex- delegado federal e ex-deputado federal Protogenes Queiroz.👇👇👇

    https://youtu.be/Lj8sHk7TXKY

    https://youtu.be/x_cpioJWIFk

  • Williams Roger

    Hoje é dia do servidor público. Muito embora não temos o que comemorar. Mas faz um texto falando sobre isso e comentando sobre o Silvio viana que deu a sua vida pelo Estado.

  • Hildebrando

    Pois, é na vara de ideias que a justiça deve deixar a população decidir democraticamente pelo menos ruim, para aquela que é à terra do fumo Grosso.

  • Mário

    As eleições viraram um campo de batalha de mentiras, acusações, demagogia e outras mazelas (raríssimas exceções). Essas brigas acabam depois do pleito, onde alguns iram se reunir para degustar um bom churrasco de picanha argentina, acompanhado de Whisky de 20 anos (para os que apreciam). “O povo é só um detalhe” (personagem Célia Caridosa de Melo-Escolhinha do Professor Raimundo).

  • Jorge

    O QUÊ O SERVIDOR PÚBLICO TEM A COMEMORAR??