Acontece hoje à tarde, na 17ª Vara Criminal, a audiência de instrução de um processo que trata de um escândalo público do início desse século – exatamente assim!

É o caso das “armas italianas do Paraguai”, como ficou conhecida a compra de armamentos pelo governo de Alagoas de uma empresa sediada no Uruguai (que teria ligações com a Beretta)

Lembrando: o estado pagou, entre os anos de 2000 e 2001, mais de R$ 550 mil em armas importadas através da empresa Franchi, com sede no Uruguai.

Foram duas centenas de espingardas calibre 12, 20 submetralhadoras e 30 carregadores, que nunca foram entregues aos compradores (Secretaria de Defesa Social).

O dinheiro era oriundo de um convênio com o Ministério da Justiça, o que complicou ainda mais a história, que ganhou repercussão nacional.

O governo de Alagoas devolveu os recursos à União, e desde então a investigação vem seguindo na velocidade característica nesses casos.

Em 2014, após finalmente receber o inquérito, o Ministério Público Estadual (Gecoc) denunciou os ex-secretários Edmilson Miranda (policial federal apontado) e o delegado Mário Pedro por peculato, falsificação de documentos e formação de quadrilha.

Dessas acusações, pelo tempo transcorrido, só sobrou a de peculato (atribuída exclusivamente a servidores públicos) – as demais, é o que parece, prescreveram.

A audiência de hoje, quase vinte anos depois da ocorrência, aponta para o desfecho do caso.

(Que o leitor há de saber.)

Saiba quem é o deputado de Alagoas conhecido como 'Selva' no Palácio do Planalto
PT e PSL receberão a mesma cota do Fundo Eleitoral em 2020: R$ 366 milhões
  • Adilio Faustini

    É a “justiccia” brasilegna, o tempo passa e os crimes desaparecem no buraco negro nacional.Os crimes da Lava Jato parece que vai para o mesmo caminho se o povão não se movimentar.

  • Sérgio Eduardo

    Se fosse um cidadão comum já estava mofando na cadeia a 20 anos. Pau q dar em Chico deveria dar em Francisco. Brasillllll

  • Idosamente MONGE no Sertão: busca SUS sem úi nem Ái!

    Êita, Ricardo … milícias e BANDIDOS armam contra ERÁRIO infecto: AIDS nóix rezando ⅓. ´[26abr19]
    > Após FALHAS, São Paulo prepara troca de metade das armas da PM do estado + RICO do Brasil
    – Substituição ocorre em ½ a problemas c’armas produzidas p fabricante TAURUS no escurinho de ¼
    https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2019/04/apos-falhas-sao-paulo-prepara-troca-de-metade-das-armas-da-pm.shtml

  • JEu

    Alguém aí se lembra em que governo foi que ocorreu a tal compra das armas?!!! Se me lembro bem, foi no primeiro mandato do Ronaldo Lessa… boa lembrança, RM…

  • O menino mais velho

    Bem lembrado, 2000 foi durante o primeiro mandato de Ronaldo Lessa.

  • Zé indignado

    Como é que a justiça pode trabalhar com o duodécimo tão pouco e sem reajuste há muitos anos. O governador nem liga para justiça em melhores recursos financeiros para que possa trabalhar. Já os servidores da saúde são os melhores salários e todos os anos tem reajuste acima da inflação e nunca falta medicamentos , leitos, exames e os pacientes satisfeitos e familiares felizes. O governador olhe para justiça e os deputados são verdadeiros servidores dos pobres entre os pobres!