O promotor Wesley Fernandes, um dos seis candidatos inscritos na disputa pelo cargo que era de Alfredo Gaspar, quer que a eleição da lista tríplice de onde vai sair o futuro PGJ seja adiada.

O motivo: a pandemia do coronavírus.

No MPE, argumenta ele nas redes sociais, tem muita gente do grupo de risco, ou seja: são idosos e/ou portadores de doenças contagiosas, o que no dia da votação pode compliar ainda mais.

Os candidatos, por ora, só podem fazer campanha por telefone, e lá no MP também funciona o abraço apertado e a máxima consagrada em solo alagoano: “Fulano, você é um irmão”.

Nada mais fraterno, não é não?

Governo do Estado vai anunciar distribuição inédita de cestas básicas
A fala de Mandetta e o o silêncio da corneta
  • JEu

    Mas que surpresa, não é RM?!!! é muito difícil para nossa humanidade aprender a verdadeira lição da fraternidade, onde o mais importante será sempre o nós, e não o eu… onde o desinteresse pessoal, o desapego ao próprio ego?!!! por isso foi que Jesus afirmou, um dia: “Insensatos que sois, pois de que vale ao homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?”!!! pois é, por causa de coisas passageiras (inclusive o corpo biológico) perdemos a chance de construir um futuro maior e melhor para nossa realidade verdadeira, a espiritual, que é eterna…

  • Carlos

    Concordo difícil para a nossa humanidade aprender a lição de fraternidade . Alguém ter percebido os servidores da saúde, maqueiros, pessoal da higienização ,psicologo, nutricionistas, enfermeiros e médicos entre outros que estão na linha de frente no mundo e Alagoas,faz parte do mundo.Cadê, se estes estão aproveitando e falando me greve para serem valorizados como profissionais da saúde, no momento mais crucial da humanidade. Quem não lembra da pressão dos profissionais de segurança nos periódicos de carnaval, fim de anos e nas eleições ,ameaçarem fazer greve por melhores salários. Cadê os deputados que não se manifestam por esses profissionais que podem perder a vida e deixar seus filhos menores entreguem a própria sorte.

  • Zé indignado ,

    JEu e Carlos,
    Falando de fraternidade e o assunto não chamou atenção. Os servidores da saúde, nem pandemia do coronavirus, despercebido do risco eminente.