Quem tem um vice definido entre os candidatos a prefeito mais cotados em Maceió?

Pelo andar da carruagem, nem Alfredo Gaspar (MDB) já pode dizer que bateu o martelo. É bem verdade que, pelo acordo firmado entre Rui e Renan Filho, caberá ao prefeito essa definição. Mas os bastidores e submundo da disputa local mostram que Tacio Melo pode não resistir nos embates internos.

Desde a semana passada, circulam vídeos do aliado do prefeito em que ele ataca, sem pena, o senador Renan Calheiros (e não apenas naquela cena já conhecida da eleição de 2018, na porta do prédio do senador).

A quantidade de desafetos de Melo é grande e vai além dos palacianos e calheiristas.

Por outro lado, JHC não tem tido vida fácil na definição do seu companheiro de chapa, que pode sair do PSDB  – ou do que sobrou do ninho tucano; do DEM, se Nonô topar a aliança; ou do PSD de Marx Beltrão, que já fechou (será?) com Davi Davino – leia-se Arthur Lira e Marcelo Victor.

Ronaldo Lessa?

O pedetista ainda não conseguiu ampliar sua aliança partidária, e já surgiu até a sugestão de ele vir a compor com Cícero Almeida, também ex-prefeito – que já disse que vai disputa a cadeira de Rui Palmeira pelo DC.

Os demais candidatos conhecidos devem ficar com vices das mesmas legendas.

Apoios de sinal trocado são provas da mixórdia eleitoral em Alagoas
Pós-Covid: "Mais de 60% dos leitos atuais serão mantidos na rede pública"
  • José

    Volta cico melhor prefeito que Maceió já teve