O entorno do presidente Jair Bolsonaro – e o próprio, inclusive – já sinalizou para a bancada de Alagoas no Congresso Nacional que o deputado Arthur Lira é um interlocutor preferencial – e não apenas para questões nacionais, como a Reforma da Previdência.

Uma das vozes mais influentes entre os parlamentares do Centrão, e sendo ouvido com frequência pelo presidente da Câmara, o líder do PP vai ganhando peso em um momento de desarticulação entre os parlamentares dos vários grupos oposicionistas.

Arthur Lira é pragmático e se mantém atento apenas às queixas e pedidos dos prefeitos e líderes políticos que o apoiam em Alagoas – no interior, principalmente.

Queixas das redes sociais ou até da chamada opinião pública?

Ele não está nem aí.

JHC, que tem alguma proximidade com a família Bolsonaro, não conseguiu ganhar o tamanho do pepista junto aos “líderes” (?) do governo.

É saber se isso terá grande impacto junto ao eleitorado local.

Juiz decide até sexta se libera R$ 15 milhões da Braskem para aluguel social
As escolhas de Renan Filho e o erro de Ronaldo Lessa
  • Thiago

    Arthur não é santo, mas é de longe o melhor e mais preparado parlamentar alagoano. Impressionante a capacidade de articulação dele para trazer recursos para as cidades alagoanas.

  • Sérgio Eduardo

    Não voto em Arthur lira. Mais é um dos deputado mais influente na câmara dos deputados. Só ele comanda de 150 a 200 deputados.

  • Fernando

    Ele sabe muito bem que mesmo com as articulações políticas não conseguiu nem eleger o pai e olhe que as propagandas diziam que foi o que mais trouxe investimentos para o estado. Os próximos capítulos da política alagoana é incerto. A não ser que seja apenas para garantir uma “mesada vitalícia” Sabe lá.

    • Adilio Faustini

      Alagoas é o segundo Estado Mais pobre do Brasil, o primeiro é o Estado do Maranhão , é só ver a Elite Politica de cada Estado , analisar e construir sua opinião, como diz o ditado, “Nada é por acaso”.O Importante não é o que leva mais verba para seu Municipio, Estado ou País, Importante é como são utilizadas essas verbas.Lula triplicou o orçamento do MEC e a Educação piorou, segundo Ranking do PISA.
      Fonte: Estados mais Pobres do Brasil You Tube.

  • JEu

    Se ele foi contra a inclusão de Estados e Municípios na Reforma da Previdência, como é que está a favor de municípios?!!! Não entendo… a não ser que fique atento somente aos “pedidos” de vantagens pessoais de quem o apoia (politiqueiros locais… e lá vai mais fisiologismo e outras boquinhas)… e será isto fazer política a favor do povo? O que ele conseguiu foi reunir a corja de seus iguais (com medo principalmente do pacote anticrime e anticorrupção), para se defender e aos seus “amigos”, e, por isso, se tornou uma “força” aglutinadora daqueles que têm manchas negras na consciência… só isso… por enquanto vai “ganhando” alguma atenção… porém quando o grupo começar a ser desarticulado, aí quero ver seus “colegas” permanecerem “juntos”… é coisa de tempo… até o império romano caiu um dia…

    • Maceió fest

      Enquanto isso os novos congressistas “Siameses “ nada dizem,articulam,tomam partido,etc. Olhar umbilical!

  • Alagoano sem esperança

    Grande referência! Condenado em segunda instância na operação taturana, o que aconteceu? Ganhou mais um mandato de brinde.
    Deus acima de todos?

  • Há Lagoas

    Se a mare continuar assim, fecha-se as cortinas para Renan – o pai – e liga-se os holofotes do palco para Arthur Lira.
    Quem imaginaria tal cena, logo após a eleição de ambos?
    Nada como um dia atrás do outro, e ao que parece, o sonho de Renan – o filho – em se lançar ao pal´´acio do Planalto um dia, está ficando cada vez mais distante.
    Obrigado Arthur Lira.

    • José Carlos

      O Estado que tem Arthur Lira como interlocutor , este mesmo , que não fala com o Governador… Que Terror. Por isso as empresas estão saindo do estado e quem tem condições esta indo fazer sua vida fora daqui. É uma fazenda onde o povo é o gado.

  • Adilio Faustini

    Na briga de foice da “elite política ” alagoana quem morre é o povo alagoano.