O prazo para recadastramento na ARSAL das empresas que fazem o transporte coletivo intermunicipal em Alagoas acabou na última sexta-feira (de acordo com edital publico no DO), mas, fato concreto, várias delas não se apresentaram à agência e estão sendo descredenciadas do serviço.

As maiores e mais conhecidas são: Real Alagoas e Veleiro.

Elas ainda terão dez dias para apresentar recursos à decisão, mas é possível até que não o façam – como disse ao blog um empresário do setor:

“O serviço é deficitário e está falido”, assegurou, apontando a histórica falta de fiscalização como sendo uma das causas principais da situação de agora.

Veja, abaixo, a relação das empresas que estão sendo descredenciadas:

– CRISTIANO MATEUS SANTOS – ME

– EXPRESSO METROPOLITANO LTDA – EPP

– L PEREIRA LIRA VIAÇÃO – VIAÇÃO FEIRAGRANDENSE

– REAL ALAGOAS DE VIAÇÃO LTDA

– VELEIRO TRANSPORTES E TURISMO LTDA

– VIAÇÃO GIRAUENSE LTDA

– JG LOCACOES DE SERVICOS EIRELI

Para Renan Filho, só Alfredo Gaspar pode ser páreo para JHC
Tucanos preparam revoada do ninho do PSDB de Alagoas
  • Há Lagoas

    Parabéns governador Renan Filho, Alagoas será o único estado brasileiro a ter o serviço inter-municipal atendido por vans. Mais alguns meses e teremos um transporte equiparado a Índia!
    É assim que se avança para o futuro…

    • Ricardo Martins Ribeiro

      Se um passarinho fizer cocô na rua a culpa é do governador

    • Anizia

      É não amigo. Em Pernambuco a linha Progresso que fazia Maceió /Caruaru também não opera mais. Os serviços para aquela cidade ou são vans ou carro de lotação que são diversos. O problema é que os passageiros estavam deixando os ônibus vazios, preferindo vans.

  • Jonathan

    Deixaram as complementares tomar conta deu nisso mais pais de família desempregados muitos desses motoristas de vans são malucos ao volante na ganância de pegar passageiros.

  • Edemir

    Governador não t nada a ver,com problema de coletivos da capital
    Caso não saiba, é uma atribuição do Municipio

    • Direitos (PARA) humanos, sempre.

      Parabéns pra vc que não leu o texto, ou então “matou” a aula de interpretação de texto.

    • Celso

      Qual parte do texto você não entendeu? Intermunicipal = transporte de passageiro entre municípios do mesmo estado.

    • Gilvan

      Leia a matéria colega. INTERMUNICIPAL, a prefeitura não tem nada haver. Vá estudar primeiro antes de fazer comentários errados.

    • Elanio

      Intermunicipal, energúmeno. Leia direito baba-ovo

  • Rodrigues

    Governo fraco!
    Rumo ao passado, breve retorno dos paus de arara!

  • Paula

    E quanto ao transporte interestadual realizado pela Real Alagoas, continua?

    • Luiz Humberto

      A responsabilidade do transporte interestadual é da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestres), a agência reguladora vinculada diretamente ao Ministério da Infraestrutura, isto é, o governo federal que regula todo o transporte interestadual do país.

  • Eduardo Lopes

    Alagoas virando uma Índia e o governador na China!
    Tamo ferrado.

  • Junior

    Meu caro amigo, agradeça porque ainda tem as vans. Se continuar como está nem as vans vai ter mais. O serviço vai ficar só com táxi lotação. Isso é um problema nacional não é só no nosso estado.

  • Wanderson

    A Culpa foi do Governo Teotônio Vilela que liberou uma porrada de vans no setor intermunicipal! Hj não há como controlar!

  • RAPHAEL PEREIRA

    Todo sistema de transporte esta falido, táxi, transporte escolar e turismo, a pirataria tomou conta do sistema e a falta de fiscalização dos órgãos competentes. SMTT cobra demais do transportes regulares e não toma providencia nenhuma contra o transporte pirata. Carros particulares fazendo transporte escolar e serviços de taxi, ônibus sem credenciamento fazendo turismo, motorista de complementar sem CNH dirigindo de qualquer forma, virou bagunça e o maior prejudicado é o empresario que tenta manter tudo em ordem, taxas de INSS, SMTT, INMETRO, D.E.R, ARSAL, FORA O LICENCIAMENTO ANUAL, sem contar com os sindicatos cobrando. CHEGAMOS AO FIM DO POÇO.

