Segundo a expectativa mais otimista do governo do Estado, Alagoas receberia, no máximo, R$ 400 milhões pelo  primeiro lote da Casal, leiloado ontem por R$ 2 bi.

Este dinheiro, referente à outorga dos serviços de abastecimento e esgotamento da Grande Maceió, deve entrar no caixa da Secretaria da Fazenda até meados do próximo ano (pode ser antes).

O sucesso da operação – na visão do Palácio República dos Palmares – leva o governo Renan Filho a apostar na venda do segundo lote em abril de 2021.

Mas há diferenças consideráveis entre os dois lotes.

A parte abocanhada pela hoje canadense BRK Ambiental – ex-Odebrecht Ambiental – corresponde a 60% de todo o faturamento da Casal, o que banca a companhia. É o “filé”, na definição de servidores da empresa.

O segundo lote envolve os serviços em municípios do Agreste – sem Arapiraca – e do Sertão, e é menos convidativo para a iniciativa privada (tem ainda a Região Norte, pouco significativa no orçamento do setor).

Se o governo obtiver sucesso na segunda operação, bem mais complicada, será melhor para a Casal, avaliam os dirigentes da empresa.

Em tempo

Se a maior parte do dinheiro arrecadado agora fosse investida na Educação, Alagoas, de fato, poderia se tornar um outro estado.

Luciano Barbosa queria adiar sua aposentadoria marcada para 2022
Palácio ataca Luciano Barbosa agora pelo bolso (dos aliados)
  • Antônio Buarque

    E o que o nosso “Grande Governador” fará com esses Bilhões!?
    O de sempre: mais e mais propagandas; mais estradas e hospitais! Assim o povo vê né!?
    Ah! E aumento ao funcionalismo para dar una caladinha neles:
    Não vê um Polo de Tecnologia no Jaraguá parado desde o início do seu governo;
    Não vê praias e rios cada vez mais poluídos;
    Não vê equipamentos em serviços públicos, escolas e muito menos hospitais;
    Não vê cultura literalmente esquecida!

    • Franca

      So para lembrar esses 2 Bilhoes deve ser para melhorar a vida 3,3 milhoes de alagoanos e nao o funcionario publico, so para lembrar 70% da populacao vive na pobreza.

    • Saogala

      Excelente indagação!
      E o que dizer das duplicações das AL-220, AL-101 Norte?
      E o VLT na Fernandes Lima?
      E a construção da sede da UNEAL em Arapiraca?
      A propaganda oficial não mostra a realidade.

  • Revoltada

    E os empregados da Companhia que em nenhum momento lhes foram garantidos os empregos. Estes sim, também serão prejudicados, quantos pais e mães de famílias que ficarão sem emprego. Em nenhum desses estudos realizados, para efetivação do processo, tratou dos empregados. Estes foram considerados descartáveis, pensaram tão somente no lucro. E que será distribuído para o bolso de quem?

  • Observador

    Esse pessoal tá sonhando! 1) A parte abocanhada (a chamada Região Metropolitana) pela BRK Ambiental não corresponde a 60% do Faturamento da CASAL, até porque, alguns locais, quem opera são o SAAE´ S, cujo faturamento não entra na receita da CASAL! Mas, mesmo assim quem abocanhou o filé (Maceió, principalmente e que banca a Companhia) ainda conseguirá ter algum retorno! 2) Porém, quem vai investir no Interior, onde, têm locais em que a população não têm condições nem de pagar água, quanto mais pagar taxa de água + taxa de esgoto? E se investir vai querer ter retorno, que é o caso do setor privado, e aí, a pobre população do Interior vai sofrer! 3) E os empregados, como ficam, se a ideia é a CASAL ficar só produzindo água e tratando? Como a distribuição e a parte comercial será toda do setor privado, para onde irão os empregados da CASAL/Interior?

