Foram 47 votos dos senadores contra 28, aprovando o Decreto Legislativo que suspende o Armas para Todos (os que podem pagar) – uma das principais promessas de campanha do presidente Bolsonaro.

A bancada de Alagoas no Senado foi unânime: Renan Calheiros, Rodrigo Cunha e Renildes Bulhões disseram não à flexibilização do porte e da posse de armas, como previa o decreto do presidente da República.

Eles atenderam aos apelos da maioria do povo brasileiro, segundo o Ibope, que praticamente replica o que apurou o Datafolha: 73% dos entrevistados são contra flexibilizar o porte de armas; no caso da posse – ter uma arma em casa, por exemplo -, são 61% também contrários a essa iniciativa.

Não resolve o problema da violência, mas evita que ela se torne ainda mais grave.

A matéria agora vai para a Câmara Federal.

 

A maldição política dos ex-governadores de Alagoas
Com o PDT cada dia mais esvaziado, Lessa vira refém do Palácio
  • Joao da TROÇA anarco-carnavalesca BACURAU da Rua NOVA do Sertão – em St’ANA!

    Parabéns, Dra Renilde … médica santanense, prefeita 2005-2012.
    profissional na Clínica Geral, Ginecologia e Obstetrícia pela VIDA no Sertão.
    Aqui em St’ANA desejamos ‘apenas’ saúde e PAZ! – O reXto nóiX corre atrás, Dra!

  • Jose Carlos

    Acho muito curioso seus comentários sobre o decreto das armas que sempre vem com a ressalva (os que podem pagar) entre parenteses. Interessante notar a insinua´´ção de que só é algo para os favorecidos financeiramente. Se as armas fossem economicamente acessíveis a todos seria outra a sua simpatia à causa?
    Você trata esse assunto como se fosse uma cruzada entre o bem (os que não gostam de armas) contra o mal (os que gostam de armas e podem compra-las). É uma régua interessantes essa sua, pois convenientemente esquece que existem uma grande maioria de homens de bem, que sabem usar uma arma e a querem como instrumento de defesa, sem negociar sua natureza pacífica. A principal garantia de controle, igualdade e justiça numa sociedade civilizada é a efetiva aplicação da lei, sem distinção. Quanto aos que verdadeiramente podem pagar: esses tudo podem, inclusive de pacifista posar.

    Resposta

    Peço desculpas por não saber desenhar. É uma falha minha, falta de talento.

    • Guga

      A matéria está perfeita como sempre e a resposta mais ainda.

    • Vieira

      Qual o raciocínio para se chegar a definição de que “existem uma grande maioria de homens de bem, que sabem usar uma arma e a querem como instrumento de defesa, sem negociar sua natureza pacífica”? Homem de bem não tem, necessariamente, que andar armado para provar sua natureza pacífica. Um homem de bem deve prezar pelo diálogo. É uma lástima querer utilizar exemplos de alguns que se defendeu utilizando armas, e por milagre não perdeu a vida, e a partir disso generalizar tudo. Arma deve ser utilizado pelas forças do estado. Fora disso é conversa de violentos e covardes, que só se torna “valente” armados até os dentes.

      • Adilio Faustini

        Pois é então por que os Políticos e seus familiares usam seguranças pagos pelos pobres, povo, ou pagam seguranças armados partivulared e Carros blindados, será que não confiam na força das palavras, já que são expert no uso delas? Pobre não pode vomprar uma arma mas pode comprar carro, TV, Celulares etc…Etc…Etc…

    • breno

      José Carlos eu não vou nem comentar por que a sua resposta já diz tudo.

    • Lion

      Perfeito. Há uma leve hipocrisia intelectual no texto e nos votos dos nossos senadores…

  • Alvinegro

    Parabéns aos 3.

  • Juvi

    Deveriam nos dar o exemplo, desarmar ou dispensar os seus seguranças, além dos carros blindados. Hipócritas!

    #QueroMeDefender

  • JEu

    Bom, até agora os índices de assassinatos por amar de fogo estavam caindo em todo o país… vamos esperar para ver como será daqui para frente… espero que continuem caindo… porém se acontecer ao contrário, é porque os criminosos vão se achar “seguros” para continuar impondo o medo pela violência armada… além disso, devemos lembrar que os tais “movimentos sociais” diminuíram grandemente suas “manifestações” de invasão de terras e propriedades alheias…

  • Allan

    Incrível que o alagoano comemora o veto do projeto, e não pensa os grande e os ricos tem armas e segurança, quando alguém invadir sua casa jogue um livro no bandido, ou chame o Renan e o Rodrigo Cunha ou Batman.

  • Paulo

    Estão desconsiderando os milhares de prossifionais de segurança que tem no no Brasil e em Alagoas, como por exemplo eu como vigilante, e meus amigoas dos carros fortes, dos bancos, e das rondas… que depois de prender alguns meliantes ou ficar marcados por eles, temos que deixar as armas na portaria da empresa e aguardar a sua sorte nos pontos de ônibus ou por aí desarmados por esses que dizem ser a favor do bem… Dos outros dois já era de se esperar, agora de vc Rodrigo Cunha… que os Vigilantes de alagoas e todos os prejudicados e seus familiares não esqueça seu nome pois em grande maioria nós o apoiavamos até agora…

  • Carlos

    Agora lei com prisão perpétua para contrabando de armas e geralmente essas aramas são desviadas de alguma unidade militar. Os bandidos que praticar crimes com arma de fogo nos inquéritos ser punidos os responsáveis que forneceram às armas.

  • Robério Wanderley

    O crime é organizado , desorganizado somos nós!!

  • Luciano

    Sofistas. Mentirosos intelectuais. Fraudes do pensamento. Cada um defende o que quer. Ações da Taurus na bolsa foram valorizadas. País civilizado que resolveu violência com arma? Nenhum.
    Homens de bem de fato não se armam para mudar a sociedade que vive. Hipocrisia Bolsominia defendida por apresentadores de programas de tv acéfalos. Brasil livre, MBL essas baboseiras nada mais querem que mamar nas tetas do estado que tanto criticam. Nojo!

  • Maria Jose

    A violencia nunca traz a paz permanente.Não resolve nenhum problema social, apenas cria novos e mais complicados problemas.

  • Sérgio Eduardo

    Perdeu meu voto nas próximas eleições

  • Adilio Faustini

    E O Projeto sobre a redução da maioridade penal votada e aprovada em 2 turnos na Câmara dos deputados em 2015, está parada no Senado , votar nem pensar, será que nossos Congressistas estão preocupados com a segurança do povo? Desarmar o povo e aliviar para a bandidagem é só o que vemos.