  • marcos ricardo ferreira martins

    Já faz tempo,em que tinha-mos empresas de onibus,principalmente no ambito interestadual,onde se cumpria horários,motorista que era como se fosse amigos e irmãos e realmente profissionais do volante,porque o que nós vemos no dia de hoje são motoristas despreparados,sem qualificação e sem educação.

  • Indo dormir

    O setor de transporte em Maceió está quebrado! Transporte escolar com o problema dos clandestinos, táxis levando couro dos UBERs, o transporte de turistas cada dia que passa mais empresas sem licenca da prefeitura fazem o Transporte com o Aval da CVC. Um final decepcionante de governo municipal. Talvez nem uma indicação para o próximo governo Rui terá essa moral.

    • Indo dormir

      Só lembrando … todas essas empresas são sediadas no Município de Maceió.

  • GILBERT

    SE AS EMPRESAS PRESTASSEM BONS SERVIÇOS, OS PASSAGEIROS NÃO IRIAM DE VANS.

  • ARMANDO

    Viajar nas vans do sistema complementar é uma aventura de alto risco. Motoristas dessas vans só perdem, no quesito imprudência, para os motoristas das DOBLOS. Um absurdo e uma temeridade, esses profissionais no transito.

  • Carlos trabalhador

    Sem concorrência os complementares vão continuar matando horário, cobrando além da tabela, maltratando idosos, desrespeitando normas e leis. A linha Maceió penedo precisa de intervenção do ministério público urgente. Idosos passando vergonha porque os concessionários não aceitam as carteirinhas, trabalhadores não conseguem chegar na hora do trabalho, carros super lotados. No trecho Coruripe-penedo estão cobrando 2 reais acima da tabela. Tem carro marcando lugar para passageiros enquanto alguns vão em pé. A arsal foi dominada pelos complementares, não consegue regular o transporte, não incentiva a concorrência, não preza pelo cidadão.

  • Zezim

    Kkkk leiam antes de comentar por favor um fala em competência do município no trasnporte INTERESTADUAL e outro se pergunta como fica o transporte pra arapiraca ( desenhando não a real nao vai mais fazer linha pra município nenhum de alagoas) ja informando que as linhas de onibus urbanos de MACEIÓ continuam sem nenhuma alteração.

  • Ricardo Silva

    Infelizmente pessoas sem conhecimento na área estão culpando as vans, as empresas estão sentindo assim como às próprias vans que no caso são os complementares, estão sofrendo com as invasões de carros particulares e táxi de todos os interiores de Alagoas transportando passageiros pra capital, daqui a algum tempo nem os complementares vai ter condições de trabalho, então você serão transportados por táxi e lotação.

  • Eduardo

    Boa noite a veleiro tem que sair de rio largo bota a vida de muita gente em risco com esses ônibus absurdo

  • Cicero Rogerio

    as vans não respeitam as regras de transito, param em qualquer lugar, é um verdadeiro pandemonio esse serviço de vans em Alagoas

  • Cesar

    Estão falando de transporte entre os municípios… Responsabilidade do governaDor.

  • fernando

    ( culpa) todos temos no geral. Essa arruaça no transporte público já vem de tempos, causa : Descaso dos poderes fiscalizatórios e dos eleitores que não sabem vota.

  • JEu

    Para mim só tem uma solução: diminuir toda essa burocracia e cobrança de taxas e mais taxas para o transporte público intermunicipal. Aí, talvez, seja preciso extinguir a ARSAL, pois tudo o que faz é só cobrar mais taxas e o serviço de fiscalização é nulo. Basta o controle do DER. Vamos simplificar o processo para facilitar a vida de quem quer empreender no setor. E depois é só colocar mais alguns direitos para o cidadão que paga sua passagem: ônibus com, pelo menos, 40 lugares; proibição de viajar em pé; WC à bordo; ar-condicionado e Wi-Fi para todos os passageiros (vi algo assim viajando de ônibus entre São Paulo e Campos do Jordão ano passado)… finalizando, menos taxas e outras cobranças e mais direitos para o cidadão…

  • Ricardo santos

    Ricardo Santos
    Resumindo todo o segmento de transportes quebrou . E agora Srs o que sera de centenas de pais de família que sobrevivem deste segmento .

