Era inevitável: os palacianos, na maioria, e os dirigentes do MDB de Alagoas já tratam Luciano Barbosa como “inimigo mortal”.

Os que me pareceram mais sensatos, e eu ouvi alguns, acham que os caciques emedebistas “subestimaram o vice-governador”.

Em resumo: acharam que ele não iria tão longe –  ao que parece, Barbosa quer ir ainda mais longe no seu embate contra os ex-amigos de infância.

A questão – da candidatura dele – vai ser judicializada, e Luciano aposta todas as suas fichas (assim como os três advogados ouvidos pelo blog) em Brasília.

Ele vai sangrar durante a campanha, por óbvio, mas se mostra disposto a seguir em frente, ultrapassando a barreira de pregos já em construção.

E, cá pra nós, o nome que assusta o Palácio e os palacianos não é o de Luciano Barbosa: Marcelo Victor – este é no me do “cara”.

(Mais detalhes aqui neste blog, nas matérias já postadas.)

Marx Beltrão teve de dobrar a família para anunciar apoio a Gaspar
Médico Hemerson Casado é o único candidato a vereador no país com ELA
  • Sampaio

    Hoje meu candidato pra qualquer coisa é Luciano Barbosa, o único que levantou a ira do governador. Pra mim já é um bom homem.

  • Sampaio

    Cuidado Luciano Barbosa, vc também não é boa coisa mais despertar a irá do governador é sua turma é preciso tomar muito cuidado.

  • Consigliere Alagoano

    .
    LUCIANO tem um AUTO-INIMIGO… ELE mesmo!

    Em política não tem vácuo. A regra pragmática, verdadeira, incontestável e autoaplicável se impõe duramente, doa a quem doer. É só abrir espaço que outro entra de sola, com jeito ou na marra.
    É a mesma regra para as disputas eleitorais. Tanto faz se o cidadão está num cargo. Se aparecer outro mais alto e tiver vácuo ou fraqueza, o político precisa correr o risco, ocupar o espaço, preencher o vácuo, se compor e tocar em frente. Afinal, em política, feio é perder

    ENTRETANTO
    “O boi sabe onde arrombar a cerca.”, esse STRESS é com Renan Filho, como Renan pai o discurso é outro.
    Lembro de uma música do Bezerra da Silva, espero que os leitores contextualizem com a situação atual:
    Você com revólver na mão é um bicho feroz (Feroz)

    .

  • rotary

    Não esqueça da PF que fez uma visita a filha do Vice-Governador.

  • Tony

    O senador Renan Calheiros e o governador Renan Filho só estão pensando nas eleições de 2022, pouco se lixando para a opinião dos filiados do MDB, hoje considerado o maior Partido de Alagoas. É bom lembrar que o PSDB, que por muito tempo foi o maior sigla partidária de Alagoas, hoje é um Partido em decadência, justamente por seus “caciques” acharem ser donos do Partido. Infelizmente o MDB segue o mesmo caminho.

  • lourival barbosa de magalhaes

    Luciano é do meio. Espero que a independência declarada no dia da independência de Alagoas seja para valer. Não se dobrar é necessário. Ninguém é dono de ninguém. essa é a minha opinião.

  • lourival barbosa de magalhaes

    Tem que ter preocupação com Arapiraca e seu povo bom e trabalhador, não com momentos futuros. Sou Arapiraquense e torço pelo entendimento, mas sem essa de impor vontades particulares para se manter no poder.

  • Wellington

    Sampaio, faço das suas palavras as minhas!!

  • Jorge

    Parabéns, Luciano! Se libertou da Calheirada!

  • 2022

    Anote aí Marcelo Víctor Governador e Arthur Lyra Senador 2022 na suposta vaga RenanFilho

  • Djalma

    Em resumo, nada de novo no horizonte.

  • Isaura

    Jamais simpatizei com Luciano Barbosa, sujeito difícil de decifrar, mas reconheço que jogou com ousadia de um mestre da pol´ítica, se seu projeto for mesmo seguir em frente em desafio ao seu cacique Renan Pai, buscando os votos da grande maioria que rejeita a figura do Senador e o que ele representa. A conferir.