O deputado Marcelo Victor já disse aos seus pares que não abre mão de indicar o sucessor de Cícero Amélio no Tribunal de Contas do Estado.

Ele afirma, inclusive, que entregou ao TRF da 5ª Região, em Recife, a documentação que comprovaria a correção da sua posição.

Os palacianos, por sua vez, garantem que a cadeira que foi de Amélio será ocupada por um afilhado de Renan Filho.

Ou seja: vem briga por aí, embora muita gente do meio político duvide da convicção do governador em enfrentar Marcelo Victor, num embate que não será só “jurídico”.

A única experiência que ele teve, nessa linha, foi no início de 2019, quando da eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.

Deu no que deu.

Partidos caçam até sábado militares para serem "escadas" dos seus candidatos
Nova aliança em Arapiraca empurra Luciano Barbosa para disputa pela prefeitura
  • Carlos

    É uma briga de interesses escusos típico dos coronéis da política alagoana. Aqui em Coruripe, os coronéis da política estão numa briga temporária onde envolve vários municípios da região sul. Foi criado o grupo 2 dos Beltrão, onde o chefe é o deputado Marcelo Beltrão. Quem perde é o povo e às reuniões entre o clã Beltrão ainda não chegou a um consenso. Assim vai ser o embate em relação a indicação para o tribunal de contas.

  • Há Lagoas

    Ou seja: não existe raposas sem aliados estratégicos, sejam elas inquilinas da Casa Tavares Bastos ou do palácio República dos Palmares… Parafraseando o saudoso jornalista Ricardo Boechat se referindo a figuras políticas: “Têm que entregar duas foices e trancá-los em um quartinho escuro!”

  • Cesar

    Acontece que lá na eleição da mesa interesse era da maioria. Já a de conselheiro do TC não é de interesse coletivo e sim de presidentes do executivo e legislativo.

  • Bel

    Concurso Público. Simples!

  • Andrea Cardoso

    Pelo jeito Marcelo Victor vai surpreender novamente e indicar um nome técnico para moralizar o palácio de vidro. É impressionante, mas ele tem sido a boa supresa da política .

    • Carlos

      Certamente um técnico que pense igual a ele ou melhor um títere.

  • Jorge

    qualquer um serve, tudo dá no mesmo, ou seja, nada… vai prá lá descansar e dormir… e, escamotear!