  • ANA LUIZA

    Ricardo, primeiramente quero te agradecer por ecoar minha voz no seu programa de ontem no 12:10 noticias. Muito agradecida mesmo. Num governo de moucos, gritar através de alguém sério como você pode fazer diferença.
    Hoje o governo enterrou meu setor. Hoje iniciarei o processo de demissão de cerca de 10 funcionários com carteira. Hoje iniciarei o processo de fechamento da minha empresa pois hoje o governo do estado decidiu usar um TRUQUE.
    Para justificar as aglomerações nas campanhas eleitorais, decidiu liberar os eventos em AMBIENTE ABERTO. Leu bem? Ambientes abertos. Meu setor de festas em AMBIENTES FECHADOS não foi liberado nem para funcionar com 50% da capacidade.
    Mais uma vez: Qual a diferença do meu espaço para bares e restaurantes que, estão absolvendo a demanda dos aniversários de crianças e adultos que eu faço aqui no meu salão?
    Qual a diferença? Os bares estão lotados! Academias! Restaurantes e em particular as pizzarias que estão fazendo aniversários às pencas. Sabe porque? Porque o meu setor está fechado!
    E sabe porque meu setor está fechado? Pq querem desmontar nossas empresas e desempregar centenas de pessoas!
    Querem a nossa falência!
    Pois conseguiram! Hoje vou desistir do meu negócio. Em breve farão matérias sobre fechamentos de salões de festas e de clientes sendo ressarcidos a conta gotas.
    Parabens ao governo! Nos encontramos nas urnas!

    • Saogala

      Essa é a face mais perversa do lockdown, que nada tem haver com a pandemia, mas sobre as decisões políticas em cima dela.
      Lamento profundamente, e me solidarizo com situação.

  • Luis

    Assim o povo aprende a trabalhar!
    Dar valor ao servico publico, ninguem da.
    Quantas vezes ja nao vi a populacao precisando da boa vontade da CASAL, que fatura!!!!!!, e deixam a desejar.
    Agora acabou!
    Deviam ter pensado antes pq teriam o apoio da populacao! Se trabalhassem bem!
    Agora, bem vindos ao lado de ca! Ao lado da necessidade de um atendimento minimo, melhor, e coerente.

  • paulino lopes

    Qual seria a compensação para o município de Marechal Deodoro, seria ótimo esclarecer esse detalhe.

  • Adriele

    Pobre de um Povo que se ilude diante de discursos alucinantes de que essas falcatruas denominadas de privatização trará soluções ou qualidade seja em atendimento ou serviço para o bem comum.

    Se ilude o povo que pensa que funcionários da companhia serão “bem vindo ao lado de cá”. Funcionários da Casal tem competência suficiente para assumir hoje, se dada a oportunidade, de gerir o estado por inteiro, quanto mais trabalhar numa companhia de saneamento.

    O povo se ilude ao achar que os funcionários da Casal não tem outros meios de sobrevivência, não conhecem realmente o alto nível técnico e de gestão dos profissionais que fazem o cotidiano de cada unidade. Informação e conhecimento num mundo de constantes mudanças é tudo. Vamos nos informar primeiro meu povo. Os “funcionários” não compram briga com o povo, apenas cumprem suas responsabilidades dentro do cenário, da estrutura e dos recursos que lhes são ofertados.
    Povo e só para lembrar: não faço parte do corpo funcional da Casal não viu, mas conheço muitos de lá.

    O Povo se ilude quando acha que as pessoas carentes, povo pobre de Alagoas vai poder pagar as altas taxas de esgoto ou água, que seja, num circuito privado que tem como único objetivo o lucro, realmente vocês acham que irão se preocupar com classe A, B, C,D, E, etc…???
    O Povo se ilude quando acha que grupos como esse, que abocanhou a companhia, vai ter interesse em universalizar água e esgoto lá pro pessoal das cidadezinhas do interior, onde o povo tem escassez de tudo: de emprego, comida, educação, saúde e por aí vai. Para se ter uma ideia, vamos para Arapiraca, cidade de um porte considerável, etc… Lá parem para pensar!!! moradores de residenciais populares tem dificuldade para pagar uma taxa de água na tarifa social.. vão anotando e reflitam. Sintam a realidade do nosso estado, viagem, sejam curiosos, investiguem, busquem se informar.
    A realidade de Maceió é diferente do interior, porém com muitas áreas carentes que também não terão condições de arcar com as altas taxas.
    A casal hoje nos cobra uma taxa de água de R$: 50, 00 (aproximadamente) para entregar nada mais, nada menos que 10.000,00 metros cúbicos de água. É só fazer os cálculos do quanto você paga por 1,00m³, por fim por 1litro de água e compare com um copinho de água mineral no supermercado. E lembre a água que sai das suas torneiras tem qualidade superior a água lá do copinho do supermercado, pois é captada nas margens do rio, vocês sabem o que isso significa? É uma água de ótima qualidade, livre de metais pesados como são as mais diversas águas minerais que compramos.
    Povo reflitam! Empresas de água, energia, correios, dentre outras, são altamente lucrativas, são praticamente monopólio dentro de suas áreas de atuação…e se estas não estão hoje atendendo aos anseios de um povo não é porque funcionário A ou B deixou de cumprir seu papel não. Lembrem que: quem comanda, administra, faz a gestão, planeja essas empresas são os nossos queridíssimos políticos. Acordem!!! funcionário público não tem culpa, todos são vítimas. O povo e os funcionários públicos apenas sofrem as consequências de um país com políticos corruptos.

