E as manifestações de domingo, pela democracia, contra o autoritarismo, o negacionismo e a impiedade?

São necessárias e indispensáveis, mas não no atual contexto.

Não é o caso, mesmo, de condená-las, mas a posição mais sensata e responsável me parece a das lideranças de oposição no Senado: recomendando que a população evite aglomerações na pandemia, não vá às ruas em grupos, para não ampliar o contágio do coronavírus.

Temos outros caminhos, e estamos usando, para dizer não às ameaças à democracia, mas a hora é de respeito à saúde de todos.

Os que se propõem a ir às ruas precisam pensar naqueles que não podem e não devem sair de casa (a maior parte, ainda, da população).

Comportar-se como negacionista é típico da turma e da família presidenciais. Os que defendem a bandeira da democracia não podem agir como bolsonaristas de oposição (independentemente do credo político), pelo menos no que se refere ao isolamento social, tão importante e indispensável.

E cá pra nós – e onde couber: não é o momento de disputar a hegemonia nos movimentos populares e democráticos.

Apoiar as manifestações e não estar lá será hipocrisia; apoiá-las e estar lá será um desrespeito à saúde pública.

 

Isolamento social desaba em Alagoas e chega ao menor índice: 34,9%
Quais os planos de Marcelo Victor para o governo de Alagoas em 2022?
  • Patrícia

    É chegado o momento onde vamos definir quem de fato somos…tudo indica, porém que o inimigo somos nós mesmos.

  • Luciano Carvalho

    Eu não vejo ameaças contra a democracia vindas do governo. O que está acontecendo, é um grupo que não se contenta em, depois de tanto tempo perder, no voto, a eleição. A esquerda tem bons quadros, mas não mostra políticas sustentáveis de mudanças. O dinheiro não caí do céu !!! Esqueçam a derrota e apontem soluções… Esse tipo de política não funciona. Eu lamento por todos nós. Um abraço em todos.

    • Luciano

      Passados quatro anos do golpe, ainda lemos: e o PT, e o Lula? E júptet? E mártir? E a terra é mesmo redonda? Alem das pavonices diárias, eleição à base de fake news e sustentada por, a história nos contará, uma facada não menos impostora que os tempos que vivemos. Apesar de tudo isso, não restou alternativa: esse é o governo que possuímos; portanto, alegorias à parte, o Bozo é quem não entende o que é uma democracia: não aceita os freios e contrapesos típicos do processo, vive acusando STF e Congresso e Globo – os mesmos fundamentais desde o golpe a eleição dele a presidente, porque Bolsonaro é autoritário, fez da política meio de vida para ele os filhos, acredita que pode governar como um ditador e conta para isso com o apoio dos militares, pelo menos os mais de 130 mil que estou no poder. Genocida, as 35 mil mortes por covid-19 estão na conta dele; manipulador, mentiroso, agora quer rever dados oficiais dos estados e municípios pra dizer que não morreram as milhares de pessoas nem as outras milhares foram infectadas. Somente Brasil e México, reabrem o país mesmo com a pandemia nos devorando, porque Bozo é imbecil, sem empatia e talvez o melhor é esperar que ele destrua o restinho do que existe do Brasil para aprendermos a respeitar a tão cara e importante democracia.

      • Franklin Bispo

        Parei de ler qdo vi a palavra “golpe”. O resto devia ser só mimimi.

        Chora na cama escondido pra não passar vergonha.

  • Interiorano

    O protesto justo é a forma como se protesta! Não pode haver baderna, bagunça, quebra – quebra e vandalismo! Também não pode haver confrontos! Uma pessoa de bem e do bem, jamais sairá as ruas brigando, depredando, danificando lojas ou o patrimônio público ou com a desculpa de que aquilo é protesto! Afora isso, o momento é delicado : “Em plena pandemia, têm se que ter cuidado e evitar se aglomerações, a fim de evitar se o contágio desse vírus maldito! Politica é uma coisa, a Saúde é outra coisa! Não é o momento ideal para estar se discutindo/misturando as coisas!

  • Antonio Carlos Barbosa

    Perfeito o texto Mota, não deve-se sair para manifestações no domingo mesmo em defesa da democracia que está em perigo, primeiro por conta da Covid-19, pelo alto risco de contaminação dos participantes, ou seja defesa da saúde coletiva.
    O segundo ponto, ao meu ver, de ordem política, é que Bolsonaro lançou uma isca para os democratas promoverem manifestações, no momento que as manifestações pro-Bolsonaro tornam-se cada vez menores, mínimas, minguadas de gente, de relevo social, somente participando fanáticos e sanguinários racistas, armamentistas e contra a democracia, acredito que outros apoiadores se afastaram ao ver o nível dos participante pró-Bozo.
    Bolsonaro e seu Clã, acredito que infiltrará seus milicianos e milicos nas manifestações a favor da democracia, radicalizando e promovendo atos terroristas, produzindo cadáveres, dando uma desculpa para Bolsonaro promover violência contra o povo.
    Portanto, temos um compromisso com a vida.
    Bolsonaro e seus fanáticos tem compromisso com a morte, pelos seus atos até o dia de hoje.
    Fiquemos em casa, vamos esperar o momento para manifestações.
    Vida que segue.

  • Há Lagoas

    Democracia…
    Está aí uma palavra que ultimamente vem sendo aviltada cotidianamente, ao sabor das ideologias…
    Ambos os grupos desconhecem a civilidade, e se camuflam em meio a reivindicações violentas. Lojas quebradas, carros virados, bandeira nacional queimada, agressões verbais… Tudo está muito nebuloso, rotulado e julgado.
    Ser humano é dividido por cor, sexo, credo e origem, mas ninguém fala que somos iguais, e que a própria Constituinte define estes direitos. E o que dizer de Trump e Bolsonaro? Onde está o respeito pela democracia, onde a maioria – para o bem ou para o mal – escolheu as duas figuras para governar seus respectivos países?
    Enfim, sr. Mota, não vou usar o exemplo de Jesus Cristo, pois sendo ele homem, também é Deus.
    Mas temos uma referência humana, não cristã – mas hindu – seu nome era Mahatma Gandhi! Quando o perigo da pandemia passar, estes dois grupos iracundos poderiam observar a conduta e os ensinamentos de como protestar…

  • José

    O que faz o homem são suas atitudes. Falar em democracia no Brasil é demagogia ou falta de caráter. Oitava economia do mundo com educação e saúde de terceira categoria. Aí é falta de princípios.

  • Carlos

    Os que propõem ir às são os hipócritas que criticam Bolsonaro, que não respeita o isolamento.

  • Antonio Moreira

    Estamos refém dessa pandemia, o bom senso é ficar em casa.
    Maceió ocupa o 11º lugar de mortes (coronavírus) no país.
    O Estado de Alagoas, sempre entre os primeiros na lista do que NÃO é bom para o seu povo.

    “Acabou matéria do Jornal Nacional”, diz Bolsonaro
    sobre atrasos na divulgação de mortos por coronavírus.

    Ele não ajuda evitar mortes e ainda é capaz de atrapalhar quem quer trabalhar para informar/alertar para evitar mais mortes.