  • Robisval

    Falar que o governador não tem culpa é pura imbecilidade, a ARSAL é orgão do governo, e a culpa é do governo sim

  • A Verdade

    Tem gente que comenta o que não sabe. Não é usuário regular dos serviços. A maior parte da culpa disso e da tal “arsal”, nunca serviu prá nada!!!
    Os complementares praticam concorrência desleal e predatória, andam nos horários e na frente dos ônibus. E a arsal??? Nada fez e nunca fará!!!
    As empresas têm mais que cair fora.
    Infelizmente, o usuário será, como sempre, o prejudicado.
    Culpa de órgão público criado de fachada e tolerância excessiva com o abuso corporativista.

  • povão

    Parabéns governador vc será um dia presidente do brasil com sua inteligência e trabalho vossa excelência falar muito e não faz nada . Infelizmente Alagoas será o único estado do brail onde vans são transporte de passageiros que vergonha Renanzinho vc esta de parabéns Alagoas no caminho certo rumo ao futuro kkkkkkkkk

  • Oruam

    O que adianta um serviço caro que demora e aínda não ajuda o passageiro só complica. A culpa não e do governo e sim das próprias empresa de ônibus e os próprios funcionários que fazia greve pra aumentar cada vez mas a passagem por um serviço pecimo, por isso as pessoas optaram por vans ou Uber que sai no msm valor.

    • A Verdade

      Uma coisa é certa: “só quem já dependeu ou depende de um serviço monopolisado por uma empresa, grupo de pessoas ou associação, sabe a dor de cabeça que é”
      * Complementares garantem o assento do idoso/deficiente, não;
      * Complementares emitem Recibo, se necessário, muitos não;
      * Complementares aceitam vale transporte, a maioria não;
      * Muitos, sequer ligam o ar-condicionado do veículo…
      A verdade é: empresas de ônibus, ruim com elas, muito pior sem elas…
      Só quem anda de carro próprio ou táxi, não sabe disso.
      Parabéns pelo primoroso trabalho da “Bostal”, digo, “arsal”.

    • EDSON

      É notório que você não é usuário de transporte público intermunicipal, pois seu comentário culpando os funcionários é ridículo. A Arsal está longe de ser de fato uma agência reguladora. É apenas um cabide de emprego. Uma dica: é sempre oportuno revisarmos o texto antes de postá-lo. Seu “pécimo” foi PÉSSIMO! A língua portuguesa agradece.

  • Renato

    Existe N fatores para esse problema.. comecou realmente com os complementares, os clandestinos e agora para piorar a situação deles, existe os aplicativos tipo BLA BLA BLA CAR, vou sempre a Arapiraca e faz meses que só vou pelo aplicativo.. O trajeto Maceió Recife já já acaba tb pois existe inúmeras caronas pagas diariamente a preço mais conta do que a Real Alagoas Prática… Não tem como o governo fiscalizar isso. A tendência eh acabar mesmo..

  • José Carlos

    O governo não pode intervir na questão dos valores, mas tem a obrigação de regular o setor. Como pouco se faz, o resultado é a desordem.

  • Nádia

    Concordo plenamente com seu ponto de vista, a SMTT cobra demais dos transportes regulares e esquece os complementares. Ou seja, a injustiça continua.

  • Abelardo Toledo de Almeida

    Daqui a pouco teremos que andar a pé, rsrsrs

  • Abelardo Toledo de Almeida

    Oxe de,logo, logo, estão fazendo regressão e voltando ao passado.

  • povão

    Renato vc devia para de mentir pq os carros particulares que rodam de Maceió a Recife pelo contrário são mais caros e a maioria carros velhos de uma chamada cooperativa . Que o valor e mais caro que a passagem de ônibus e outra tudo culpar do governo do estado que tem rabo preso com políticos d interior já a ARSAL e o que o gato 🐱 colocar pra fora e enterar e a mesma coisa

    • Renato

      Cara… vc nem sabe o que estou falando.. não falo nos carros que ficam na HU ou mas redondezas da rodoviária… falo pelo aplicativo BLA BLA BLA CAR que pelo visto vc nem sabe o que eh nem.como funciona então antes de falar M.. Se informa.

  • povão

    Quando viajo a recife e João Pessoa PB as vezes tenho até vergonha d falar que moro em Maceió Alagoas e vejo quanto somos infelizmente por culpa desse políticos o estado mais atrasado do nordeste….