    Rentáveis como essas empresas são, hoje no Brasil, era para termos serviços de alto padrão e qualidade…Mas os nossos queridíssimos não nos deixaram experienciar essa realidade que poderia ser atingida tão facilmente. Cada um sugou como pôde e bem quis. Deterioraram um patrimônio nosso, do povo. E a culpa agora é do funcionário público que não faz nada, é vagabundo…quanta hipocrisia!!

    O povo tem direito à uma água e um serviço de qualidade, por um preço acessível a toda população. Sem água não sobrevivemos, o estado tem que garantir o acesso, se não vira mercadoria. Pera aí, nossos queridíssimos além de nada fazer, não querem se dar ao trabalho de gerir uma empresa genuinamente do povo e o que eles querem então??

    Esses políticos precisam trabalhar minha gente…não querem administrar dignamente uma empresa nesse país, então, sinceramente o que eles estão fazendo lá… parem para pensar. É muito fácil dizer que não é eficiente e entregar aos leões!!! quero ver é arregaçar as mangas e trabalhar.

    Enquanto o povo for manipulado descaradamente como vem acontecendo nesse país, não sairemos desse mar de lama, corrupção, desmando político e fundo do poço!!!!

    Temos direito a água, energia, saúde, educação e tudo o mais…subsidiados sim pelo estado. Um estado competente, robusto, e que almeje o bem de todos, sem exceção. Pena que essa realidade está tão distante e que o povo não acredite mais nesse direito.

    Triste de um povo que se ilude e nada mais.

  • Sebastião Heleno

    Para transferir os SAEE de todos municipios para a empresa que venceu o leilão da casal ( repito da Casal) será necessário o aval das Câmaras municipais, sem isso nenhuma operação de transferência dos órgãos será realizada. E A LEI !!!!!!!”!!!!!!!!!!!!!! A casal numa foi propietaria dos SAAE .E ponto final

  • Interiorano

    Seu Luis, todos os funcionários da CASAL, assim como dos SAAE´´ S, têm o maior orgulho de trabalhar prestando serviço público! Um bom atendimento é a prioridade, porém, as vezes, dadas as dificuldades, ou a grande quantidade de serviços, um determinado serviço pode demorar um pouco mais, mas, não é porque os funcionários querem que demore! Não é que “a população fique esperando pela boa vontade da CASAL”, como o senhor está dizendo! Não é assim! E o interessante é que como a Adriele frisou : “muitos reclamam porque pagam R$50,00 (cinquenta reais) por 10000 litros de água, ou seja, pagam R$5,00 (cinco reais) por 1000 litros de água, mas, não reclamam porque pagam R$7,00 (sete reais) por um garrafão de 20 litros de água”! Outra coisa : Está havendo 02 (dois) equívocos na informação! 1º) Por enquanto, não foi a privatização da CASAL e sim, a Concessão da Outorga e Exploração dos serviços de esgotamento sanitário; 2º) Só que estão colocando como a privatização da CASAL e a extinção dos SAAE´` ´S na chamada Região Metropolitana, que de Metropolitana não têm nada! O que é que têm a ver a CASAL com os SAAE S e o que é que têm a ver o sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Atalaia com o de Maceió? O problema é que muitos falam, dizem e fazem as coisas sem saber!