A Braskem interpôs mais um recurso, no STJ, na tentativa de desbloquear R$ 3,7 bi.

A matéria será apreciada pelo ministro João Otávio Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça.

O dinheiro aqui mencionado foi bloqueado por decisão do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Tutmés Airan.

Noronha, lembremos, já acatou outro pedido da Braskem – de desbloqueio de R$ 2,6 bilhões (decisão do desembargador Alcides Gusmão) e deverá decidir agora sobre o novo apelo da empresa.

Se você está confuso, fique tranquilo: esse embate jurídico tem muitas faces e instâncias.

A Defensoria Pública e o MPE estão se manifestando no sentido de que o presidente do STJ, antes de qualquer decisão, consulte a CPRM, a Defesa Civil (Nacional, Estadual e Municipal) e todos os demais envolvidos na causa, cujas vítimas são os moradores do Pinheiro, Bebedouro e Mutange.

Deputado vai à Justiça para impedir obras no Canal do Sertão com dinheiro do FECOEP
Está confirmado: Bolsonaro é mesmo Bolsonaro
  • JEu

    Infelizmente, o STJ está muito distante do cidadão do Pinheiro, Mutange e Bebedouro… aí, então, pesará o “poder econômico”, quanto a Braskem vai falar do “grande prejuízo” para uma empresa que gera impostos e empregos… porém falar de sua responsabilidade sócio-ambiental, cujos padrões de segurança sub-estimou (creio propositalmente), para só pensar nos lucros para a empresa, seus dirigentes e os acionistas, isso seus advogados não mencionarão… Vamos rezar para que “algo”, “alguém” ou “alguma coisa” possa “iluminar” os ministros do STJ para que tenham “olhos de ver” e “ouvidos de ouvir” a dor, o sofrimento do cidadão atingido pela tragédia da região, provocada, em sua maior amplitude, pela exploração do sal-gema naqueles bairros.

  • Sertanejo ENLUTADO esperando Justiça e PAZ com FÉ

    Em Maceió falta TERRA sob o chão de morar na CIDADE
    … sugad’o fundo do MAR no litoral urbano, afunda.
    Falta ÁGUA no Sertão cair do céu com sol assediand’a MATA
    … desmatados vales e morros, despenca a produção vital.
    São as tais questões AMBIENTAIS locais dos rincões aos MARES
    … frágeis e miúdos quase-NADAS soma de multiplicar aquecimento GLOBAL!
    Da BBC de Londres e dos Portal Tnh1 de Maceió, 13jul19
    https://www.tnh1.com.br/noticia/nid/por-que-e-erro-cientifico-usar-dias-frios-para-negar-aquecimento-global

  • breno

    Como sempre eu venho dizendo a BRASKEM confia na justiça.

  • Mateus Marinho

    Bloquear 3,7 bilhões de uma empresa é uma retaliação sem precedentes, se bloqueasse 500 milhões tudo bem, agora 3,7 bilhões, completamente desproporcional e desarrazoável. é obvio que essa decisão sera revertida!!