Já há alguns anos, os trabalhadores e sindicatos da área de transporte são os mais mobilizados do país.

Onde eles pararam as atividades, hoje, houve sinais mais fortes da greve geral (que não foi exatamente uma greve geral).

Os movimentos sociais no país sofreram um refluxo que é muito anterior às eleições do ano passado – e não o contrário.

A retomada recente das manifestações estudantis só foi possível graças ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, uma continuação mais ideologizada do seu antecessor, um personagem que nos leva ao realismo fantástico.

Não há de se dizer que os cidadãos comuns foram às ruas, hoje, por causa do Projeto de Reforma da Previdência, mesmo porque esse tema sempre provoca, onde ele entra na pauta, grandes e ruidosas manifestações.

O cenário geral, este sim, assusta, imobiliza até, mas já há sinais de que a sociedade brasileira, para além dos meios políticos institucionais, respira – ainda que inspire cuidados.

O Brasil está vivo.

Rodrigo Cunha já sente na pele o que é não ser apenas "correto"
MPE e Defensoria já atuam em três frentes do Judiciário contra a Braskem
  • Jorge Fernando

    As “manifestações” de hoje foram fracas. Não há que se dizer que Alagoas, especificamente, respirou. Com baixa adesão, os “manifestantes” tiveram que fechar ruas e avenidas, com fogo até, para “protestar”. Talvez o Lula Livre de outrora tenha prejudicado mobilizações de apartidários simpatizantes. O Brasil continua vivo, os baderneiros, respirando por aparelhos.

  • Adilio Faustini

    O Brasil continua vivo e trabalhando, alguns continuam queimando pneus e atrapalhando. Cadê os defensores do meio ambiente? Queimar pneus não polui?

  • José Carlos Silva

    Greve geral pífia.

    Baderneiros travestidos de manifestantes.

    O Brasil está vivo, vendo de forma diferente, apenas e tão somente isso.

  • adriana rosendo dos santos

    pra mim e um vergonha

  • GOMES

    Greve geral só com sindicalistas e MST, que greve??? já não fazem nada mesmo, só atrapalha quem quer trabalhar. Tá na hora de tomar vergonha na cara, sair das tetas dos sindicatos , que já estão secando, e, trabalhar!!!! Conheço um deputado que nunca deu um dia de trabalho só em sindicato!!! A sociedade já tá farta disso, ninguém aguenta mais isso!!! Basta!

  • JEu

    Ainda estou esperando para ver as tais “manifestações” pois o que vimos foi somente a ação de integrantes do MST e alguns poucos gatos pingados… talvez até cheios de “pinga” mesmo… talvez, daqui a um ou dois anos, quando os índices de desemprego caírem, aí sim, vamos ver quem é que tem coragem para “trabalhar” e “produzir” para o “progresso” do país e do povo brasileiro… há quem diga que, quando um sindicalista vê uma carteira de trabalho sai correndo, como se estivesse vendo o pior pesadelo de sua vida…

  • João Paulo

    Greve geral? O que foi que parou?

    • Estragado MONGE sertanejo, paciente recuperável pelo SUS … tô nem ái!

      Ainda podemos pedir, J Paulo … Toca RAUL em 4’22”, ‘[email protected] na BOA!
      A conta do MENTIROSO, álbum 7º pela WEA em 1977: O Dia em que a Terra Parou!!!
      > NÚ dia q tod’as pessoas do planeta inteiro resolveram: ninguém saiu de casa, táÓkÊy?
      – Naquele dia empregado sabia q’o patrão também NUM tava lá
      > Dona de casa sabia q’o padeiro também num tava lá e guarda sabia q ladrão num tava lá
      – LADRÃO sabia q NUM ia ter onde gastar, igrejas SEM sino a badalar, fiéis tbém num tavam lá!
      # E os fiéis num saíram pá rezá, colé? _ https://youtu.be/SqQfySakoK0

  • amorim

    Greve? Que greve? Num país em que seu povo pensa em crescimento, aparece uns gatos pingados achando que o errado é certo como se a maioria não tivesse juízo. Quem não sabe que uma determinada militância não gosta de trabalhar, é isso mesmo! Gostam de algazarra, aparecer na tv com um kit de greve manjado que dói,uma kombi velha com quatro cornetas, meia duzia de pneus velhos ,um litro de gasolina, quatro troncos, uma caixa de fósforos e meia dúzia de agitadores,Pronto! agora nós que queremos trabalhar , somos os reféns. Quem está por trás desses dissidentes? Aí, corre algum interesse do continuísmo descarado que povoava uma nação que já não suportava mais. Pra que trabalhar? Pensam alguns, bom é viver de favores, dizem muitos, trabalhar é para brasileiros, que desejam honrar seus compromissos no final do mês, essa gente gosta de viver tomando na marra o suado dos outros, pra não dizer outra coisa.

  • Traira

    Foi demais,a maior de todas!! Parabéns ao povo Alagoano e Brasileiro (falo apenas do povo) ,os Gados do Bozo chorammmmm,kkkkkkkkkkk,aonde a vaca vai o boi vai atrás!!!

  • Há Lagoas

    O mais triste não é ser gado, é ser e não reconhecer que é. Está claro que o atual modelo de previdência social está com problemas, mas daí punir apenas e tão somente os mais pobres… As tais manifestações não é lugar para aqueles que trabalham no judiciário, militares e boa parte da classe política. Pena que nós, pobres mortais nem sempre perceba que a corda da forca que foi construída é para nosso próprio pescoço.

  • Paulo

    Eu vi de perto essa palhaçada e fui vítima dessa safadeza , patrocinado por políticos que não tem compromisso com o povo . Fiquei numa estrada dessas olhando um povo sofrido que recebeu dinheiro pra vir bagunçar na capital , pra parecer que estão contra alguma coisa , na verdade eles nem sabem o que é previdência e muito pouco sobre a verba da educação. Pessoas já selecionadas e cadastradas para fazer bagunça em troca de poucos reais , sem ter noção das intenções daqueles que os contratam e se aproveitam da miséria desse povo sofrido pra usá-los em seus projetos pessoais .

  • Traira

    São novas essas palavras do Paulo,parabéns pelo discurso inovador! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • fernando

    Eu so lhe digo algo que todos já sabem. Muitos são a favor dessa tal reforma milagrosa, que espero que de certo. Porque ninguém aguenta mas esse estado sanguessuga, parasitoide que so subtraí e em contra partida não agrega a nada a população… Não sou petista nem bolsonarista sou( pro pais mas um pagador de impostos) mas pra minha família sou um pai de família tentando da o melhor para minha família sem nem um apoio do estado no GERAL